Câmara atende pedido de Bolsonaro e homenageia golpe militar de 1964

Em gesto vergonhoso, Câmara dos Deputados atende pedido de Jair Bolsonaro e abre sessão para homenagear o golpe militar de 1964

2730 62

Em gesto vergonhoso, Câmara dos Deputados atende pedido de Jair Bolsonaro e abre sessão para homenagear o golpe militar de 1964

Por Altamiro Borges, em seu blogue

Num gesto deprimente e revoltante, a mesa diretora da Câmara Federal decidiu abrir espaço na casa para homenagear os golpistas de 1964. Por solicitação do deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ), famoso defensor das torturas e assassinatos do período da ditadura, ocorrerá uma sessão para “comemorar os feitos” do golpe militar de 1964, que completa 50 anos em abril. Segundo relato da Folha de S. Paulo de segunda-feira (17), a medida visa a agradar “tanto os defensores quanto os críticos da ditadura” e “evitar uma saia justa, deixando espaço para ambos os lados”. Um verdadeiro absurdo, que mostra a fragilidade da democracia brasileira!

A Câmara Federal já havia programado uma sessão solene para lembrar os 50 anos do fatídico golpe, que tanto infelicitou a nação brasileira – com prisões, torturas, mortes, desaparecidos, fechamento do Congresso Nacional, intervenção nos sindicatos, censura a jornalistas, entre outros vários crimes. Por solicitação da deputada Luiza Erundina (PSB-SP), o ato homenagearia “civis e militares que resistiram à ditadura” e seria “consagrado à reflexão sobre o significado da luta pela democracia e sobre a herança autoritária ainda por enfrentar e superar plenamente em nosso país”, conforme detalha o requerimento aprovado.

A deputada federal ainda sugeriu que a Câmara Federal promova, em 2014, o “ano da democracia, da memória e do direito à verdade”, com vários eventos para lembrar o período sombrio da ditadura. Outras atividades também estão sendo organizadas pelos partidos progressistas e movimentos sociais. Num gesto de provocação, porém, a bancada dos saudosos do regime militar forçou a barra para obter espaço para suas ideias fascistas no Congresso Nacional e conseguiu a complacência da mesa da Câmara Federal, presidida pelo deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN).

Segundo relato da Folha, o deputado Jair Bolsonaro já “prepara para a sessão de abril um discurso de meia hora e disse que vai aproveitar o alcance da TV Câmara para ‘desmistificar o que foi o período militar’. Um dos convidados do deputado é o coronel reformado Carlos Alberto Brilhante Ustra, que chefiou o DOI-Codi em São Paulo e é considerado um dos símbolos da tortura praticada pelos militares. Para ele, não há constrangimento em levar para dentro do Congresso Nacional a defesa do golpe. ‘Aqui não é a casa da democracia, que vale o contraditório, que todos têm direito de se expressar?’”, disse.

A decisão da Câmara Federal é repugnante e beira a ilegalidade. Em 2013, na presença dos chefes das Forças Armadas e da presidente Dilma Rousseff, o Congresso devolveu, simbolicamente, o mandato do presidente João Goulart (1919-1976), deposto pelo golpe. Pouco antes, os parlamentares anularam a sessão do Congresso de 2 de abril de 1964 que viabilizou o golpe ao declarar vaga, na ocasião, a Presidência da República. Além disso, uma Comissão da Verdade, instituída pelo governo federal, apura os crimes da ditadura – exatamente para que eles não voltem a ser cometidos. Agora, a Câmara abre espaço para os golpistas e os saudosos da ditadura!



No artigo

62 comments

  1. Felipe Moreira Responder

    Socialismo ou barbárie! De que lado você está? Bolsonaro já fez a sua escolha…

    1. VCF Responder

      Para aqueles que às torturas só existiam quando da intervenção militar, aqui está à prova do que acontece na nossa democracia “http://globotv.globo.com/rede-globo/jornal-hoje/v/cabeca-humana-e-encontrada-na-praca-da-se-sp/3242418/”, claro, que a nossa memória só se lembra da época da intervenção militar (pra mim, boas lembranças), mas para outros, na nossa democracia a memória se apaga quando das lembranças da tortura do jornalista da globo e depois queimado por estar fazendo uma reportagem e se formos comparar às atrocidades nos dois períodos, com certeza às pessoas vão perceberem que o vermelho está mais para nossa democracia atual.

      1. TNC Responder

        Existe uma diferença entre tortura realizada pelos agentes do poder publico, que está lá para manter a ordem er garantir nossos direito e a barbárie cometida por criminosos. Dos primeiros a sociedade espera proteção, dos outros se espera que os primeiros nos protejam…

  2. Sandra Maciel Responder

    Vergonha, vergonha, vergonha! Chamar um torturador para falar? Falar o que? Das atrocidades, das barbáries cometidas, sabe lá em nome de que? Por mais desacreditado que o parlamento esteja, a Cãmara de Deputados não poderia servir para esse papelão.

    1. roger Responder

      Se você tivesse um pouco mais de conhecimento e vontade de aprender, saberia que o período militar não foi a atrocidade que jogaram na sua cabeça acéfala. Mas acha que tens cérebro suficiente para usar um teclado e a internet soltar palavras de repúdio ao que não conhece.
      Vergonha é ter que ler uma reportagem patética e partidária, com um comentário demente desses.

      1. sam Responder

        Tem certeza de que ela é acéfala? Quem está fazendo xingamentos por estar por trás de um computador é você… Eu mesmo faço faculdade e estudo esse período e posso dizer que sim, esse foi um dos piores tempos da história do país. Quem deve se informar aqui é você roger.

    2. ELINALDO Responder

      . Percebe-se que há uma visível tentativa de acuar e envergonhar os militares, que vêm, na Mídia, nas redes sociais, distorcendo sua intervenção histórica de 1964, quando se anteciparam ao golpe que intalaria no Brasil uma ditadura sanguinária e cruel, que foi o comunismo. As gerações mais novas não percebem isso. O Movimento Democrático de 1964 é chamado de “Golpe”; o governo militar, que tanto progresso trouxe ao País, num período de transição para a Democracia, é chamado despudoradamente de “Ditadura”. A Revolução Democrática de 1964, a meu ver, não pode ser considerada Golpe, mas um Movimento de Libertação Nacional, para a consolidação da Democracia. SÓ EXISTE DEMOCRACIA, HOJE, NO BRASIL, GRAÇAS A DEUS, em primeiro lugar, e ao MOVIMENTO DEMOCRÁTICO DE 1964. Se o comunismo tivesse vencido, milhões de braslleiros teriam sido mortos, trucidados, metralhados, se discordassem do regime ditatorial. Na Rússia, a pátria-mãe do comunismo, idealizado por Karl Marx, Stalin, seu discípulo, matou mais de 60 milhões de compatriotas! O povo precisa saber disso. Quem discordava, era enviado para Sibéria, para morrer de fome, a 40 graus abaixo de zero; os intelectuais, os artistas, os médicos, os profissionais liberais, muitos que ajudaram o regime, quando discordavam, eram INTERNADOS A FORÇA EM HOSPITAIS PSIQUIÁTRICOS, e tratados na base de drogas violentas, para perderem a memória, pois eram considerados “doentes mentais”. Basta ler as obras de Alexander Soljenítsin, escritor russo, que denunciou ao mundo o que ocorria nos gulags, ou campos de trabalhos forçados para quem discordasse do regime. Os militares cometeram erros, excessos, e agiram de modo violento, em muitas ocasiões, na guerra contra os terroristas a serviço de Moscou. Mas foi pactuada uma Anistia entre as partes que se enfrentaram durante o período do governo militar. Mas não devemos esquecer o que fizeram de positivo em prol da nação brasileira. Foi nos governos militares que foi criado o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), em substituição ao antigo sistema de estabilidade e de indenização dos trabalhadores demitidos; foi fundado o Banco Nacional de Habitação (BNH) que, obtendo os recursos do FGTS, deveria financiar a construção de casas populares; Foi criado o Instituto Brasileiro de Reforma Agrária e o Estatuto da Terra. O governo investiu em grandes projetos (construção de estradas e hidrelétricas) e estimulou a exploração econômica da Amazônia e da Região Centro-Oeste. A expansão da oferta de empregos e a prosperidade beneficiaram principalmente a classe média: os grandes projetos: construção da hidrelétrica de Itaipu, lançamento do Programa Nacional do Álcool (Proálcool), assinatura do acordo para a construção de usinas nucleares no Brasil, foram realizações daqueles governos. Nos governos militares, não havia espaço para “sanguessugas” ou “anões do orçamento”, e muito menos para “mensaleiros” corruptos, que desviaram e se aproveitaram de recursos públicos; certamente, o governo militar não compraria uma refinaria, no Texas, pelo preço superfaturado em 8 vezes; nem construiria um porto, por quase um bilhão de dólares, para servir à ditadura cubana, sem que os brasileiros soubessem. O brasileiro “tem memória curta”, dizem. Assim, quando se aproxima o dia 31 de março, e só nos quartéis haverá alguma referência à Revolução de Março de 64 (se o governo permitir), dou minha palavra de solidariedade a tantos homens que arriscaram suas vidas para livrar o País do regime mais cruel que o mundo conheceu, depois do Nazismo. Se o comunismo tivesse vencido, não haveria jornais. Só haveria O Jornal do Governo; náo haveria emissoras de rádio nem de TV, livres; só haveria a emissora de Rádio e de TV do Partido Comunista; não haveria igrejas. Todas foram fechadas na Rússia comunista, em Cuba e na China de Mao Tsé Tung, com sua famigerada, cruel e sanguinária “Revolução Cultural”. Os comunistas de ontem, sonham, hoje, com o controle da imprensa, e desejam acabar com a liberdade de opinião, e de crença, também. É fácil entender por quê; Assim, agradeçamos a Deus pelo Movimento Democrático de 1964, pois foi usado para livrar o País da pior ditadura que já se conheceu no mundo. O PT tem especial atenção e apreço pelas ditaduras atuais, de cuba, do Equador e da Venezuela. Pelas armas, creio que jamais ganharão. Mas pela política, manipulação de dados, conforme Gramsci, seu mentor; com o uso de programas sociais, necessários, mas usados como moeda eleitoral, desejam permanecer 50 anos no poder. Deus salve o Brasil!

      1. Ryuzaki Responder

        Cara como você é burro, fazer mensão a um periodo de ditadura e chamar de Movimento Democrático? dizer que o socialismo prega esse monte de babozeiras que você falou, cara deixa de ser alienado acorda pra vida, os militantes do periodo de DITADURA pra poder ter voz mediante a midia CENSURADA tiveram que planejar ações cinematograficas como o sequestro do embaixador dos Estados Unidos, ainda por cima coloca Deus salve o brasil! já sei de onde vem sua alienação… Igreja a instituição mais sanguinaria e segragacionista de todos os tempos

        1. Gurgel Responder

          Amigo, acorde para a língua portuguesa!

  3. Nascimento Responder

    vergonha é essa anaquia que se instalou no país, viva o periodo miltar.

    1. francisco Responder

      Vergonha é ver uma terrorista, assassina comandar uma nação eleita pelo povo leigo e que não conhece a própria história. è ver o mosso dinheiro sendo levado para Cuba. MILITARES NO PODER,JÁ.

  4. Nasser Derzi Bou Khezam (Ivaiporã - PR) Responder

    Jair Bolsonaro canalha!. Ele nunca será e jamais será Presidente do Brasil!.

    1. Junior Responder

      Claro que não. Talvez pelo fato de não ter se vendido.

  5. Família Responder

    Definitivamente é um gesto vergonhoso. Mas não falo da homenagem, e sim daqueles que, com ajuda do governo, tentam hoje reescrever a história. Golpe: uma palavra estranha se analisar os fatos que levaram a ditadura militar. O padre Patrick Peyton iniciou uma campanha anti-comunista no Brasil, que culminou na maior manifestação do país: a Marcha da Família com Deus pela Liberdade. Conseguiu reunir toda sorte de brasileiros, não apenas cristãos, para combater um golpe iminente: o golpe comunista, já há muito tempo arquitetado. Os militares, com o apelo da população, tomaram o poder e se tornaram guardiões da democracia, afastando qualquer ideologia nefasta de contaminá-la.

    Embora a nossa ditadura tenha sido cruel, tudo poderia ser pior caso o nosso país se tornasse uma filial de Cuba – onde, embora muitos defendam a utopia socialista, não existe um resquício de democracia. No entanto, vemos nossos queridos políticos, outrora ”heróis” armados, enriquecendo; se envolvendo em corrupções, mensalões e, como líderes de seitas religiosas, comandam uma legião de acéfalos para doarem seus míseros centavos a fim de amenizar as suas penas – que, segundo eles, foram injustas. Ah, mas que país injusto: onde os tirânicos e ditadores milicos morrem de fome, e o adepto do marxismo, que lutava por uma ditadura do proletariado, anda com dinheiro até mesmo na cueca. Oh, que país injusto; que vergonha! Então eu deixo aqui, sabendo que meu comentário será apagado de imediato, meus parabéns pela coragem do nobre deputado Jair Bolsonaro. Mesmo não concordando sempre com a sua linha de pensamento, enfrentar os esquerdistas raivosos requer muita coragem, fé em Deus e orações. Parabéns, Bolsonaro!

    1. Roberto Responder

      Que miscelânea Familiar! Ditadura civil-militar cruel, subversivos líderes de seitas religiosas, ditadura do proletariado, ditadores milicos morrendo de fome… Credo!
      Camarada, Anjo tem sexo?…

  6. Alex Responder

    O que esta demasiadamente podre deve ser descartado para que se transforme em algo novo e melhor. Não adianta tentar remendar ou consertar algo que está demasiadamente estragado. Deve-se limpar o terreno e com novo adubo teremos frutos sadios nas próximas gerações. Os aculturados estão impregnados devido as esmolas oferecidas pelo PT e somam a maior parte das intenções de voto para as próximas eleições. Se por via democrática os formadores de opnião não conseguirão extirpar a lavagem cerebral que fizeram nesta maior parcela de votantes somado a irracionalidade do voto obrigatório não resta outra opção. Com uma ditadura provisória sem os erros do passado quanto ao cercimento de direitos humanos e que seja ponte para uma nova e verdadeira democracia , que venham os militares. Parem para refletir sobre a segurança pública,, saúde, educação , impunidade e o que resta para piorar ? Se viveram como eu na época dos militares não olhem para os carros importados e a hipocrisia do falso poder de compra dos escravos de Banqueiros. Fora PT, MDB,  e todas as ervas daninhas deste país. Que venham os militares !

    Alguns parecem mesmo lunáticos mas não confundam com todos

    1. roger Responder

      Falou tudo!

    2. messias Responder

      Alex, penso igualmente a ti, pois to jeito que esta nao pode continuar, e os que recebem, estas bolsas, que pra mim, nao passa de bolsa maconha cocaina craque e todas as drogas e bebidas, irao votar nesta corja de vagabundos novamente

    3. constantine Responder

      “Alguns parecem mesmo lunáticos mas não confundam com todos”
      Fala de si?
      opniao, conseguirão, cercimento. Fruto da educação militar!

      1. maurosfjunior Responder

        Em matéria do Bom dia Brasil… “Desigualdade se combate com educação de qualidade para todos. Entre os resultados do Ideb, divulgados na semana passada, um chama a atenção. Das 30 melhores escolas públicas do país, dez são militares.”
        Critique… mas evite as asneiras… corrigir alguém por conta de erros de português só prova sua fraqueza na argumentação…

    4. barbosabolsonaropresidente Responder

      corretíssimo! enfim alguém de bom senso!

  7. josé flávio Responder

    Vergonha….o fato esse país comunista igual a cuba..china…correia do norte..aonde já se viu um governo comunista prestar para o seu povo…Os militares prestarão um grande serviço a nação, banido esse golpe comunista..que hoje volta transvestido de democratas e acabando a nação…será que vocês não ver…..a turma do lula..destruindo tudo para se manter no poder..intervenção já;;;;

  8. Henrique Responder

    Parabéns Deputado!!! E que venha nova intervenção militar, o povo clama, já passou da hora. E a reportagem tendenciosa. INTERVENÇÃO MILITAR JÁ!

  9. ELMO Responder

    Ditaduras sem erros que . Isso é uma teoria do Estado .Hum!Que interssante : karl Marx , Marx Weber ,Poualntaz devem estar se revirando no túmulo com tantas coisas que ditas são ditas sem reflexão e com muito pouca quase nenhuma profundidade , sem consistência científica .Numa ditadura não existe democracia .Primeiro erro ..2 se não existe democracia, no tocante ao teor teórico da discussão, entende-se que nesse regime no qual ,vivemos,mesmo com suas incongruências podemos fazer escolhas tal como votar ou manifestar nossas opiniões declaradamente de foram que garanta às pessoas a liberdade de se expressar e de se manter caldo . , EM TODAS AS DITADURAS EXIASTENTES NUNCA HOUVE EM HAVERÁ´POSSIBILDADES PARA “DEMOCRACIA SEM ERROS” . ISSO O QUE O COLEGA DISSE ,NÃO TEM LÓGICA , .Como o povo poderia ser livre e optar em votar ou naõ votar ,se num processo ditatorial as decisões são tomadas por grupos oligárquicos , Não existe maior lavagerm cerebsal d oque imputada nos quareéis militares e sua filosofia positivista se manifes nordem mecnicista eum progre3sso qeu existew par peqta

  10. johanan Responder

    Chupa essa!!!!

  11. Rafael Responder

    Cara, vc está totalmente desenformado e doidão, Ditadura Militar no Brasil foi uma maravilha, é só perguntar quem viveu nessa época como era a segurança no pais, a polícia tinha moral, não existia bandidos, e os torturados eram esses que estão no poder hoje transformando esse Brasil num inferno geral. Que ditadura é essa eu o povo tinha paz e liberdade para ir pra onde quiser? Aqui não era ditadura de Cuba meu amigo, era uma ditadura saudável, honesta e para o bem do povo. Enesto Gaisel disse uma frase linda: “Se é vontade do povo brasileiro eu promoverei a Abertura Política no Brasil. Mas, chegará um tempo que o povo sentirá saudade da Ditadura Militar. Pois muitos desses que lideram o fim da ditadura não estão visando o bem do povo mas sim seus próprios interesses”

    General Ernesto Geisel
    (governo: 1974-1979)

    E este tempo já chegou, o povo clama para uma ditadura militar honesta, depois que liberaram votos no Brasil, isso aqui virou uma zona.

    1. Augusto Responder

      kkkkkkkkkk…desenfomado vc faltou a aula de português né?…dizem aos comunistas vai pra Cuba gosta de ditadura então vai pra Coreia do Norte !!! Se o Brasil clamasse por militares era simples eles se lançavam candidatos e ganhavam. Soquenão !!!

  12. Augusto Cesar Andrade Moura Responder

    É incrível a cara de pau de um sujeito pra escrever: que venham os militares. Se não deseja se locupletar em um Estado de Exceção, acredita que poderá descansar em paz, pois a coisa pública estará em boas mãos: pessoas que ninguém sabe quem é, que nem sabe o que fazer, que sentariam numa estrutura montada pela democracia e fariam qualquer coisa que lhes desse na telha, desrespeitando todome qualquer protocolo talhado a duros debates. E ele, deitaria em berço esplêndido como uma criança nas mãos de um bom pai. A educação politica de passiv7dade perante a coisa publica é de dar vontade de chorar.

  13. Juscelino Responder

    Sr Altamiro Borges, vivemos ou não em uma Democracia? Portanto, vamos deixar de demagogia e permitir que opiniões antagônicas sejam devidamente expressadas.

  14. Maximus Responder

    O “deputado-terrorista” Jair Bolsonaro, que gabava-se de colocar bombas nos banheiros dos quartéis da Vila Militar, segundo reportagem publicada nas Páginas Amarelas da revista VEJA. Essa atitude do parlamentar, incompatível com o ambiente democrático da Congresso Nacional. O parlamentar deveria ter sua conduta avaliada pela Comissão de Ética, pois a Sessão que declarou a Vacância do Cargo de Presidente da República, JOÃO GOULART, FOI ANULADA PELO PLENÁRIO DO CONGRESSO NACIONAL. Portanto é um desrespeito à soberana decisão adotada pelo Congresso!

  15. Bruno Responder

    Uma ex-terrorista na presidência, comissão da verdade que visa interesses muito específicos e agora essa. Tomara que exista uma cota para indignação, porque assim, talvez, ao atingir seu limite, vejamos as coisas mudarem nesse país.

  16. willys Responder

    Apoio plenamente os militares governando o país,porque nos vamos ter; ordem,disciplina,ética,caráter,progresso,segurança,honestidade,educação,justiça,saúde. etc sim aos homens de vergonha.QUE VENHAM OS MILITARES !

  17. Sérgio Sanglard Responder

    Estou com tigo, Bolsonaro para presidente.

  18. Adolfo Responder

    É preciso esclarecer os trogloditas sobre o fato de que democracia não é pesquisa de opinião, logo, vozes contrárias à liberdade devem ser peremptoriamente caladas!

  19. Keth Rousbergue Maciel de Matos Responder

    Bolsonaro teve importantes participações como legislador, por exemplo, durante a ação penal 470 e nas origens do mensalão. Entretanto, foram ações ofuscadíssimas pela negra atuação em prol de seus colegas militares, ao tentar defender o regime de ditadura militar no Brasil.
    Nada justifica a imensa repressão, assassinatos descabidos, cerceamento da liberdade de expressão e pelo imensurável aumento da corrupção – aliás, o regime militar tinha como bandeira a luta contra a corrupção que ampliaram!!!
    É lamentável ver que até hoje detêm poder para coibir a difusão do conhecimento dessa história em nossa sociedade. Lamentável vermos escolas receberem o nome de “Humberto de Alencar Castelo Branco” e tantos outros. Lamentável ver que pessoas com oportunidade de escrever uma bela história de futuro para este país, como o sr. Bolsonaro, se prestam ao trabalho de ocultar uma história tão negra, escrita por seus semelhantes, e tentam colorir quadros necrosados do nosso passado.

  20. strooll Responder

    golpe militar o caralho,contra golpe da ditadura comunista.

  21. Orion Responder

    Infelizmente cresce o número de ignorantes que pensam como cidadão Alex. Só quem teve parentes, amigos e conhecidos mortos, torturados e desaparecidos até hoje sabe na pele o sofrimento causado pela mais cruel forma de poder, o da força bruta. Quando acabam os argumentos e a capacidade de fazer oposição pela competência, pela moral, coisa que também não têm, aparecem as saídas apelativas. Ridículo alguém sugerir novo GOLPE.

  22. Brasileiro Responder

    Li nos comentarios acima, muitas palavras dificeis para o meu fraco portugues, parece que algumas defendem a liberdade do cidadao outras nem tanto. O que sei é que ao longo dos meus 57 anos de vida pobre, quase miseravel na infancia (nasci em 56) observo que o Brasileiro tem hoje um salario de referencia recorde comparado a moeda america, bens como automoveis, telefone, viagens aerea etc, coisa que era possibilidades de uma parcela bem pequena dos Brasileiros, hoje lotamos os aeroportos, congestionamos as cidades com nossos automoveis.Por isso voces intelectuais honestos, nao nos privem desses prazeres, pensem sim, em algo – sem as armas – que tirem de circulaçao os corruptos maus Brasileiros, que estao colocando em desgraça nós BRASILEIROS.

  23. Marcela Responder

    É lógico que essa “moda” é para dar visibilidades aos partidos vinculados aos militares no período pré-eleitoral.

  24. jeferson gabriel Responder

    periodo sombrio da ditadura ? e hoje é o que ? você não pode ter 1 celular ou outro qualquer bem que vagabundos arrancam de você o mata a ainda sorriem paras as cameras, matam criança de 5 anos que choram durante o assalto, queimam dentistas, perdoam mensaleiros condenados, idosos são antendidos no chão de hospital aaa é tanta coisa que não vai caber aqui, não adianta vc votar porque mesmo que um bom politico queira fazer algo, a maioria não presta e ele nao consegue trabalhar, a corja ja está imensa, o remédio seria um governo Militar novamente, ou entreguem logo o Brasil aos bandidos.
    quem foi torturado e morto durante a ditadura foram comunistas, terroristas, assaltantes de banco entre outros, o cidadão trabalhador não envolvido com nada disso, nada sofreu.

  25. Vicente Responder

    O que aconteceu em 1964 foi uma intervenção militar e não um Golpe… o povo que pediu nas ruas essas intervenção.

  26. Hiram Lima da Motta Responder

    É DE SE ESTRANHAR COMO MUITOS SÓ ENXERGAM O LADO VITIMIZADO DOS COMUNISTAS..NÃO FORAM APENAS OS MILITARES DA ÉPOCA,OS VILÕES DESSE EPISÓDIO..MUITOS REVOLUCIONÁRIOS COMUNISTAS,TAMBÉM, COMETERAM ATROCIDADES.OS DOIS LADOS ERRARAM..E MUITO…MAS DEVEMOS RESGATAR ,NA HISTÓRIA,QUE EXISTIA UM “CÓDIGO DE HONRA” ENTRE OS COMUNISTAS,POIS QUEM TRAÍSSE A MISSÃO,ERA CRUELMENTE ELIMINADO. ISSO QUASE NENHUMA MÍDIA DEBATE,ESCLARECE E COLOCA AO CONHECIMENTO PÚBLICO….ESTRANHO,NÉ ???

  27. VCF Responder

    Para aqueles que às torturas só existiam quando da intervenção militar, aqui está à prova do que acontece na nossa democracia “http://globotv.globo.com/rede-globo/jornal-hoje/v/cabeca-humana-e-encontrada-na-praca-da-se-sp/3242418/”, claro, que a nossa memória só se lembra da época da intervenção militar (pra mim, boas lembranças), mas para outros, na nossa democracia a memória se apaga quando das lembranças da tortura do jornalista da globo e depois queimado por estar fazendo uma reportagem e se formos comparar às atrocidades nos dois períodos, com certeza às pessoas vão perceberem que o vermelho está mais para nossa democracia atual.

  28. Robson Responder

    Já pensaram como estaria o Brasil hoje se as Forças Armadas não tivessem impedido os comunistas (turma da Dilma e Lula) de tomarem o Brasil em 31 de março de 1964? Hoje aqui seria uma Cuba ou um Venezuela. Quero o melhor para meu país e minha família. Fora VERMELHOS!

  29. Junior Responder

    Portalzinho medíocre. Todos tem direito a defesa, se este fosse o caso. Havia uma “guerra” no país e no mundo. Dar total apoio a um dos lados é burrice. Pois bem, em 2014 falamos em marco civil da internet ( brecha para a adoção do modelo chinês e norte coreano ), ainda se tenta desvendar sobre uma sequência de assassinatos em 2002, entre eles a de Celso Daniel, entre outras atrocidades que quem acompanha de perto sabe. Vivemos em um país quase comunista hoje. E olha a merda em que se está afundando. Devo creditar a culpa aos militares?

  30. VIGILANTE Responder

    A Revolução de 1964, nos garantiu o Brasil que temos hoje, embora os terroristas daquela época, hoje em cargos importantes da República, tentam destruir tudo de bom que o sacrifício do povo construiu a duras penas, através do roubo e dos crimes de lesa pátria.

  31. Elinaldo Renovato de Lima Responder

    VERGONHA É O QUE OS COMUNISTAS QUERIAM FAZER COM O BRASIL. SE O COMUNISMO TIVESSE DOMINADO O PAÍS, NÃO HAVERIA JORNAL, RÁDIO, TV, E MUITO MENOS INTERNET LIVRE PARA COMUNISTAS DEFENDEREM A DITADURA MAIS SANGUIUNÁRIA QUE JÁ HOUVE NA HISTÓRIA. . Percebe-se que há uma visível tentativa de acuar e envergonhar os militares, que vêm, na Mídia, nas redes sociais, distorcendo sua intervenção histórica de 1964, quando se anteciparam ao golpe que intalaria no Brasil uma ditadura sanguinária e cruel, que foi o comunismo. As gerações mais novas não percebem isso. O Movimento Democrático de 1964 é chamado de “Golpe”; o governo militar, que tanto progresso trouxe ao País, num período de transição para a Democracia, é chamado despudoradamente de “Ditadura”. A Revolução Democrática de 1964, a meu ver, não pode ser considerada Golpe, mas um Movimento de Libertação Nacional, para a consolidação da Democracia. SÓ EXISTE DEMOCRACIA, HOJE, NO BRASIL, GRAÇAS A DEUS, em primeiro lugar, e ao MOVIMENTO DEMOCRÁTICO DE 1964. Se o comunismo tivesse vencido, milhões de braslleiros teriam sido mortos, trucidados, metralhados, se discordassem do regime ditatorial. Na Rússia, a pátria-mãe do comunismo, idealizado por Karl Marx, Stalin, seu discípulo, matou mais de 60 milhões de compatriotas! O povo precisa saber disso. Quem discordava, era enviado para Sibéria, para morrer de fome, a 40 graus abaixo de zero; os intelectuais, os artistas, os médicos, os profissionais liberais, muitos que ajudaram o regime, quando discordavam, eram INTERNADOS A FORÇA EM HOSPITAIS PSIQUIÁTRICOS, e tratados na base de drogas violentas, para perderem a memória, pois eram considerados “doentes mentais”. Basta ler as obras de Alexander Soljenítsin, escritor russo, que denunciou ao mundo o que ocorria nos gulags, ou campos de trabalhos forçados para quem discordasse do regime. Os militares cometeram erros, excessos, e agiram de modo violento, em muitas ocasiões, na guerra contra os terroristas a serviço de Moscou. Mas foi pactuada uma Anistia entre as partes que se enfrentaram durante o período do governo militar. Mas não devemos esquecer o que fizeram de positivo em prol da nação brasileira. Foi nos governos militares que foi criado o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), em substituição ao antigo sistema de estabilidade e de indenização dos trabalhadores demitidos; foi fundado o Banco Nacional de Habitação (BNH) que, obtendo os recursos do FGTS, deveria financiar a construção de casas populares; Foi criado o Instituto Brasileiro de Reforma Agrária e o Estatuto da Terra. O governo investiu em grandes projetos (construção de estradas e hidrelétricas) e estimulou a exploração econômica da Amazônia e da Região Centro-Oeste. A expansão da oferta de empregos e a prosperidade beneficiaram principalmente a classe média: os grandes projetos: construção da hidrelétrica de Itaipu, lançamento do Programa Nacional do Álcool (Proálcool), assinatura do acordo para a construção de usinas nucleares no Brasil, foram realizações daqueles governos. Nos governos militares, não havia espaço para “sanguessugas” ou “anões do orçamento”, e muito menos para “mensaleiros” corruptos, que desviaram e se aproveitaram de recursos públicos; certamente, o governo militar não compraria uma refinaria, no Texas, pelo preço superfaturado em 8 vezes; nem construiria um porto, por quase um bilhão de dólares, para servir à ditadura cubana, sem que os brasileiros soubessem. O brasileiro “tem memória curta”, dizem. Assim, quando se aproxima o dia 31 de março, e só nos quartéis haverá alguma referência à Revolução de Março de 64 (se o governo permitir), dou minha palavra de solidariedade a tantos homens que arriscaram suas vidas para livrar o País do regime mais cruel que o mundo conheceu, depois do Nazismo. Se o comunismo tivesse vencido, não haveria jornais. Só haveria O Jornal do Governo; náo haveria emissoras de rádio nem de TV, livres; só haveria a emissora de Rádio e de TV do Partido Comunista; não haveria igrejas. Todas foram fechadas na Rússia comunista, em Cuba e na China de Mao Tsé Tung, com sua famigerada, cruel e sanguinária “Revolução Cultural”. Os comunistas de ontem, sonham, hoje, com o controle da imprensa, e desejam acabar com a liberdade de opinião, e de crença, também. É fácil entender por quê; Assim, agradeçamos a Deus pelo Movimento Democrático de 1964, pois foi usado para livrar o País da pior ditadura que já se conheceu no mundo. O PT tem especial atenção e apreço pelas ditaduras atuais, de cuba, do Equador e da Venezuela. Pelas armas, creio que jamais ganharão. Mas pela política, manipulação de dados, conforme Gramsci, seu mentor; com o uso de programas sociais, necessários, mas usados como moeda eleitoral, desejam permanecer 50 anos no poder. Deus salve o Brasil!

  32. Max Responder

    Só me pergunto: “Que mentes são essas que pedem por sofrimento? Que pessoas são essas que preferem impor a si mesmo a desgraça de um governo militar? Qual a maldita satisfação que haverá em ficar encarceirado dentro de casa, com medo constante, sem poder emitir sua pprópria opinião?”

    Pedir pelo retorno da ditadura Militar é cuspir na cara da liberdade que estes mesmo que pedem golpe estão usufruindo…

  33. Roberto Responder

    Olhando os comentários acima, fiquei muito feliz em perceber que nem todos são tão imbecís quanto eu pensava. Ainda há pessoas com discernimento e conhecimento suficiente para não se subjulgar ao gigantesco e poderoso Sistema publicitário PTista/ Comunista. Pois para aqueles que conhecem a história do que aconteceu em todos os países que não tiveram o privilégio que teve o Brasil de haver naquela época (64), militares com coragem para enfrentarem a GRANDE AMEAÇA QUE RONDOU NOSSO PAÍS, então naqueles países onde se instalou aquele NEFASTO, INSANO, HEDIONDO, CRUEL (Falta adjetivos para descrevê-los melhor) Sistema Comunista, tiveram sua história banhada de sangue e grande carnificina com muitos campos de concentrações que fariam o Doi Cod parecer hotel. Então é tão desproporcional o número de pessoas brutalmente assassinadas, de formas cruéis e indefezas (pelo simples motivo de não concordarem com as ideologias tiranas dos ditadores – agindo em nome dos “proletariados”), com relação ao número de pessoas que os Esquerdistas podem elencar no número de mortes daquele Golpe militar Brasileiro, que é a demonstração da grande insanidade dos atuais comunistas brasileiros (Inclua-se PT e principalmente o PSOL), os mesmos que outrora lutaram pra derrubar a democracia brasileira na época e agora mamam nas tetas dessa democracia que sobreviveu, graças à sua derrota pelos militares. Que o diga a Sra. Presidente Dilma….
    Para quem quer saber melhor sobre o que estou falando podem ler um pouco do que o Filósofo Olavo de Carvalho tem escrito exaustivamente a respeito: http://www.olavodecarvalho.org – Li também um bom artigo no site: http://estadao.br.msn.com/ultimas-noticias/esquerda-tinha-ditaduras-como-modelo

    Então, PARABENIZO Ao Bolsonaro por ter coragem de ser diferente dos outros idiotas que tentam convencer a si mesmos que que o Golpe militar foi ruim e que o Brasil deveria ter seguido os mesmos caminhos de Cuba, Albânia, Coréia do Norte, Etc.

  34. Daniel Responder

    Estranho é essa revista não falar nada que comprometa a imagem dos esquerdistas e petistas.

  35. TNC Responder

    Gostaria de saber de onde surgiu a ideia de que Jango era Comunista e o Brasil seria uma ditadura comunista…Outra coisa, o Brasil não é Cuba, cuba é insignificante em relação ao tamanho do Brasil… De um modo ou de outro o Brasil nunca seria igual a Cuba..

  36. DOUGLAS Responder

    Impressionante, as pessoas emitem opiniões sem terem sentido, vivido, no regime militar. Não têm ideia dos níveis educacionais, de saúde, de segurança, de mobilidade urbana, etc. Não sabem, ou fingem não saber, o que é na real, guerrilha urbana e campesina. Não sabem do bombardeio ao QG do 2*Exercito em SP querendo tomar o país na “mão grande”, num atentado covarde, os assaltos com armamento pesado, treinamento Russo/Cubano/FARC/Montonero/Tupamaro, tortura nos roubosde gado das fazendas com corte de menbros e orgãos genitais dos proprietários. Faltou as FA um serviço de inteligência à época como os de hoje, pois a ação dos guerrilheiros seria abafada no inicio. Aliás, guerrilheiros ladrões, hoje rindo e se locupletando com o dinheiro público. A toda ação, há uma reação. Simples!

  37. francisco Responder

    Vergonha é o que o governo está fazendo com a nação. Crime é o bolsa familia, convencendo o pobre a ficar miserável e criando uma futura geração de vagabundos. Abaixo o comunismo. O povo brasileiro tem a culpa de votar em comunistas terrotistas. FFAA no poder, urgente.

  38. JUSTO Responder

    Tortura é o que vivemos hoje, sem a intervenção militar de 1964 estaríamos muito pior, os lideres de esquerda usam as palavras LIBERDADE e DIREITOS HUMANOS para enganar as massas. O sonho deles é a Ditadura de Esquerda corrupta e criminosa como a história já mostrou. Parabéns Deputado pela coragem de fazer justiça.

  39. Hugo Cezar Benedetti Responder

    Não sou defensor da Ditadura militar, pois segundo penso a maior violência contra um cidadão é impedi-lo de se expressar. Mas também procuro ser imparcial em analisar fatos, procuro a racionalidade e não o fanatismo ideológico. Aquele pessoal da Guerrilha incluindo a Dilma Roussef queriam impor pelas armas o comunismo no Brasil. É só ler o programa das organizações deles. O PC do B organizou a guerrilha no Araguaia para instalar um regime comunista no Brasil estilo Stalinista, eu sei porque fui filiado durante a ditadura no PC do B, tenho até hoje minha ficha de filiação nessa agremiação, mas como Gabeira, Wladimir Palmeira e outros fizemos auto critica e abandonamos essa ideologia equivocada, Como é sabido essa ideologia que permeava os Guerrilheiros era pior que a ditadura militar. Vejo setores da sociedade não sei se por “burrice”, ingenuidade ou porque comungam com a idéia comunista endeusagem esses terroristas que assaltavam bancos, mataram até gente inocente, torturam, os guerrilheiros também torturam inclusive gente deles, tudo isso com intenção de imporem pelas armas um regime comunista que só levou fracasso econômico e falta de liberdade nos países onde esse regime foi instalado. Eu acho que os militares que evitaram o golpe comunista de 35 e pós 64 merecem serem homenageados.

  40. Pedro Rodrigues Responder

    Não sou a favor de um ditadura militar,mas já estamos partindo para uma comunista, em que no momento estamos vendo absurdos cometidos por este governos pt, como nunca antes visto, procurem se informarem sobre o que foi o fórum de sao paulo e vcs verão quais são as metas do pt a longo prazo, resumindo eles querem unificar a america do sul como bloco sovietico comunista…

  41. Carlos Responder

    Estes comunas que condenam a ação dos militares em 64, vem sempre com os mesmos argumentos: torturas, mortes. Quantos? 300, 400? Mas nunca comentam nada sobre as 8000 execuções sumarias em Cuba. Porque será? Se não fosse a ação dos militares, quantas mortes teriam ocorrido no Brasil?

  42. NiksonCrispim Responder

    Meus prezados, eu votei no Lula duas vezes e uma na Dilma, mas , infelizmente, estou decepcionado, pois, votei mais por protesto, sem procurar entender de fato o rumo do Brasil! Nunca , na estória deste pais, o governo gastou tanto e muito mal; nunca a violência foi tamanha, os criminosos mais audaciosos e impunes. Meu pai, que viveu sua juventude e parte da vida adulta no período militar nos disse: ” meu filho, no tempo dos militares não se andava com medo por aí, os bandidos que tinham medo de cometerem crimes” . Comecei a estudar mais sobre politica e o que aconteceu nesse regime…. dou um conselho: Busquem a verdade, pois com essa informação vc será livre e terá visão para escolher o melhor para o Brasil; escute. Admiro a coragem deste homem, talvez seja pq quem não deve não teme. O momento do ” Lula” jã passou… agora o momento é outro e precisamos entender isso o quanto antes.

  43. elias sousa Responder

    Olha contra essa gente que foram a CUBA, CHINA , ALBÂNIA na finalidade de aprenderem táticas de guerrilha, mataram pessoas, assaltaram, sequestraram e nunca tiveram apoio popular, nunca repito, nunca tiveram apoio popular, pois queriam implantar no BRASIL uma ditadura de esquerda, se deram mal e agora ficam choramingando, querendo batalhar umas indenizações do ESTADO.

  44. Ignaz Responder

    Essa matéria é uma grande mentira!
    O brasil foi salvo do comunismo pelos militares.

    Minha juventude foi no tempo dos militares, e digo que foi a melhor época para se viver.
    Tínhamos educação de qualidade, tranquilidade em andar pelas ruas e raríssimos casos de corrupção.

  45. Eduardo escobar Responder

    Pena que não eliminaram todos!

    Agora, estão todos aí saqueando o país e nossa dignidade!


x