PT fica com a Comissão de Direitos Humanos

A informação foi oficializada pelo deputado Paulo Teixeira, que em seu Twitter confirmou acordo para que o partido assuma a CDHM

308 0

A informação foi oficializada pelo deputado Paulo Teixeira, que em seu Twitter confirmou acordo para que o partido assuma a CDHM

Por Marcelo Hailer

PT fecha acordo com PP e assume presidência da CDHM

Já circula a informação de que o Partido dos Trabalhadores (PT) entrou em um acordo com o Partido Progressista (PP) para que a Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) não corra o risco de ficar com o deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ). A negociação foi confirmada pelo deputado Paulo Teixeira (PT-SP), que em seu Twitter garantiu que a presidência da comissão fica com o PT.

Na reunião que aconteceu nesta tarde (18), as lideranças dos dois partidos decidiram que o PT fica com a  Comissão de Direitos Humanos, além da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) e a de Seguridade Social e Família (CSSF), enquanto o PP deve ficar  com a Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público (CTASP) e a Comissão de Viação e Transportes (CVT). A ação foi feita para impedir que Bolsonaro fosse indicado à presidência da CDHM e assim repetir o ocorrido no ano passado, quando o parlamentar e pastor Marco Feliciano (PSC-SP) assumiu o comando da comissão.

A liderança do PT na Câmara dos Deputados, entretanto, declarou que não “há nada confirmado” e que às 18h de hoje (18) será realizada uma reunião que irá decidir quais comissões o PT vai assumir.

A reportagem de Fórum tentou entrar em contato com deputado Paulo Teixeira, mas ele estava em plenário. A assessoria do parlamentar confirmou o acordo e disse que dificilmente ele “será desfeito”. Sobre o nome que pode vir a assumir a presidência da CDHM, ainda não há uma definição. Desde janeiro circula uma campanha na internet pedindo para que a deputada Erika Kokay (PT-DF) assuma a presidência da Comissão.

 

 



No artigo

x