Kátia Abreu para juíza: “Produtor rural não precisa de dinheiro para contratar milícia”

Senadora protesta contra suspensão, já revista, de "Leilão da Resistência", organizado por ruralistas para financiar oposição aos índios na luta por terra

496 0

Senadora protesta contra suspensão, já revista, de “Leilão da Resistência”, organizado por ruralistas para financiar oposição aos índios na luta por terra

Por Redação

Kátia Abreu (Foto Mídia Ninja)

No Mato Grosso do Sul para participar do chamado “Leilão da Resistência”, a senadora Kátia Abreu (PMDB/TO), que também é presidente da CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil), mandou um recado para a juíza da 2º Vara Federal, Janete Lima Miguel, na manhã deste sábado (07). “Eu informo essa senhora que o produtor rural não precisa de dinheiro para contatar milícia.”

Janete foi responsável por conceder liminar que cancelou o leilão, previsto para a última quarta-feira (04). Porém, a Federação de Agricultura e Pecuária do Mato Grosso do Sul (Famasul) anunciou que a Justiça Federal deferiu, na última sexta-feira (06), o recurso impetrado pela organização e autorizou o evento, que deve acontecer no final da tarde deste sábado (07).

O evento pretende leiloar cabeças de gado para financiar a “divulgação do movimento e segurança dos ruralistas”, segundo Francisco Maia, presidente da Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul (Acrissul), em entrevista ao portal G1. São aguardados, para o leilão, mais de 2 mil produtores rurais do MS, além de parlamentares federais e estaduais.



No artigo

x