Com participação de Emicida, Rashid retrata problemas sociais em seu novo disco

Confundindo Sábios tem sede por justiça, citando a violência policial, a luta de classes e os problemas de moradia

2572 0

Confundindo Sábios tem sede por justiça, citando a violência policial, a luta de classes e os problemas de moradia

Da Redação

Há 10 anos, Rashid batalhava nas rinhas de MCs em São Paulo. Em 2013, ele lança seu novo trabalho, a mixtape Confundindo Sábios, que conta com participação de Emicida. E mesmo após toda a exposição na mídia, o rapper de 25 anos continua lutando por justiça através de suas letras. Violência policial, luta de classes e moradia são alguns temas recorrentes em sua música.

Rashid conta com a participação de sua mulher na área administrativa de sua carreira (Divulgação)

No início do semestre, Rashid lançou o clipe Virando a Mesa, com a parceria de Daniel Cohen. O vídeo já conta com mais de 275 mil visualizações no YouTube, mas o sucesso do rapper não para nas plataformas digitais. O artista lotou uma tarde de autógrafos na Galeria do Rock, evento de lançamento do disco.

Por trás de toda a equipe de Rashid estão seus amigos e os jovens que encontraram no rap uma chance de mudar a vida. Eles trabalham principalmente com as vendas dos discos, além de cuidar de assuntos burocráticos e administrativos da carreira do rapper. Sua mulher, que é formada em administração, também cuida dos negócios do cantor.

Sobre a parceria com Emicida na faixa-título do álbum, Rashid conta: “Fizemos essa música realmente juntos, cada rima, e entramos no estúdio com o objetivo de confundir quem estiver ouvindo, já que não existe uma parte de cada um na música, rimamos juntos o que acreditamos e o que observamos com a força que o rap nos dá”.

A letra cita corintianos que foram presos na Bolívia após um incidente, critica quem desacreditou no sucesso que o rap brasileiro poderia fazer no país, critica a Rota, lembra da violência contra o público do rap da Virada Cultural de 2007 que apanhou durante o show dos Racionais, passa por lutas de classe, por moradia, fala sobre comunicação e muito mais, tudo em apenas uma letra.

Confira o clipe de Virando a Mesa:



No artigo

x