Ex-presidente de Portugal diz que não “há direitos humanos” em seu país

Em evento da Anistia Internacional, Mário Soares declarou que o atual governo só "pensa no dinheiro" e não dialoga com o povo

235 0

Em evento da Anistia Internacional, Mário Soares declarou que o atual governo só “pensa no dinheiro” e não dialoga com o povo

Por Redação

O ex-presidente de Portugal, Mário Soares declarou em evento da Anistia Internacional realizado ontem (5), em Lisboa, que “neste momento não há direitos humanos” em seu país, visto que o atual governo, da coligação PSD/CDS-PP, pensa apenas no “dinheiro, nos mercados e não dialoga com o povo”.

“Um governo que só pensa no dinheiro e nos mercados é evidente que só pode fazer asneiras e é o que tem estado a fazer”, disse Mário Soares em uma conferência realizada em Lisboa. Soares também declarou que a “grande maioria do povo não tem dinheiro para comer e os seus filhos vão ao caixote do lixo”.

Para o ex-governante, a atual crise é fruto da política de austeridade imposta pela primeira-ministra da Alemanha, Angela Merkel, e que isso também acarretou num abandono em relação ao meio acadêmico. “Mais austeridade e lá vamos nós perder muitas pessoas. A quantidade de gente inteligente que desapareceu das universidades…”, criticou o socialista.



No artigo

x