Com déficit de 88 mil vagas, governo de SP dirá à Justiça Federal que há vagas para réus da AP 470

Segundo Secretaria de Administração Penitenciária, há 20 vagas para receber Dirceu, Genoino e os demais condenados. Porém, site da pasta mostra superpolução em penitenciária oferecida

324 0

Segundo Secretaria de Administração Penitenciária, há 20 vagas para receber Dirceu, Genoino e os demais condenados. Porém, site da pasta mostra superpolução em penitenciária oferecida

Por Igor Carvalho

(Imagem: Reprocução)

Apesar de ter o maior déficit do sistema carcerário do Brasil, o governo de São Paulo deve informar que há vagas para receber os condenados da Ação Penal 470. A informação é da coluna Painel, da Folha de S. Paulo, neste sábado (16).

Os números contestam o afã paulista em receber José Dirceu, José Genoino e os demais condenados. São Paulo possui um déficit de 88 mil vagas em seu sistema carcerário, de acordo com o Anuário Brasileiro de Segurança Pública.

Segundo o jornal, levantamentos feitos pela administração paulista mostram que há dez vagas na Penitenciária 2 de Tremembé e outras dez no Centro de Ressocialização de Limeira.

Porém, em seu site, a Secretaria de Administração Penitenciária informa que a capacidade da Penitenciária 2 de Tremembé é para 239 presos, mas, hoje, há 387 pessoas encarceradas. Portanto, o déficit é de 148 vagas.

Em Limeira, a secretaria informa que a população carcerária é de 81 presos, para 140 vagas.



No artigo

x