Black bloc: ação e reação

Coletivo In Bloc produziu o documentário de curta duração "Black bloc - ação e reação”, mostrando os objetivos de suas ações e denunciando a violência policial durante as manifestações

1767 1
(Reprodução)

Coletivo In Bloc produziu o documentário de curta duração “Black bloc – ação e reação”, mostrando os objetivos de suas ações e denunciando a violência policial durante as manifestações

Por Adital

Leia também: Black Bloc: “Fazemos o que os outros não têm coragem de fazer”

Em busca de esclarecer questões a respeito do black bloc, o coletivo In Bloc produziu o documentário de curta duração “Black bloc – ação e reação”. O vídeo dá atenção especial a pautas como; relação com a sociedade e com a polícia; mídia corporativa e alternativa; vandalismo e, por meio de entrevista com integrantes do que eles chamam de tática de manifestação e não de movimento, buscam esclarecer os objetivos de suas ações e denunciar a violência que sofrem por parte dos policiais durante as manifestações.

“Entendemos que os meios de comunicação convencionais deturpam a opinião pública através da omissão dos fatos, e é por conta disso que acreditamos na importância em dar voz às pessoas que estão do lado oposto da barreira policial”, afirma o coletivo em sua página no Facebook (https://www.facebook.com/inbloc). No documentário, Eles anunciam para março de 2014, durante a reunião dos BRIC (sigla que se refere aos quatro grandes países em desenvolvimento – Brasil, Índia, Rússia e China), em Fortaleza, Estado do Ceará, grandes manifestações com a participação de black blocs de todo o país.

Segundo sua página no Facebook (https://www.facebook.com/BlackBlockBR?fref=ts), Black Block é o nome dado a uma estratégia de manifestação e protesto anarquista, na qual grupos de afinidade mascarados e vestidos de negro se reúnem com objetivo de protestar em manifestações anti-globalização e/ou anti-capitalistas, conferências de representacionistas entre outras ocasiões, utilizando a propaganda pela ação para questionar o sistema vigente. Desde junho deste ano, no Brasil, com as manifestações de rua, os black bloc ganharam notoriedade e dividem a opinião pública entre os que os apoiam e os que os repudiam, defendendo inclusive a prisão dos “encapuzados” durante as manifestações, o que já acontece no Rio de Janeiro.

As roupas e máscaras negras que dão nome à estratégia são usadas para dificultar ou mesmo impedir qualquer tipo de identificação pelas autoridades, também com a finalidade de parecer uma única massa imensa, promovendo solidariedade entre seus participantes e criando uma clara presença revolucionária.

Assista ao documentário:



No artigo

1 comment

  1. Renata Martins Responder

    Infelizmente estão à serviço da direita no Brasil.


x