Grupo de petistas declara apoio a Flávio Dino, candidato anti-Sarney no Maranhão

Documento aprovado no encontro afirma que “o controle político dos Sarney impede que o Maranhão usufrua da República e dos ganhos dos governos Lula e Dilma”

393 0

Documento aprovado no encontro afirma que “o controle político dos Sarney impede que o Maranhão usufrua da República e dos ganhos dos governos Lula e Dilma”

Por Redação

Petistas de todo o estado encontraram-se em São Luís, na sede do Boi Pirilampo, na Cohab, neste domingo (13). O Encontro Estadual do PT em Apoio a Flávio Dino e Dilma Rousseff virou o “Dia da Dignidade Petista”, segundo o professor Chico Gonçalves, presidente da Fundação Municipal de Cultura (Func). Eri Castro, do PT de Pinheiro, afirmou que o movimento representa uma “piracema petista”, pois o partido volta a beber na fonte em que surgiu, de oposição à família Sarney.

fdino
Em seu discurso, Flávio Dino reforçou sua ligação com o partido: “O PT foi minha universidade”

O documento aprovado no encontro diz que “o controle político dos Sarney impede que o Maranhão usufrua da República e dos ganhos dos governos Lula e Dilma”. E afirma que a eleição deste ano no Maranhão tem “caráter humanitário, em defesa da vida e da cidadania”

“Se o Brasil melhorou de condições de vida pelas ações dos governos Lula e Dilma, também é verdade que PT tem uma dívida com o Maranhão”, afirmou Terezinha Fernandes, ex-deputada federal pela sigla.

Em seu discurso, Flávio Dino reforçou sua ligação com o partido. “O PT foi minha universidade”, disse ele, que se filiou ao partido em 1986. Ele afirmou ainda que o “projeto de poder mais antigo do PT, no Acre, só derrotou oligarquia com amplas alianças”, e prometeu fazer o mesmo, buscando um arco amplo para derrotar a mais antiga oligarquia do país.

Estiveram presentes ao encontro o líder camponês Manoel da Conceição, além de ex-petistas como o deputado federal Domingos Dutra e o estadual Bira do Pindaré.



No artigo

x