Justiça à brasileira: Demóstenes Torres curte Ano Novo na Itália

O ex-senador Demóstenes Torres foi flagrado mantendo relações com um chefe do crime organizado de Goiás e continua livre, fazendo compras na Itália

1299 18

O ex-senador Demóstenes Torres foi flagrado mantendo relações com um chefe do crime organizado de Goiás e continua livre, fazendo compras na Itália

Por Blog da Cidadania

Demóstenes passeando pela Itália. Ao lado, Genoíno em prisão domiciliar (Foto: Blog da Cidadania)

Dois homens, duas acusações, dois pesos e duas medidas.

O ex-senador Demóstenes Torres foi flagrado mantendo relações com um chefe do crime organizado de Goiás. Há fartas provas materiais contra ele, inclusive gravações em que aparece se corrompendo.

Demóstenes foi flagrado por uma fonte deste blog desfrutando das delícias que o dinheiro pode comprar. A foto que o leitor vê acima foi tirada na cidade italiana de Firenze no primeiro dia deste ano.

José Genoino foi acusado de corrupção ativa e formação de guadrilha e condenado a 6 anos e 11 meses de prisão sem uma única prova material ou mesmo testemunhal. Para condená-lo, usaram a teoria de que seria “verossímil” que fosse culpado.

No mesma foto acima, Genoino aparece em prisão domiciliar, em Brasília, no dia 6 último, após a Justiça ter decidido lhe cobrar uma multa que vale mais do que a casa humilde em que reside, num bairro de periferia da grande São Paulo.

Os fatos acima resumem a Justiça brasileira. Abaixo, as fotos de como a elite judiciária trata a elite política deste país, que paira acima das leis enquanto debocha delas.

(Foto: Blog da Cidadania)



No artigo

18 comments

  1. Victor Responder

    A maneira como esta revista tenta subverter a lógica das coisas é nojenta! A AP 470 demorou quase 10 anos para ser julgada até o trânsito em julgado e prisão dos MENSALEIROS. durante estes mesmos 10 anos TODOS OS MENSALEIROS aproveitaram natais e demais feriados onde bem entenderam, às margens da impunidade! Todos foram investigados, acusados, julgados e condenados dentro do devido processo legal pela mais alta corte do país, formada, em sua IMENSA MAIORIA por magistrados indicados pelo partido dos condenados. Tratar tal condenação como política é, no mínimo, antidemocrático. Por outro lado, o país não se divide entre petistas e antipetistas. A “impunidade” ao ex senador Demóstenes torres ou ao “mensalão do psdb” não tira uma vírgula da culpabilidade dos MENSALEIROS, que cometeram crimes e agora, nada mais natural, TÊM QUE PAGAR!

    1. Paulo Ribeiro Júnior Responder

      Tira vírgulas, pontos e muitos pontos de interrogações, seu alienado…basta uma perguntinha prá vc,os reaças e pro barbosinha do stf-zinho…..mostra as provas?….vamos: estamos esperando?….mostra umazinha qualquer?

      1. Victor Responder

        Paulo Petralha, segue uma breve relatório síntese dos motivos que levaram ao convencimento dos ministros para as condenações: os repasses de vultuosas quantias em dinheiro a líderes e vice líderes de partidos na câmara dos deputados foi comprovada por inúmeros documentos e confessados pela quase unanimidade dos réus. Apesar de afirmarem que estes valores referiam-se ao pagamento de despesas de campanha, os valores foram pagos pessoalmente aos líderes dos partidos na câmara, e não aos tesoureiros das agremiações ou outra pessoa responsável pelo pagamento das dívidas eleitorais. Os valores foram repassasdos, inclusive, a partidos opositores do PT nas eleições de 2002 (caso do PP), sendo que todos estes partidos, a partir de então passaram a votar a favor do governo. Apesar de todos alegarem, em suas defesas, que tais quantias eram para o pagamento de dívidas eleitorais, ninguém conseguiu apresentar um comprovante de pagamento de dívida eleitoral compatível com os valores recebidos e com as datas de recebimento. O conjunto probatório é vasto, basta analisar.

  2. Natan Mattos Responder

    O devido processo legal, a presunção de inocência, o contraditório não valem de nada?? Demóstenes, corrupto, ainda não foi julgado, Genoíno, outro corrupto já o foi, julgado, condenado, sem possibilidade de recursos, portanto cumpre prisão.

    1. Paulo Preto Responder

      E vc acredita que Demóstenes será julgado? Vc acredita que Eduardo “Mensalão Tucano” Azeredo será julgado (o caso ocorreu em 1998)? E vc acredita na Xuxa e no Pelé?

  3. Francisco J L Rolim Responder

    Coitadinho do Genoino, tão pudico, tão coitadinho, merecia um cantinho na casinha la do fundo do quintal, ou juizes desumanos, por que não acreditam na inocencia deste pobre homem, será que não acreditam e DEUS como o Genoino, o dinheiro fabricada e esquentado nem foi pra ele, tadinho, solta ele juiz, solta, garanto que ele vai se eleger deputado federal e ir ocupar a comissao de constituição e justiça na maior cara de pau e fara tudo que o partido determinar, tadinho, juiz, solta ele.

    1. Paulo Preto Responder

      Sobre Demóstenes o cidadão não escreve uma só palavra. Execrável o comportamento desta classe média estúpida e servil.

  4. Claudio Guarani-Kaiowa Menewaz Responder

    …qto burro falando merda….. defendendo o comprovadamente ladrão, e acusando o q nunca conseguiram provar q roubou algo….. adoro esses pobres q lambem c…. de jornalecos e GROBO….. DEVEM ASSISTIR BBB

  5. Fábio Responder

    Logo logo aparece algum Hotel sem dono pra pagar a conta do pobrezinho…

  6. josehrio Responder

    O cara ainda tem uma mulher gostosa… de que classe ela é?

  7. Victor Responder

    Me responda, o que comprou a confissão de Marcos Valério, um homem rico, agora condenado a 40 anos de prisão, sem sequer o benefício de passsar o natal em prisão domiciliar? O mensalão tucano não foi julgado por motivos processuais. Torço para q seja julgado em breve e, caso comprovado o cometimento dos crimes, que estes acusados cumpram penas, da mesma maneira que os mensaleiros petistas. Mas uma coisa me intriga:quem teria obrigado os ministros do stf a condenar os mensaleiros sem convencimento da culpa, se aqueles não são subordinados a ninguém, e pior, 9 dos 11 ministros foram indicados pelo partido dos “injustiçados”?

  8. Marco Responder

    pra mim estão implantando o comunismo no brasil. psdb acabou com educação no brasil, é aprovação compulsória o nome acho, resumindo , aluno que passa de ano ganha diploma mesmo sendo analfabeto. pt continua no mesmo esquema. questão das armas. tirar armas da população de bem, quem tinha armas ilegais oou tinham que entregar ou “catalogar” e legaliza-la na pf, nossa comunicação é violada a privacidade, liberdade sexual plena juventude corrompida. pt e psdb estiveram em situações e oposições, e ambos destruindo seus lideres. sempre na maior gana. corruptos impunes (psdb) e quando julgados e condenados não cumprem as regras (pt) “perdemos a crença nos governantes”., disturbios ” manifestações exageradas com vandalismo”, população dividida , na politica existem 2 grupos distintos, divindo poder ora um ora outro e a população numa guerra entre os dois grupos (bem proposital e construido) . nem vou mais perder tempo. leia o decálogo de Karl Marx e me diga : O que você enxerga hoje ? Só falta o golpe mortal de tomada de poder a força ! Acabando com nossa democracia e dando uma banana pra população. Acordem brasileiros ! essas 2 bandeiras que estão fingindo serem SOCIALISTAS, estão promovendo essa baderna. Povo ACORDA !

  9. Paulo Ribeiro Júnior Responder

    diminui vírgulas, reticências e pontos de interrogações. Quem surgiu primeiro?…pq não desmembraram os processos? Pq não tiram o sigilo da AP 2474?…..mas o principal: temos vnos documentos do mensalão do psdb, mas por favor à nossa inocência:mostra uma provinha contra o PT…..vc pensa que é esperto….aqui tem café no bule seu alenado….

  10. Paulo Ribeiro Júnior Responder

    honestíssima, pede prá globo mostrar o darf, o itaú pagar o que deve, mostra ai o sonegômetro, já que adoram o impostômetro…..ah vai plantar batata no asfalto, que aki não tem otário, não….

  11. Paulo Preto Responder

    Victor, sequer mencionei os mensaleiros do PT, o caso evidente de caixa 2 (portanto, crime) transformado em espetáculo midiático. Sobre Demóstenes, não é da competência do STF, porém, ele era Senador no momento da corrupção, e a morosidade do TJ de Goiás (aliás, coisa muito suspeita) impediu que o caso chegasse onde deveria chegar em tempo hábil. Manobras meu caro, que só os poderosos e amigos das cortes dispõem. Petistas, nesse sentido, são pé de chinelo, não gozam de prestígio junto aos magistrados de instâncias diversas, como o Brasil inteiro pode notar.

    1. Victor Responder

      Paulo Preto, mencionei os mensaleiros petistas para contextualizar a matéria que estamos comentando. Quiz expor meu pensamento de que a “impunidade” a uns não tira a legitimidade da punição legalmente aplicada a outros. Quanto ao caso Demóstenes, a competência se dá no momento do oferecimento da denúncia, quando ele já não mais é senador. Não sei se você conhece profundamente o saturado sistema judiciário brasileiro, mas um fato desvendado em meados de 2012 ainda não ter transitado em julgado e gerado cumprimento da pena em janeiro de 2014 não constitui, de forma alguma, um privilégio. Caso fosse privilégio, não entendo como a AP 470, que levou quase dez anos para ser julgada também não o seria.

  12. Paulo Preto Responder

    ServiLLLLLL, por favor, ServiLLLLLL….

  13. Paulo Preto Responder

    E vc só acredita na grande imprensa. Pobre coitado manipulado


x