Putin: Se Berlusconi fosse gay, não teria sido julgado

Presidente russo afirmou que ex-premiê italiano só foi condenado por viver “rodeado de mulheres”

269 0

Presidente russo afirmou que ex-premiê italiano só foi condenado por viver “rodeado de mulheres”

Da Redação 

Durante o Fórum Valdai, Putin afirmou também que pode  ser candidato na eleição presidencial de 2018 (Foto: Russiavia / Wikimedia Commos)

Nesta quinta-feira (19), o presidente da Rússia, Vladimir Putin, afirmou que o ex-premiê italiano, Silvio Berlusconi, só foi julgado e condenado a quatro anos de prisão por fraudes fiscais por viver “rodeado de mulheres”. Para Putin, “se Berlusconi fosse homossexual, ninguém teria encostado um dedo nele”.

A afirmação do presidente russo foi feita durante o Fórum Valdai, que reúne anualmente cientistas políticos, jornalistas e políticos para uma discussão sobre temáticas russas e mundiais. Durante uma conversa com o ex-premiê italiano e ex-presidente da Comissão Europeia Romano Prodi, o presidente russo disse que “estima muito” o italiano, assim como também estima Berlusconi. Diante do desconforto de Prodi com a comparação, o presidente russo sacou a declaração de que o ex-premiê só foi julgado porque “vive rodeado de mulheres”.

O governo da Rússia tem provocado uma série de protestos em todo o mundo contra as suas medidas que limitam os direitos de homossexuais no país. Um exemplo destas políticas é uma lei que proíbe a “propaganda homossexual” direcionada para menores de idade, mas não especifica o que seria a tal “propaganda” e deixa o texto aberto a interpretações. A lei, muito criticada por ativistas de direitos humanos, pode provocar uma boicote às Olimpíadas de Inverno de 2014, que serão realizadas na cidade de Sochi.



No artigo

x