Gay assumido, Tom Daley boicota torneio de saltos na Rússia

Principal competidor de saltos ornamentais da Grã-Bretanha declarou que não vai participar da competição por conta das leis anti-gays

619 1

Principal competidor de saltos ornamentais da Grã-Bretanha declarou que não vai participar da competição por conta das leis anti-gays

Por Redação

Gay assumido, atleta declarou boicote ao evento de salta que vai acontecer na Rússia

Tom Daley, fenômeno nos saltos ornamentais que ganhou a sua primeira medalha de ouro aos 14 anos nos Jogos Olímpicos de Pequim, declarou que não vai participar do torneio de saltos russo, o Fina, que acontece em maio na capital Moscou. O boicote se dá por conta das leis anti-gay do país. Apesar do desfalque, a equipe apoiou a decisão do atleta.

De acordo com a imprensa britânica, Daley declarou que não poderia participar dos torneio por contas das leis homofóbicas do governo de Putin. O atleta disse que o seu gesto é político e de apoio à comunidade LGBT da Rússia. A participação no Fina vale pontos para o ranking mundial de saltadores ornamentais.

O boicote de Tom Daley teve ampla repercussão na Grã-Bretanha, onde é admirado pela população que também apoiou a decisão do saltador olímpico. Sempre motivo de especulação, Daley resolveu assumiu sua homossexualidade no ano passado, por meio de um vídeo no YouTube no qual revela sua orientação sexual e diz estar apaixonado por outro homem.

 



No artigo

1 comment

  1. Matheus Emílio Silva Responder

    Daley, Obama, Elton John, Cher…. O mundo se opõe as leis anti-gay da Rússia.


x