O culto à violência policial no Facebook

Interações de páginas policiais na rede social confirma que a violência é definitivamente um hit

842 5

Interações de páginas policiais na rede social confirma que a violência é definitivamente um hit

Por Fábio Malini, em Labic

A ecologia midiática de páginas policiais demonstra o fundo do poço que a sociedade brasileira ainda vive. Os posts das páginas, em geral, demonstram o processo de construção da identidade policial embasada no conceito de segurança em que a paz se alcança não mediante a justiça, mas mediante à ordem, à louvação de armamentos e à morte do outro. Nos comentários, nenhuma mediação possível para qualquer pensamento civilizacional.

As páginas de maior peso na rede são: “Faca na Caveira“, “Polícia Unida Jamais será Vencida“, “Admiradores Rota“, “Eu Nasci para ser Polícia“, “Polícia 24 horas“. Abaixo segue a rede das páginas mais referenciadas pela cultura policial no Facebook. É bom conhecer e começar a minerar todos os conteúdos que são publicadas nelas.

O curioso: enquanto o Facebook derruba sites ativistas, mantém outros que possui clara violação à dignidade da pessoa humana.



No artigo

5 comments

  1. Danilo Silva Responder

    Ta. Mas e a reportagem?

  2. Marcelo Responder

    E cadê o resto da reportagem? Um tópico ilustrando um mapeamento de dados não é lá muito profundo. Acho que deveria ser o contrário, não? O mapeamento ilustrando a ideia.

    Mas enfim. Concordo com o ponto de vista (?)

  3. Xisperito Responder

    Huuum, interessante… Opa espera ai, o que que é interessante? kkkkkkkk Só mais um ridiculo tentando denigrir a imagem de homens honrosos

  4. Raphael Melo Responder

    https://www.facebook.com/groups/1400460620173986/?fref=ts

    E esse grupo onde noias vendem coisas provenientes de roubo?

  5. Alberto Noa Responder

    Mais um dos Direitos Humanos…


x