Herdeira do Itaú coordena programa de Campos e Marina

Neca Setúbal entra oficialmente na campanha à Presidência do PSB pela Rede; socióloga e filha de Olavo Setúbal, ela foi responsável pela captação de recursos da nova sigla: "A Marina fala que nós duas viramos amigas porque fomos contra os nossos destinos"

646 6

Neca Setúbal entra oficialmente na campanha à Presidência do PSB pela Rede; socióloga e filha de Olavo Setúbal, ela foi responsável pela captação de recursos da nova sigla: “A Marina fala que nós duas viramos amigas porque fomos contra os nossos destinos” 

Considerada a “fada madrinha” de Marina Silva, Neca Setúbal, herdeira do Itaú, vai assumir a coordenação do programa de governo de Eduardo Campos (PSB) pela Rede.

Segundo Vera Magalhães, do Painel, ela foi convidada pela ex-senadora no sábado, em sua festa de aniversário em Itu. O PSB indicará um nome para atuar em parceria com a socióloga.

Filha do falecido dono do Banco Itaú, Olavo Setúbal, ela é a segunda de seis filhos homens – parte de uma família que tem fortuna avaliada em R$ 5 bilhões. Além de amiga de Marina Silva, Neca é responsável pela captação de recursos da Rede.

“A Marina (Silva) fala que nós duas viramos amigas porque fomos contra os nossos destinos. Porque era para a Marina ser uma moça pobre do seringal do Acre e eu, uma moça rica da alta sociedade paulistana. Temos uma amizade muito bonita”, diz.

As duas se conheceram em 2007, e a amizade cresceu às vésperas da campanha presidencial de 2010, quando o cineasta Fernando Meirelles convidou a empresária para participar de um vídeo em apoio a Marina.

Ela acompanhou a então candidata do Partido Verde (PV) em viagens pelo Brasil, fez doações para a campanha, elaborou um plano de governo na área de Educação e disse ter ficado cada vez mais “impressionada com o carisma e o carinho que Marina desperta”.

Foto de capa: Brasil 247



No artigo

6 comments

  1. Moraes Responder

    ESsa frase da Maria Alice Setubal me faz lembrar de uma piada. antiga. Chou-En-Lai e Krutschev conversavam e o russo disse pro chines: temos origens diferentes, voce é filho da aristocracia e eu filho de operários. O Chinés respondeu: sim, mas temos algo em comum, ambos traimos nossa classe de origem. Para a Setubal, aqui carinhosamente chamada de Neca, essa opção não se colocou. Ela não traiu sua classe de origem, está trabalhando ativamente para defender os interesses dessa classe.

    1. Luciana Santos Responder

      Sim concordo plenamente c/ você.

  2. Lu Responder

    “Porque era para a Marina ser uma moça pobre do seringal do Acre e eu, uma moça rica da alta sociedade paulistana.” – Agora são as duas moças ricas da alta sociedade paulistana.

  3. Ricardo Luís Gama Responder

    Discordo. Mais bem faz ela (Neca) ao se engajar numa campanha desta, às claras, do que algumas pessoas de outros partidos que traíram suas bases e raízes e seus respectivos discursos, afundando o País num mar de populismo e uma incompetência “nunca antes vista na história deste País” …

    1. Silva Responder

      É formidável o peso da mídia quando é de seu interesse, bombardear as mentes desavisadas. Um só e oportuno exemplo : a grande Vale do Rio Doce, à época, foi “doada” ao capital privado (ainda assim, com a “generosa” ajuda do BNDS), por três bilhões de reais; um ano depois, seu valor de mercado era de Cem bilhões de reais. Mas, nem todos sabem disso; preferem dizer “o maior roubo da história”

  4. Juliano Lanna Responder

    Claro, fica fácil: em outubro do ano passado o DATAFALHA resolveu fazer pesquisa UM dia depois do programa de tv do Eduardo Campos, isso dia 11 de outubro. Teve 15% naquela pesquisa e depois despencou para 11% em novembro quando não foi beneficiado pelo instituto.

    Em 2014 a novela se repete, amanhã sai pesquisa deles depois de uma série de programas do Eduardo. É claro que ele vai ser beneficiado. E vai a campo justamente nos dias em que nossa querida presidenta é alvo de ataques por causa da Petrobras. Isto é um absurdo! Este instituto não é sério.


x