Alternativa à Copa do Mundo, Mundial de Futebol de Rua receberá seleções de 32 países

Competição se realizará no mesmo período do evento da Fifa

527 2

Competição se realizará no mesmo período do evento da Fifa

Por Redação

(Foto: futebolderua.wordpress.com)

Jovens entre 17 e 22 anos de 32 países das Américas Latina e do Norte, África e Ásia desembarcarão em São Paulo para o Mundial de Futebol de Rua 2014, que acontecerá entre 1º e 12 de julho de 2014 na capital paulista, para vivenciar a experiência do futebol “callejero”.

Fabian Ferraro, ex-jogador de futebol, foi o criador do futebol “callejero”, uma prática esportiva e sociopedagógica, que permite realizar processos comunitários solidários e, por consequência, a inclusão social dos praticantes. Na América Latina, dez países praticam a modalidade: Argentina, Uruguai, Paraguai, Chile, Brasil, Equador, Costa Rica, Colômbia, Peru e Panamá.

O lançamento do Mundial de Futebol de Rua será feito durante a IV Conferência Latino-Americana de Futebol e Desenvolvimento, nesta quarta-feira (4) e na próxima quinta-feira (5), na Ação Educativa (ver programação abaixo).

Regas do Futebol “Callejero” 

O esporte é voltado, prioritariamente, para jovens e adolescentes. Porém, as regras podem variar conforme a realidade do local e as necessidades das comunidades. Uma partida normalmente se organiza em três tempos. No primeiro, é formada a roda onde são estabelecidas as regras do jogo, divisão de equipes, sistema de pontuação, valores e acordos iniciais. No segundo, acontece o jogo em si. E, no terceiro, as duas equipes avaliam se os acordos iniciais foram cumpridos. É nesse momento que todos têm a oportunidade de falar como se sentiram durante o jogo, se existiu respeito, solidariedade, cooperação e tolerância, e se todos agiram de forma a promover um “jogo limpo”. Todas as informações são anotadas em uma planilha, na qual são registrados os gols da partida e a nota atribuída pelos participantes aos valores praticados durante o jogo. É a partir dela que se decide o campeão da partida.

Os jogos não contam com a intermediação de um árbitro, mas sim de um mediador, uma vez que os participantes devem cumprir o que ficou estabelecido no primeiro tempo.

Programação

Dia 04 de dezembro de 2013
14h – Recepção e credenciamento
15h – Mesa Futebol, desenvolvimento e direitos humanos: Nadia Campeão (vice-prefeita de São Paulo e coordenadora do SP Copa), Rogério Sottili (secretário de Cidadania e Direitos Humanos), Sergio Haddad (Integrante do Fundo Brasil de Direitos Humanos), Fabian Ferraro (fundador da FUDEArgentina) e Juca Kfouri (jornalista)
18h – Ato de lançamento do Mundial de Futebol de Rua 2014

Dia 05 de dezembro de 2013
10h – Mesa Futebol, educação, cidadania, e organização comunitária: Fabio Silvestre (coordenador da Criança e Adolescente da Secretaria de Cidadania e Direitos Humanos), Nelsa Cuberlo (Ser Paz, Equador), Carlos Eduardo Silva Ferreira (Cadu, REJUPE), Zé Maria (ex-jogador de futebol e assessor de esporte da Fundação Casa), Sóstenes Brasileiro de Oliveira (diretor da Fundação Gol de Letra)
14h – Sessão de Filmes
15h – Mesa Futebol como prática cultural: Daniela Afonsin (Centro de Referência do Futebol Brasileiro/Museu do Futebol), Juca Ferreira (secretário da Cultura de São Paulo), Allan da Rosa (escritor e ativista cultural), Caio Vilela (fotógrafo e escritor), Adan Parreño Martínez (Mundo Afro, Uruguai)
18h – Sarau poético
19h – Show musical

Inscrições
http://www.acaoeducativa.org.br/survey/index.php?sid=11913&lang=pt-BR

Serviço:
IV Conferência Latino-Americana de Futebol e Desenvolvimento
Quando: 4 e 5 de dezembro de 2013 – das 14h às 18h e 10h às 19h30, respectivamente
Local: Centro Cultural São Paulo (Sala Adoniran Barbosa) – Rua Vergueiro, 1.000, Paraíso, São Paulo (SP). Tel: (11) 3397 – 4002.



No artigo

2 comments

  1. Martha Amanda Responder

    Vocês têm notícias atualizadas sobre o mundial de futebol de rua ?


x