SP: Moradores de Marsilac se acorrentam no prédio da prefeitura

Manifestantes esperam ser recebidos por Haddad e querem uma linha de ônibus no local

561 6

Manifestantes esperam ser recebidos por Haddad e querem uma linha de ônibus no local

Texto e fotos por Igor Carvalho, no SpressoSP

Três moradores de Marsilac se acorrentaram na manhã desta segunda-feira (28) dentro da sede da prefeitura de São Paulo. Os manifestantes afirmam que só sairão quando forem recebidos pelo prefeito Fernando Haddad (PT). Ernani Coelho, Fabrícia Bezerra do Nascimento e Natasha Cristina foram as pessoas que se acorrentaram.

Os manifestantes, ligados ao movimento Luta Do Transporte No Extremo Sul, protestam pela ausência de uma linha de ônibus que atenda à região. Alguns moradores chegam a caminhar 15 quilômetros para chegar no primeiro ponto de ônibus.

“Estamos tentando há muito tempo ser recebidos por ele, nunca aconteceu o diálogo, só saio daqui com uma promessa de que teremos uma linha de ônibus atendendo a nossa região”, afirma Ernani Coelho. Além dos três que estão dentro da sede da prefeitura, cerca de 50 moradores do bairro protestam em frente ao prédio contra a falta de transporte público na região.

Veja o vídeo que mostra o momento em que os manifestantes se acorrentam:



No artigo

6 comments

  1. suzy Responder

    Também sou a favor de referida manifestação, pois no meu bairro BUTANTÃ, estão RETIRANDO linhas de ônibus e colocando FAIXA EXCLUSIVA DE ÔNIBUS!!! como pode? estamos aguardando a solução do retorno da 577T – VILA GOMES – JARDIM MÍRIAM.

    1. Augusto Responder

      Esta linha, a 577T era uma das melhores de São Paulo. Agora só vai até a estação Ana Rosa do metro. Acredito que estão colocando todas as linhas nas estações do metrô. Se o Metro parar, a cidade para. Porque as linhas de onibus ligarão os bairros a lugar nenhum

    2. Augusto Responder

      Todas as vezes que comento, vocês escrevem que já disse isto antes. BELA MERDA DE CENSURA

  2. Anomimo Responder

    Estão de parabéns, se todos moradores tivessem atitude muitas coisas teriam mudado, no Bairro Recanto Campo Belo também não tem transporte que atenda todos os moradores, também faço uma caminhada diária para chegar ao ponto para ir e voltar do trabalho.

  3. luiz L.Jr Responder

    Bem quem conhece a região sabe que é ruim o transporte coletivo, mas é uma área de preservação ambiental. E “PIOROU MUITO” A QUESTÃO DA PRESERVAÇÃO DEPOIS QUE A PREFEITURA EXPANDIU O SERVIÇO NA ÉPOCA DA ERUNDINA.
    PORTANTO SÃO VÁRIOS OS ASPECTOS A SEREM ANALISADOS


x