Manifestantes do MPL se acorrentam no prédio da Secretaria de Segurança Pública de SP

Cinco pessoas estão acorrentadas na porta do edifício e pretendem se manter até conseguirem conversar com o titular da pasta, Fernando Grella Vieira

1287 20

Quatro pessoas ficaram acorrentadas na porta do edifício até as 13h para tentar conversar com o titular da pasta, Fernando Grella Vieira

Por Igor Carvalho

Aproximadamente 30 pessoas do Movimento Passe Livre (MPL) estão neste momento (10h20) nas proximidades do prédio da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo, região central da capital. Quatro pessoas estão acorrentadas na porta do edifício e pretendem se manter até conseguirem conversar com o titular da pasta, Fernando Grella Vieira.

MPL corrente
Manifestantes querem conversar com o secretário de Segurança Pública (Foto Igor Carvalho)

“Nossa ação é uma das respostas que queremos dar ao inquérito 01/2013, que consideramos ilegal, jurídica e politicamente. Juridicamente por que é a figura de um inquérito para mapear as pessoas que participam de manifestações para que assim seja possível realizar repressões futuras, e politicamente é mais um de muitos instrumentos de criminalização dos movimento sociais”, explica Mariana Toledo, do Movimento Passe Livre.

O inquérito 01/2013 busca enquadrar grupos de pessoas pelo delito de associação criminosa em vez de investigar as condutas de forma individual. Nove integrantes do MPL receberam na semana passada a terceira intimação para comparecer às 09h30 de hoje (30) no Departamento Estadual de Investigações Criminais de São Paulo (Deic). Eles não foram nas duas primeiras vezes e foram avisados que, caso não comparecessem a terceira vez, seriam conduzidos coercitivamente. “Alguns dos militantes do MPL, da Fanfarra do M.A.L. e pessoas próximas aos movimentos foram presas sem acusação e sem qualquer tipo de averiguação. A gente não vai endossar esse inquérito e optou por não ir depor”, conta Mariana.

A ativista relata ainda que ontem (29) a Polícia Civil teria ido à casa de alguns militantes para levá-los a depor na viatura. Nenhum deles estava presente no momento e, em uma das residências, a Polícia Civil teria ficado três horas aguardando. “Encaramos isso como uma forma de intimidação”, diz Mariana.

Atualização às 13h15: Manifestantes acabam de deixar o prédio da Secretaria de Segurança Pública. O secretário Fernando Grella Vieira não atendeu os manifestantes. “Nossa intenção era ficar aqui durante todo o período previsto em que deveríamos estar no Deic. Cumprimos o nosso intuito e agora vamos manter nosso discurso de luta pelo transporte contra a criminalização. Vamos seguir para São Mateus onde às 17h estaremos na rua novamente protestando”, afirma Mariana Toledo.



No artigo

20 comments

  1. Fantasma1943 Responder

    Esses movimentos foram criados com a unica finalidade de fazerem baderna e tumultuar a vida da população são
    um bando de desocupados que deveriam serem reprimidos com rigor para acaabar com esse tipo de bagunça,já que são minoria sem nenhuma representação,a num ser de pertidos nanicos.

    1. Oswaldo Responder

      As pessoas aparentemente não se importam de viver numa situação em que o Estado de Direito é letra morta e aparatos estatais de repressão podem fazer o que quiserem, com quem quiserem, quando quiserem, com o beneplácito da mídia e do Ministério Público. Mas morrem de medo de um grupo de estudantes.

  2. Dri Responder

    Repressão silenciosa é o que a polícia e os políticos fazem atualmente. Vão à mídia com discursos prontos que apoiam as manifestações, mas, por detrás estão criando leis e colocando a polícia para impedir-nos do Direito de gritar NOSSOS DIREITOS. Colaborando com eles está Ronaldo “Fenômeno”, incitando e aplaudindo a violência policial. ACORDA BRASIL!

    1. fabio Responder

      Andar de Busao de graça eh um direito? Desde quando? Tem que pagar som. Tem que trabalhar para merecer isso. ..

  3. Jocneto Responder

    Dentre as manifestações realizadas, foi a mais bonita, ordeira e pacífica, e também a mais eficiente, conquistando os objeivos. É um erro criminalizar este belo movimento dos jovens. No entanto, a Polícia deve mesmo investigar os baderneiros violentos que fazem desordens na cidade, o que não é o caso aqui.

  4. João Carlos de Oliveira Responder

    Ó pessoal acorrentado são orientados pelo barba, para proporcionar noticia na imprensa. Objetivo prejudicar o Geraldo e elogia a presid`anta

  5. Jocneto Responder

    Dentre as manifestações, foi a mais bonita, pacífica, ordeira e eficiente, conquistando os objetivos a que se propunha. É um erro criminalizar este tão belo movimento de jovens inteligentes. No entanto, a Polícia deve mesmo investigar os baderneiros, tipo black blocs e quejandos, que causam desordens na cidade, e impedem os movimentos sociais de se manifestarem pacificamente.

  6. Marcio Responder

    Enquanto isso em Brasilia…………

  7. vr Responder

    Cara de pau esse MPL quer destruir a cidade inteira e quer fica impune é muita cara de Pau. quer fazer a baderna e quer que a população aplauda a baderna.tinha que ser de esquerda mesmos com essas atitude.

  8. mateus silvestre jr Responder

    Os participantes de manifestações, seja qual for o MOVIMENTO , BANDEIRA OU IDEOLOGIA, que vão as ruas com o fim de provocar o caos a intimidação , ação de guerrilha e terrorismo , ( BROQUEANDO TODO O TRANSITO, QUEBRANDO, COLOCANDO FOGO EM VEÍCULOS, EDIFÍCIO , LOJAS, BANCOS,
    PUBLICO E PRIVADO, ROUBANDO E SAQUEANDO
    LOJAS, PESSOAS , MERCADOS ENTRE OUTROS, ),
    DEVEM SER IDENTIFICADOS, PROCESSADOS CRIMINALMENTE, CONDENADOS E PRESOS POR UMA LEI DE SEGURANÇA NACIONAL !

  9. José Afonso Narciso Responder

    Estou de acordo com estas pessoas que se posicionam em favor dos menos favorecidos, poderiam ficar em suas casas, mas, mas são humanistas preocupados com a nossa miséria alheia. Vamos a luta…

  10. JPatron Responder

    Eu tinha esperança que o Gigante estivesse apenas adormecido, mas tudo indica que o GIGANTE foi assassinado.

  11. Bira Responder

    Se esse pessoa tivesse algum tipo de projeto pessoal como estudar, cuidar da familia, trabalhar com certeza não estariam preocupados com ficha criminal. Foi procurar baderna e ganhou ficha suja. Parabéns pela burrice. Briga por R$ 0,20 e deixa roubar 32 bilhões na Copa.

  12. Cris Responder

    DITADURA MILITAR(64) = DITADURA COMUNISTA (2013,2014…) Não vejo diferença alguma!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  13. Will Itaquerão Responder

    Infelizmente vemos novamente uma forma de ditadura voltando ao país, só que dessa vez imposta por aqueles que se disseram reprimidos pelos militares e agora estão no poder. E pior ainda estão impondo condutas a sociedades que eles não fazem a mínima questão de dar exemplos, pois seus partidos se aliam as facções criminosas e mafias de todos os tipos: mensaleiros, dos trilhos, etc. O povo tem que sair na rua para tirar todos esses políticos sem exceções.

  14. Augusto Responder

    esse grupo não é esquerda nem direita, são frutos de um Estado sem autoridade, que abandonou, tudo, por 20 anos

  15. Cristiane Carvalho Responder

    Já perderam a razão faz tempo. Além disso, é muito oportunismo (inclusive de grevistas do transporte, saúde, educação) se manifestarem agora, em ano de eleição e Copa do Mundo no Brasil.

  16. João Responder

    TOTAL APOIO ao MPL!!! A criminalização dos movimentos sociais se estende desde 2007, e visa, lenta e gradativamente dissolver todo tipo legítimo de manifestação!! Estamos caminhando à DITADURA DO ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO que de democrático só tem o nome uma vez que seus direitos são respeitados só depois que “você” quebra o cacete!! Este estado [burguês] que favorece apenas à especulação imobiliária, aos grandes bancos arrecadadores de cobranças indevidas, às máfias dos transportes e toda sorte de quadrilha se mostra um ESTADO EM COLAPSO que a qualquer hora funde seu motor!! Tanta sanha e tanta maracutáia só engrossa o ‘Caldo da Revolta’ onde começa do sucateamento da saúde, isso sim é crime! isso sim deve ser repelido pelo povo! Hospitais públicos cheios de aparelhos novos mas que nunca são utilizados por que sempre faltam peças disto, daquilo, cadê sua revolta diante disto? quantas vezes “você” ouviu a mesma história de que a fulana de tal deu a luz no chão de um corredor ou que aquele senhorzinho que trabalhou a vida inteira faleceu por negligência médica ou coisa similar? Isso lhe causa alguma revolta? Isso é crime contra a humanidade? Ora, se não vejamos o desmantelamento da educação, que é diluída desde o tratado MEC-USAID -1964 onde visava a privatização da educação brasileira. Dado este que comprova o tanto de universidades | FAFIFÓ | privadas nesse Brasil que extorque gente pobre que vende as calça pra pagar a mensalidade!! As universidades públicas, que “avança” nos conhecimentos técnicos e seus engendres tecnicistas, mas que pouco instiga o aluno a pensar apenas produz um tanto de coió nesse Brasil Que vota, num sabe em quem vota, porquê vota e chora depois porque votou! 
    Portanto minha gente, bóra começar a botar essas cachola pra pensar ou vamos deixar que esses cérebros fiquem intactos emplastificados dentro da caixinha??!! 
    e tem mais coisa, só que introduzimos depois, 
    Obrigado!

  17. Felipe Responder

    Achar que o MPL é quem faz baderna e tumulto é fechar os olhos para nosso sistema de justiça e segurança publica que só estimula criminalidade e impunidade.
    O MPL não é criminoso, mas uma parte dos policiais e juízes é.


x