Em quais declarações Ney Matogrosso errou e acertou?

O Diário do Centro do Mundo pesquisou os dados que comprovassem ou desmentissem as declarações do cantor em entrevista à emissora portuguesa RTP

1888 34

O Diário do Centro do Mundo pesquisou os dados que comprovassem ou desmentissem as declarações do cantor em entrevista à emissora portuguesa RTP

Por DCM
ney por dcm



No artigo

34 comments

  1. Diogo Responder

    Muito boa a análise. Mas uma observação importante: Fazendo uma pesquisa (superficial, admito), não encontrei nenhum estudo comprovando o aumento da fecundidade das mulheres beneficiárias pelo bolsa família. Pelo contrário. Com o acesso a renda, elas podem acessar bens nunca antes cogitados. Camisinha e pílula se encontram nesta lista.

    O que o Ney Matogrosso diz nada mais é que a exteriorização do preconceito da classe conservadora, de que “pobre tem filho pra ganhar mais bolsa-família”.

    1. Thiago Responder

      Perfeita colocação!

    2. may Responder

      verdade! inclusive há material mostrando exatamente isso! que as mulheres estão tendo controle sobre suas próprias vidas.

    3. William Responder

      Deve porque você não conhece a periferia e interior do nordeste! Funciona exatamente assim, eu conheço varias familias.

      1. G. Armando Responder

        Me conte mais sobre como você é um caixeiro viajante e conhece todo o nordeste do Brasil e de forma tão profunda (sqn) a ponto de homogeneizar toda a população de nove estados em uma só característica.

        Famílias do interior e da periferia (que historicamente vêm do interior) têm muitos filhos desde sempre; isso não começou com o Bolsa Família. As razões são tão complexas como provenientes da pobreza. Mas para quê combater a pobreza de forma emergencial, né?

    4. CEMCA Responder

      Parabéns, curto e lúcido!

    5. Renan Responder

      . Na realidade como o programa exige frequência escolar a fecundidade tende a diminuir, pois quanto maior a escolaridade da mulher menor o número de filhos. E a taxa de fertilidade da população caiu nos últimos dez anos, hoje é de menos de 2 filhos por mulheres. Ele demonstrou total desconhecimento quando falou do bolsa família.

    6. SS Responder

      Pura bobagem o que disse, saia da sua mesa e veja com seus olhos. Conheço diversas minha favela minha vida, todas RE-engravidaram…

    7. Felipe Cícero Responder

      http://apublica.org/2013/08/severinas-novas-mulheres-sertao/

      Uma análise do bolsa família em lugares que 70 reais fazem a diferença…

    8. Galadriel Responder

      “Há vários anos o governo disponibiliza preservativo de graça, não e questão de renda. Qualquer volta a alguma favela aqui do rio e 10 minutos com qualquer moradora nota-se, todos tipo de comentários a respeito da quantidade de filhos ter aumentado, “agora todo mundo abre as pernas etc” vizinhas de moradores com 7, 8 filhos tipo de coisa que a 50 anos acontecia com mais frequência…
      So espero ver daqui a 10 anos a população super inchada.. como iremos sanar a desigualdade social

    9. Joana Paula Responder

      APOIADO!!!!

    10. Julinho Responder

      “Preconceito da classe conservadora”, bla-bla-bla, mimimi… em que época você está, Mané? Que papinho requentado é esse? Vocês são o “moderno”, o “novo”? Vocês juntamente do Sarney, Maluf, Renan, Collor, Barbalho, Edson Lobão, Alves, Raupp, Dirceu, Genoíno… e o resto da quadrilha. Quanta modernidade…. Vocês são mesmo “futuristas”! Hehehehe…

  2. Alex Responder

    Algumas coisas procedem outras não.
    A revista não deveria tentar abrandar algumas afirmações que procedem, tal como a questão dos hospitais que são caóticas mesmo (quem usa o serviço público de saúde, sabe do que eu falo) e, também, da educação, basta olhar a colocação do Brasil no PISA (um dos últimos): http://download.inep.gov.br/acoes_internacionais/pisa/resultados/2013/country_note_brazil_pisa_2012.pdf

  3. Sergio Responder

    O Emir, do DCM, parece mesmo ser muito fã do Ney.
    Já eu apenas o admiro como artista.

  4. Rogerio Responder

    Parabéns ao Ney Matogrosso. Ele não é estaistico, mas vê o que todo brasileiro vê. O descaso do poder com o cidadão

  5. breno Responder

    Bastante tendenciosa e favorável ao pt a “análise” do portal. E autoritário e fascista é o PT.

  6. Plinio Marcos Moreira da Rocha Responder

    Prezados,

    Apresento o documento “Ney Matogrsso de seu pedestal, apenas e tão somente, delira”, http://pt.scribd.com/doc/224263225/Ney-Matogrsso-de-Seu-Pedestal-Ap… , onde estamos emitindo considerações empíricas, sobre as declarações efetuadas pelo cantor brasileiro, Ney Matogrosso, em uma entrevista para a emissora de televisão de Portugal RTP, http://www.pbagora.com.br/conteudo.php?id=20140512144845&cat=br… .

    Abraços,

    Plinio Marcos

  7. CEMCA Responder

    O INPC acumulado nos últimos 12 meses é 5,8149% e não 19,6%. É só dar uma “googada”. Cuidado com a desinformação!

  8. CEMCA Responder

    O FHC não trouxe a copa, cobrou CPMF por anos e qual foi o resultado da gestão dele na saúde?

    1. Julio Responder

      Os remédios genéricos, que o Serra tanto vomita na nossa cara… kkk

  9. Pedro Neves Responder

    Nossa, quem escreveu essa matéria é um encefalo, ou esquerdinha petista né. “errado o brasileiro nao paga mais imposto no mundo.”. Levando em conta apenas salario? Por favor ne amiguinho, acha que ta escrevendo pra quem? Para um bando de analfabetos? Os 100% de imposto sobre eletronico o brasileiro nao paga ne? é só de enfeite? Os impostos sobre impostos que cobrados em cascata passam de 60% em diversos setore não entra na conta ne? Os impostos absurdos sobre automoveis tambem não é cobrado? É mentira da oposição? Em vez de ficar fazendo “pesquisinha rapida no google” faça pesquisas mais aprofundadas o babaca. A saude nao piorou porque o mais medicos melhorou o atendimento clinico? hahaha faça me o favor, mesmo se fosse verdade não é só atendimento clinico que o brasieliro precisa o ignorante. É o que eu digo, se nao é burro é petista, mas se é petista é burro. Realmente um paradoxo.

    1. G. Armando Responder

      Da série: tomou ácido antes de comentar. boa ressaca, amiguinho.

    2. Cleidiane Responder

      Parei de ler no “quem escreveu essa matéria é um encéfalo.”

  10. Robson Responder

    A análise tem tanta credilidade que se baseou na opinião de um prefeito (!!) para afirmar que a saúde no Brasil não está piorando.

  11. Elias Responder

    A PEC 51 vai ser positiva para os policiais apenas, para a população em geral vai ser uma merda, conheço as duas policias e sei qual funciona e qual não funciona, esquerda odeia militares devido a seus valores que são antagônicos e também devido a surra histórica.

  12. rodrigo Responder

    o alex eh bonzinho: logo no primeiro comentario ja se confundem todos. facam um favor a si mesmos: vao olhar como anda a divida publica dos estados, e pra quem. santa ignorancia, e se julgam capazes de jornalismo serio.

  13. Asdrubal Caldas Responder

    É necessário observar que, sempre que o entrevistado não dispõe dos números exatos para dar a resposta, a tendencia é arredondar os números, notadamente para cima. Ele pensa: É melhor pecar por excesso, do que por omissão. Na dúvida que os interessados pesquisem. Como foi feito pelo DCM.

    Quanto ao que foi dito num comentário acima, sobre o aumento da prole entre os beneficiários do bolsa família, é óbvio que as pessoas não vão se preocupar com pesquisas à respeito deste assunto. Elas se baseiam em reportagens da mídia em geral, e das redes de TV. em particular. Nas TVs. tem-se a vantagem do áudio e do vídeo. A grande maioria das mulheres que são entrevistadas sobre o assunto bolsa família, nunca dizem ter menos que três filhos. E este número oscila sempre entre 3 e seis filhos. E como o vídeo não nos deixa sermos enganados, é só observarmos que, novamente, a grande maioria está grávida, ou esta carregando um bebe recém nascido.

    Sobre a prevenção na concepção de novos filhos, me parece, salvo se eu estiver redondamente enganado que, o aumento da renda não exerce qualquer influência. Pois o governo já distribui vários tipos de anticoncepcionais. Fora que são dadas algumas outras alternativas que, de um certo modo, chegam à ser bizarras.

    Tem aquela historia de uma jovem recém casada que, preocupada com o seu futuro, não pensava em engravidar antes que pudesse adquirir a sua casa própria. E ela toda orgulhosa de si, não queria que fosse pelo minha casa minha vida. Segundo o seu pensamento revolucionário, não queria ter o rabo preso com ninguém. Muito menos com o governo. Então ela encaminhou-se à um posto de saúde, para pedir orientação.

    Foi atendida por uma médica cubana que à atendeu com todo o respeito, e carinho. Iniciada a conversa, a médica lhe falou da “camisinha” e do ” anticoncepcional”. Ambos os métodos foram recusados pela jovem. A camisinha era rejeitada pelo marido com o argumento de que: “É a mesma coisa que você chupar bala sem tirar o papel que à protege. E o anticoncepcional não seria aceito pela jovem

    Ela argumentava que tinha ouvido em conversas entre a sua mãe e vizinhas que, o anticoncepcional era, a longo prazo, prejudicial à saúde, pois algumas diziam que ouviram dizer que as mulheres que usavam-no, costumavam engordar muito, e este era o seu medo. Outras diziam que causava a infertilidade.

    A medica cubana que à atendia ficou sem alternativa. Pois era isso, ou nada. Mas orientou-a a procurar um plano de saúde que eles poderiam oferecer outras alternativas que o governo por economia, não oferecia. A jovem então contra argumentou dizendo que no momento não poderia arcar com os custos de um plano de saúde. pois estava economizando para adquirir a sua casa própria.

    A medica cubana sempre muito atenciosa, na verdade tinha uma solução, alias, a única usada em Cuba. Era o chamado “breque salvador” Porem tinha receio de oferecer-lhe como uma outra alternativa, e a jovem recriminá-la por não poder dar o pleno prazer sexual ao seu marido. Mas vendo a tristeza estampada no olhar da jovem, resolveu falar sobre este novo método que, por sinal já era muito usado aqui no Brasil,

    Então respirou fundo e disse: ” Não sei se pode te interessar, mas la em Cuba nós só temos um método anticoncepcional. E tem dado certo”. A jovem então arregalou os olhos, e com um brilho no olhar falou: “Claro que interessa. Tudo o que vier como auxilio para eu não engravidar, é valido” A médica cubana agora menos tensa, disse-lhe: trata-se do “breque salvador” que consiste no seguinte: Primeiro, e mais importante, é que depois de vocês iniciarem o ato sexual, você não tire jamais, as suas duas mãos da altura da cintura dele. Comece lentamente o ato ato sexual, e vá provocando-o até você perceber que já esta na hora de ele ejacular. Neste exato momento, sem deixar passar seguer um milionésimo de segundo, você então, usando os dedos polegares, crava-lhe um forte cutucão nas laterais de seu abdomem, fazendo com que ele se contraia de tal maneira que, automaticamente lhe é cortada a ejaculação. Então neste momento, faça um movimento com todas as suas forças, afastando-o de você. Pronto, estará resolvido o seu problema de gravides não desejada. Depois é só cuidar da higiene dos lençóis, e parabéns pela atitude.

    1. Thiago Responder

      Parei de ler quando li que o vídeo não nos deixa ser enganados. É leigo falando besteira, como um leigo falando de medicina. O vídeo é a melhor ferramenta para enganar,,mesmo quando é a boa enganação das obras de cinema. Para um profissional é mais fácil manipular e enganar com o vídeo..

  14. DenilsonSilva Responder

    “Segundo a BBC, 250 mil podem ser removidos”??? Segundo a BBC? Poxa, tem fonte
    melhor não?

  15. Ana Responder

    Quanto a pagar impostos, podemos não ser o país que mais paga, mas é o que menos utiliza esse dinheiro. Lembre-se que o italiano leva menos salário para casa, por exemplo, mas a saúde pública funciona, o transporte público é de primeira qualidade, só para citar alguns exemplos

  16. Jair Responder

    Piada esse texto.

  17. miguel samuel Responder

    Depois de velho, o Ney perdeu a chance de ficar calado, teria outros artifícios para dar ibope. Uma pena..

  18. José de Ribamar Gomes Filho Responder

    A verdade é que essas pesquisas, não correspondem a realidade, estamos passando por dias difíceis tanto de ordem material como de ordem moral, algo precisa ser feito para que tenhamos mais tranquilidade e bem estar.

  19. Detestei este site Responder

    Tudo que o DCM marcou como NAO e TALVEZ soou como puxa-saco de governo. Putz, não deu mesmo pra entender que o que o Ney e qq brasileiro quer dizer é que na relação imposto pago x retorno, o Brasil REALMENTE paga o mais alto do mundo! ou seja, ZERO retorno!


x