Trabalhadores negros recebem 36,1% a menos que não negros

Números foram apresentados pelo Dieese. Pesquisa mostra também maior dificuldade de acesso a cargos de direção

624 0

Números foram apresentados pelo Dieese. Pesquisa mostra também maior dificuldade de acesso a cargos de direção

Por Igor Carvalho

Releia também:

Nosso racismo é um crime perfeito

Negros recebem, por mesma função, menos que não negros (Elza Fiuza/ABr)

Um estudo do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) divulgado nesta quarta-feira (13) mostra que o trabalhador negro recebe 36,1% a menos do que um não negro.

No mesmo relatório, o Dieese mostra que, quanto maior a escolaridade, mais ampla é a distância salarial. Negros com fundamental incompleto ganham, em média, R$ 5,27 por hora, contra R$ 6,46 dos não negros. Entre os que possuem o superior completo, os negros recebem R$ 17,39 por hora, contra R$ 29,03 dos não negros.

A pesquisa “Os negros nos mercados de trabalho metropolitanos” foi realizada nas regiões metropolitanas de São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre, Recife, Salvador, Fortaleza e Brasília.

A desigualdade também pode ser aferida no acesso a cargos superiores. Na região metropolitana de São Paulo, 18,1% dos trabalhadores não negros alcançam cargos de chefia, enquanto que apenas 3,7% dos negros são promovidos na hierarquia das empresas.



No artigo

x