Justiceiros voltam a agir, agora em Minas Gerais

Jovem suspeito de furto é amarrado de cueca a poste e açoitado com fios de energia elétrica. Para advogado, é necessário investigar origem do comportamento. “Tem vários programas sensacionalistas do final da tarde que incitam e fazem apologia a essa violência”

1025 15

Jovem suspeito de furto é amarrado de cueca a poste e açoitado com fios de energia elétrica. Para advogado, é necessário investigar origem do comportamento. “Tem vários programas sensacionalistas do final da tarde que incitam e fazem apologia a essa violência”

Por Igor Carvalho

Na última quinta-feira (17), foi registrado, em Ipatinga, Minas Gerais, mais um caso envolvendo “justiceiros”. Um jovem, suspeito de furto, foi amarrado a um poste e açoitado com fios de energia elétrica por moradores da região.

Para o advogado Ariel De Castro Alves, fundador da Comissão Especial da Criança e Adolescente do Conselho Federal da OAB, os seguidos casos precisam ser punidos. “Estes fatos precisam ser coibidos, o poder público precisa prender essas pessoas que acham que estão fazendo justiça com as próprias mãos.”

De acordo com ele, há fatores que podem incentivas esse tipo de comportamento. “Tem vários programas sensacionalistas do final da tarde que incitam e fazem apologia a essa violência, é necessário que haja uma atuação do poder público no sentido de não permitir essa apologia”, aponta.

Em um vídeo reproduzido em uma emissora local, o rapaz é obrigado a gritar que nunca mais vai “roubar no morro”, enquanto é açoitado. Nenhum dos justiceiros foi identificado pela Polícia Militar, que chegou ao local após as agressões. Em depoimento, o jovem afirmou que não conseguiria reconhecer as pessoas que o lincharam e, mesmo que pudesse, “não diria.”

“Em muitas vezes, esses fatos contam com a conivência das autoridades, que nunca punem esses agressores. Mas a polícia e a Justiça precisam entender que isso só ocorre porque há um descrédito da população nessas instituições”, analisa Castro Alves, para quem a impunidade estimula os novos linchamentos.

O jovem, de 18 anos, foi levado ao hospital para receber cuidados médicos e foi liberado em seguida.

Leia também:

Fórum Semanal – Justiceiros: a antidemocracia travestida de Justiça

Foto de capa: Jornal Diário do Aço



No artigo

15 comments

  1. ALEMAO Responder

    É isso ai mesmo, tem que descer o cacete, a policia não da mais conta, esses vagabundos ficão protegidos por estatuto do menor e adolescente, dirreitos humanos etc.. e população a merce desta escoria.

    1. kelvin Responder

      a população não pode se defender por que a PM existe pra isso, mas se a PM não dá conta… pra quê manter o aparelho repressor do estado? o certo é desmobilizar a PM e a gente toma conta de tudo…

  2. Leonardo Miranda Responder

    Sabe o que eu tenho a dizer sobre uma ação como essa?
    Assista: https://www.youtube.com/watch?v=LHhMx7PgbPk&noredirect=1

  3. Anonimo Responder

    Boa!

  4. MARCOS Responder

    este safado apanhou pouco, na próxima vai ser de dar dó…. quem estiver com pena desta cobra leva pra casa, a sua claro….

  5. Rose Responder

    enquanto eles forem só amarrados, vam continuar fazendo maldade, antes que eles eliminam as pessoas de bem que eles sejam eliminados, já que a justiça brasileira não tem competência para mate-los atras da grade.

  6. Flávio Sória Responder

    Estas atitudes seriam em razão da impunidade em nosso país?

  7. Silas Torres Responder

    Absurdo.

  8. Reinaldo Spinelli Lisa Responder

    Dr. Ariel Castro Neves, acima as respostas pelo seu constrangimento em se fazer justiça com as proprias mãos. Não há mais tolerância do povo com essas pessoas. A lei deveria ser novamente “OLHO POR OLHO, DENTE POR DENTE”

  9. Heitor Responder

    O que me espanta são as pessoas concordarem com isso apenas pelo fato da notícia vir a público, ou seja, não sabem o que verdadeiramente aconteceu, não sabem se foi o sujeito que roubou, não sabem quem bateu, não sabem de nada. Mas acreditam em uma imagem que não fala por si. Dá pra entender porque a mídia bandida faz tanto a cabeça de alguns brasileiros

  10. Cledeilsom Barreto Responder

    O foda é por que isso vai acabar acontecendo com pessoas que não tem nada a ver com essa situação como esta acontecendo por rai as vezes nem fez nada mas por acha suspeito acaba passando por risso também vamos refletir gente isso pode acontecer com vcs também ..

  11. Marcos Responder

    Até que enfim a população está fazendo algo, o Brasil não leis essa é a verdade, existe uma infinidade de ONgs protetoras de bandidos em geral mas o povo não tem proteção nem mesmo a polícia, pelo que ando vendo só o caos para mudar o Brasil se depender da esquerda a bandidagem vai ser solta e o povo preso.

  12. Brasi Soberano Responder

    Cenas como essa nos envergonham e nos diminuem imensamente como seres humanos. Os animais, ditos irracionais, choram a perda de um seu igual. O bicho-homem, bem pior por ser alguém que raciocina, tem prazer na tortura em seu igual e até faz festa junto dos seus assassinos bebendo do mesmo cálice do sangue do assassinado.

  13. kelvin Responder

    Olha lá no fundo o agente da repressão estatal rindo e se divertindo com a tortura impetrada contra a criatura humana… então é assim… se amanhã na rua alguma “pessoa de bem” te acusar de roubo…

  14. Lukao da 12 Responder

    Galera do morro ou galera que esta a margem deste modo de produção capitalista, já esta na hora de usar as mesma armas dos justiceiro, quando uma justiceiro usar a da lei olho por olho, já podemos usar contra eles os arsenais o moro já que estamos usando a nossa justiça esta na hora de ampliar o micro ondas!


x