CUT-SP inicia 16 dias de ativismo pelo fim da violência contra mulheres

Nesta segunda (25), central começa campanha que vai até dia 10 de dezembro

352 0

Nesta segunda (25), central começa campanha que vai até dia 10 de dezembro

Da Redação

Entidades filiadas à CUT e diversas organizações feministas realizarão ações em todo o Estado de São Paulo como parte da campanha dos 16 dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra a Mulher. A mobilização começa nesta segunda (25), Dia Internacional da Não Violência Contra a Mulher, e prossegue até 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos.

De acordo com a CUT-SP, os 16 dias de ativismo são realizados simultaneamente em 159 países, marcando um período de mobilizações em massa voltadas a um maior compromisso social para prevenir, punir e erradicar a violência contra as mulheres. A campanha foi criada em 1991 por feministas de diversos países, reunidas no Centro de Liderança Global de Mulheres (CWGL), nos Estados Unidos.

Confira o calendário no Estado de São Paulo

Caravana da CUT São Paulo “Por Autonomia e Igualdade – Novembro de Luta contra a Violência a Mulher!”
Início no dia 09 de novembro em Presidente Prudente, encerrando em 06 de dezembro de 2013, com ato a partir das 16h no Sindicato dos Químicos de São Paulo, na capital – saiba mais clicando aqui

ATIVIDADES ORGANIZADAS PELAS ENTIDADES FILIADAS

23 e 24/11 – Seminário das Mulheres Sapateiras e Coureiras
Colônia de Férias do SINDIUNI
Avenida dos Sindicatos nº 355 – Praia Grande – SP
Confirmação da presença nos fones: (11) 3805 8683 – 970409581 – Coletivo de Mulheres Sapateiras e Coureiras de São Paulo

25, 26 e 27/11- 3º Encontro Nacional de Mulheres Bancárias
Instituto Cajamar, em São Paulo
Realização: CONTRAF/CUT  – Saiba mais clicando aqui

ATIVIDADES ORGANIZADAS PELOS MOVIMENTOS E ENTIDADES PARCEIRAS

22/11, das 8h às 13h, em Presidente Prudente – Curso V Fórum Municipal de Enfrentamento à Violência contra a mulher: MASCULINIDA (DES)
Local: Salão Nobre
O foco central do Fórum será: A construção de novos padrões de masculinidade podem alterar comportamentos e valores que legitimam a violência contra as mulheres?

Público Alvo: Trabalhadores do Sistema Único de Assistência Social, Trabalhadores do Sistema Único de Saúde, Trabalhadores da Educação, Operadores de Direito, Alunos do curso de Serviço Social e do curso de Direito, demais profissionais interessados e a sociedade em geral.

Inscrições pelo site http://extensao.unitoledo.br/diversos/index.aspx

22/11, às 18:30 – Seminário “Homens pelo fim da violência contra a mulher”
Teatro Cacilda Becker – Praça Samuel Sabatini nº 50 – São Bernardo do Campo
Palestrantes: Dr. Arthur Chioro – Secretário de Saúde de São Bernardo, Doutor em Ciências pelo Programa de Saúde Coletiva da UNIFESP e Professor; e a Dra. Eliana Vendramini Carneiro – Promotora de Justiça Criminal, Mestre em Direito Penal e Professora.
Realização: Prefeitura Municipal de São Bernardo do Campo / SP

25/11, às 16h – Ato Basta violência contra as mulheres: o machismo Mata!
Local: R. Sabbado D’angelo, altura do número 42 (próximo ao parque de diversão Itaquera)
Mapa: http://goo.gl/maps/nM6uC
Realização: Marcha Mundial das Mulheres

28/11, às 14h – Audiência Popular devolutiva da CPMI da Violência contra a Mulher
Local: Assembleia Legislativa de São Paulo, Plenário José Bonifácio
Avenida Pedro Álvares Cabral 201 – 1º andar. (próximo ao Pq. Ibirapuera)
Mapa: http://goo.gl/maps/TzRg4

25/11, às 20h – Palestra com Maria da Penha Fernandes, inspiradora da Lei Maria da Penha.
Local: Clube Atlético Aramaçan – Rua São Pedro, 345, V. América – Santo André.
Realização: Prefeitura Municipal de Santo André / SP

03/12, 18h às 20h30 – Painel “Cidadania das Mulheres: Construir a Autonomia, Combater a Violência”.
Com: Denise Motta Dau, Secretária Municipal de Políticas para Mulheres de São Paulo; Neuza Tito, SPM/PR; Alessandra Chacham, professora da PUC Minas; Sônia Auxiliadora, Secretária Estadual da Mulher Trabalhadora da CU/SPT e Maria Cristina Corral, Coordenadora de Autonomia Econômica da SMPM.
Local: Faculdade de Direito da USP (Auditório do 1º andar) – Largo São Francisco, 95, Centro.

 



No artigo

x