PPS apoiará Campos porque “é mais fácil para derrotar o governo do que com Aécio”

A frase é do presidente do partido, Roberto Freire, confirmando aliança com o PSB

306 0

A frase é do presidente do partido, Roberto Freire, confirmando aliança com o PSB

Por Redação

Roberto Freire (Foto: abio Rodrigues Pozzebom/ABr)

Ontem (16), o presidente nacional do PPS, Roberto Freire, foi direto ao explicar o motivo pelo qual seu partido apoiará o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), à presidência da República, em 2014. “Queremos derrotar o governo e é mais fácil derrotar o governo com Eduardo Campos do que com Aécio Neves.”

Além de apostar em uma candidatura fraca do PSDB, Freire acredita que exista uma similaridade entre PPS e PSB no que diz respeito à leitura sobre o governo Dilma Rousseff. “Temos mais convergências que divergências.”

“Campos traz para a oposição uma dissidência do regime”, afirmou Freire, lembrando que o PSB integrava o governo Dilma até setembro de 2013, quando decidiu romper visando as eleições de 2014.

As declarações foram dadas em um hotel na praia da Boa Viagem, em Recife, horas antes do encontro entre Freire e Campos, para traçar a estratégia de atuação da aliança política entre os dois partidos.



No artigo

x