De Grandis pode ser convocado a prestar esclarecimentos na Câmara dos Deputados

“Precisamos saber se houve alguma responsabilidade do procurador na paralisação das investigações”, disse o deputado Renato Simões

314 0

“Precisamos saber se houve alguma responsabilidade do procurador na paralisação das investigações”, disse o deputado Renato Simões

Por Redação

(Foto: http://www.flickr.com/photos/wesleysouzafotografia/)

O deputado Renato Simões (PT/SP) apresentou requerimento à Comissão de Fiscalização Financeira e Controle (CFFC) da Câmara dos Deputados para que o procurador de Justiça Rodrigo De Grandis preste esclarecimentos sobre as denúncias à respeito de sua atuação no caso chamado de “propinoduto tucano”.

“Precisamos saber se houve alguma responsabilidade do procurador na paralisação das investigações”, disse o deputado.

Simões também apresentou um requerimento de convite ao Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, para tratar sobre os procedimentos de cooperação internacional do Ministério Público Federal nas investigações de crimes financeiros. “Não podemos comprometer os esforços internacionais na luta pela moralização das transações financeiras internacionais por procedimentos inadequados ou negligência por parte de qualquer autoridade brasileira”, afirmou o deputado.

Ambos os requerimentos serão incluídos na pauta da próxima reunião da CFFC para discussão e deliberação.

Representação

Deputados do PT entraram na segunda-feira com uma representação no Conselho Nacional do Ministério Público, para que o órgão apure a conduta de De Grandis no andamento do processo de investigações sobre o caso do “propinoduto tucano”, que apura possíveis desvios de recursos públicos e favorecimento em licitações para obras do Metrô de São Paulo e da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).



No artigo

x