Frei Betto: CIA financiou Marchas da Família com Deus

CIA utilizava o padre Patrick Peyton para vir ao Brasil e organizar as Marchas da Família com Deus pela Liberdade que preparam todo o caldo golpista de 1964

1345 23

CIA utilizava o padre Patrick Peyton para vir ao Brasil e organizar as Marchas da Família com Deus pela Liberdade que preparam todo o caldo golpista de 1964

Por Redação

Em entrevista ao portal UOL, Frei Betto, que foi preso e torturado durante a ditadura, conta que as Marchas da Família com Deus pela Liberdade eram patrocinadas pela CIA. Betto conta que na véspera do golpe militar de 1964 a CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) estava dividida entre apoiar ou não os militares.

“Em meados de abril de 1964, numa reunião no Rio da qual participei como membro da direção nacional da Ação Católica, houve uma furiosa discussão entre bispos conservadores e progressistas, tendo ganhado o setor conservador. E a CNBB oficialmente apoiou o golpe por ter livrado o Brasil da ameaça comunista”, disse o frei dominicano.

Posteriormente, o religioso revela que o clima de golpe já era alimentado pela CIA a partir do padre Patrick Peyton, “que era o pároco de Hollywood” e que vinha ao Brasil “pago pela CIA para fazer as Marchas da Família com Deus pela Liberdade”. De acordo com Betto, Peyton “promovia grandes mobilizações nesse sentido. Portanto, quando veio o golpe, a igreja agradece a Nossa Senhora da Aparecida ter livrado o Brasil da ameaça comunista”.

Após o AI-5, em 1968, Frei Betto relata que setores da igreja apoiadores do  golpe perderam espaço. “Alguns foram morrendo, outros foram aposentados por razão de idade ou de doença, mas eles foram perdendo a hegemonia da CNBB, que passou para as mãos dos progressistas, que eram críticos contundentes da ditadura e, portanto, defensores dos direitos humanos. Você vê surgir uma igreja progressista, das Comunidades Eclesiais de Base (CEBs), das pastorais populares, assumindo uma posição bastante consequente, contundente, contra a ditadura militar”.

Está agendada para este fim de semana, em algumas cidades brasileiras, a reedição da Marcha da Família com Deus pela Liberdade.



No artigo

23 comments

  1. Luis Alberto Responder

    Para os “çientistas çociais” e “estoriadores” aqui tem a PROVA vinda de fonte primária, e do próprio inimigo, de que não havia um agente da CIA antes e depois de 64 no Brasil. Em contra partida, haviam milhares de agentes da KGB e cubanos. Quem afirma é o responsável por todas as operações da KGB no Brasil para a época, cujo objetivo era expandir a revolução cubana em todo continente. Um único agente que a KGB encontrou no Brasil, à época, foi um agente do FBI mas que, mesmo assim, sem participação comprovada em atividades ligadas ao contra-golpe. Mas não ficamos só por aí. Em razão disso, eles precisaram criar uma operação, que foi chamada de operação Toro, cujo objetivo era plantar desinformação nos meios de comunicação local. Eles fizeram isso falsificando documentos da embaixada americana e, em outra ponta, contaram com dezenas de jornalistas infiltrados nas redações brasileiras que recebiam dinheiro da KGB para divulgar os documentos falsos. EU ESTOU MOSTRANDO PROVAS ..O FREI BETTO PODERIA NOS MOSTRAR TAMBÉM AS FONTES DOCUMENTAIS EM QUE ELE SE BASEIA PARA AFIRMAR ISSO… Só não valem os memorandos falsos porque esses, nos documentos que te mostro aqui, se provam falsificados pela KGB. SE VC QUISER ENTENDER COMO VC E FREI BETTO SÃO ENGANADOS ATÉ HOJE (OU MELHOR, COM FREI BETTO TE ENGANA ATE HOJE) EIS AS PROVAS. https://www.youtube.com/watch?v=Dbt1rIg8FbI

    1. Gui Responder

      mente fertil…..já pensou em ser roteirista?

      1. Nonato Responder

        Mente fértil? O cara estudou e conhece a verdade na fonte. Vá estudar também.

    2. Antonio Responder

      caramba! meu filho, voce está surtado: a história para voce é algo que se inventa, né? se for só má informação, vá estudar. Se for mentira consciente mesmo, vá tomar um pouco de vergonha na cara.

    3. Humberomello Responder

      Vejo que a idade não trouxe bom senso a esse Frei… continua do lado dos comunistas.
      Pena não ter ido encontrar o criador naquela época ainda

    4. Indio Responder

      Leia o livro ” Memórias de uma guerra suja” onde Claudio Guerra, ex delegado e um dos maiores executores da ditadura militar conta que era financiado pela CIA sim, recebiam armas, treinamentos e tecnologia para combater a esquerda brasileira, ele mesmo tinha uma parceria com um agente da CIA…realmente existiam cubanos aqui e o proprio Fidel envou dinheiro e treinamento para os militantes brasileiros, da mesma maneira que existiam militares brasileiros de extrema direita que executavam açoes terroristas em outros países combatendo o comunismo!

    5. belasco Responder

      Quetia ter essa disposicao para delirar. Sai da internet e vai marchar meu filho!

    6. Gabriel Responder

      Cara, KGB? No Brasil? Se tivesse KGB aki isso já era comunista faz tempo.

    7. IBYM Responder

      A Revolução Cubana evitou que os mafiosos dos EUA transformassem Cuba na latrina do Tio Sam, com parte do povo cubano transformado em bêbados e prostitutas. Foi um movimento legitimo e corajoso do povo de Cuba. Agora, acreditar que a CIA não fez no Brasil o que fez naquele período e faz em todo o Mundo até hoje, é o limite extremo da ingenuidade, com uma dose cavalar de alucinação informativa. Aliás Papai Noel existe e os norte-americanos são os salvadores da humanidade, Pasme-se

    8. marcos Responder

      …esse comentário é a marca registrada de um pago pela CIA ou milico de pijama mijado…escolha entre traidor da nação (milicos deixaram o Brasil de 4 para o sionismo financeiro internacional) ou imbecil estrutural…

    9. Sergio S. Responder

      A CIA também não financiou as campanhas de vários deputados. Tudo mentira … kkk

  2. Karl Responder

    Este tal de Luis Alberto existe mesmo ou é uma materialização da imbecilidade miliciana? Quer dizer que o embaixador Lincon Gordon, o adiddo Walters, os documentos do governos americano liberados e toda a imbecilidade direitista não existiram no complo do Golpe planejado e financiado pela Casa Branca? Ora, “sumidade” Albertina, que belo coxinha vc se mostra: alienado e imbecil

  3. Debora Responder

    Pode ser (tenho minhas dúvidas) que tivesse um agente da KGB no Brasil.
    Porém sei faz tempo que esse Padre Payton era agente da CIA, isso não é conversa nova. Quem esteve na tal da marcha, percebeu algo muito estranho num padre americano, falando um português macarrônico e rezando a missa.Portanto, sendo Frei Beto um religioso que presenciou tudo isso dentro da CNBB, pq duvidar da palavra dele? Tem que ser alguém muito irrascivel, com raiva de sei lá o quê, sem o menor pudor de parecer ridículo com sua infeliz postagem.

  4. Torres Responder

    Provas, Luiz Alberto??? Isso aí que você fala são provas??? Que interessante, parece que você não conhece nada da história…! Ler é bom e faz bem pra não falar impropérios como esses…

  5. Geraldo M. Responder

    Sr. Luis Alberto, sabe de que a direita vive? Do crime, da covardia e da mentira, a soldo do Tio Sam, que lhes fornece armas, por isso são tão valentes. Covardes é que são. Deviam tentar trabalhar as próprias cabeças. Não evoluem.

  6. Erico Responder

    Luis Alberto, que erva é essa meu amigo? bagulho forte hein! bom, se quiser ter provas sobre o tema basta ler um livro escrito simplesmente por um ex-agente da CIA onde tem dados claros do patrocínio americano ao golpe de 64.
    Livro: Dentro da “Companhia” – Diário da CIA
    Autor: Philip Agee

  7. Vitor Responder

    Que bom, verdade ou não, nos livramos do comunismo no Brasil! Precisaremos de ação novamente, pois pelo jeito querem voltar com essa palhaçada…

  8. Thiagomota Responder

    Luis Alberto, vc daria um ótimo roteirista de novelas do sbt.

  9. Luis Alberto Responder

    Puxa vida. Não é a toa que pesquisas mostram que 84% dos brasileiros são analfabetos funcionais incapazes de interpretar um texto com alguma complexidade.
    Vou além. Já não sabem diferenciar SUPOSIÇÃO de FATOS COMPROVÁVEIS. O que propus lá em cima não é produto de delírio de ervas, mas algo que existe e que pode ser averiguado aqui: http://www.abscr.cz/en/searching-in-the-archival-finding-aids

    1. Luis Alberto Responder

      Reparem que são documentos oficiais de um governo, que à época, era um dos braços e colaboradores da KGB. Portanto, não é desinformação plantada da CIA (kkkkk), são provas produzidas pelos prórios autores das ações… Vão ser inteligentes assim, para não saberem diferenciar suposições de fatos comprovávesis, no PT, no PSOL, no PSTU e porcarias afins..

  10. Comunismo Responder

    Viva o Comunismo!!! Os olavetes e os bolsonarinhos ficam com o rabo pegando fogo de medo. Aguardem. A guerra ainda virá. O paredão está esperando vcs… aguardem.

  11. Ramon Mercader Azul Responder

    Qual a fonte do tal “sacristão” Betto para dizer que o Padre Peyton era agente da Cia? Ele sim, o sr. Carlos Libâneo, vulgo “frei” Betto é que tem toda a pinta de ser um agente do serviço secreto CUBANO no Brasil. Esse tipo de pseudo-intelectual só sabe fomentar a desinformação. Por que o sr. Betto não comenta sobre os campos de prisioneiros em Cuba, na Coreia do Norte? Esse sujeito não é frei, é só um encostado na Igreja. Eu que li dele um só livreco – “Paraiso Perdido” no qual ele gasta mais de 400 páginas para bajular as ditaduras comunistas do Leste europeu que estavam caindo em 1990 só posso dizer que considero qualquer informação desse sujeito uma potencial MENTIRA.


x