Mídia Ninja lança plataforma colaborativa

O novo endereço de midiativismo é voltado para a produção colaborativa, financiamento coletivo e livre distribuição de conteúdo

879 0

O novo endereço de midiativismo é voltado para a produção colaborativa, financiamento coletivo e livre distribuição de conteúdo

Por Redação

O Mídia Ninja lançou nesta quarta-feira (11) sua nova plataforma. A construção do endereço do grupo é voltado para a produção colaborativa, financiamento coletivo e livre distribuição de conteúdo. Os midiativistas contam com a participação de cidadãos para abastecer o site.

Pablo Capilé divulgou a novidade em sua página de Facebook. Confira o texto de lançamento da plataforma:

Comover, viralizar, politizar! Às vésperas da Copa do Mundo no Brasil, Midia Ninja lança plataforma colaborativa e rede social voltada para o midiativismo e para o jornalismo cidadão. Fruto de uma parceria com a plataforma Oximity, radicalizamos nossa proposta, apostando na produção colaborativa, no financiamento coletivo e na livre distribuição de todos os nossos conteúdos.

Foi em junho de 2013, quando todo o país foi tomado por manifestações, que nos tornamos uma alternativa de mídia independente. A multidão, que, para muito além dos 20 centavos, se manifestava por mais direitos e por mais democracia, ao chegar em casa das ruas e se ver na televisão filmada a partir de helicópteros e descrita por apresentadores que os chamavam de vândalos, buscou nas redes novas representações.

No meio de “tiro, porrada e bomba” e de toda a repressão e criminalização dos movimentos que se seguiu, os ninjas criaram uma rede de colaboração em todo o Brasil, pelo interior e capitais, transformando o streamming, a linguagem do fotojornalismo e a cobertura em tempo real das ruas em uma nova forma de mobilização. Desde então, seguimos ajudando a criar ondas de participação e viralização nas redes em sinergia com milhares de ativistas e movimentos.

Tudo isso é apenas o começo! Estamos juntos! Afinal, Junho é o aniversário de Junho! Hora de fortalecer as lutas globais e o movimento midialivrista no Brasil.

Somos Todos Ninjas!

(Crédito da imagem da capa: Reprodução)



No artigo

x