Nova morte de adolescente por PM causa protesto na zona norte de SP

Segundo a Polícia Militar, Jean, de 16 anos, tentou assaltar um policial; moradores negam

721 0

Segundo a Polícia Militar, Jean, de 16 anos, tentou assaltar um policial; moradores negam

Por Redação

Mais um adolescente morto pela Polícia Militar na periferia de São Paulo causa novo protesto (Foto: Reprodução/Facebook)

Na manhã desta terça-feira (29), mais um adolescente foi morto pela polícia, no Parque Novo Mundo, zona Norte de São Paulo. Segundo a Polícia Militar, Jean, de 16 anos, teria tentado assaltar um oficial, que revidou com três tiros, um na cabeça e dois no abdômen.

Indignados, moradores da região do Parque Novo Mundo, zona norte de São Paulo, protestaram pela morte do garoto, fechando a Avenida Tenente Amaro Felicíssimo da Silveira, nos dois sentidos, na altura da rodovia Presidente Dutra. Os moradores negam a versão da polícia, conforme informou o portal R7. Segundo eles, o menino não é bandido e não teria tentado assaltar o PM.

Leia também:
Black blocs, o assassinato do menino Douglas e o inferno anunciado…
Moradores da Vila Medeiros (SP) protestam após morte de adolescente por PM

A morte ocorre após seguida do assassinato, no domingo (27), de Douglas Rodrigues, de 17 anos, na Vila Medeiros, também Zona Norte de São Paulo. A morte de Douglas também provocou manifestações e revolta na região e pela internet. “Senhor, por que o senhor atirou em mim?”, teria dito Douglas antes de morrer, segundo sua mãe. O garoto estudava e trabalhava. De acordo com a PM, o tiro foi acidental.

A morte de Douglas e os protestos têm trazido à tona a situação de violência das periferias de São Paulo. Confira abaixo um relato de um morador da Vila Medeiros após a morte de Douglas.



No artigo

x