“Viva a Dilma, Vaia aos VIPS”, diz poeta Augusto de Campos em resposta à Folha

Poeta critica cobertura de parte da imprensa que, ao invés de condenar os xingamentos à presidenta, fez uma cobertura dúbia

762 9

Poeta critica cobertura de parte da imprensa que, ao invés de condenar os xingamentos à presidenta, fez uma cobertura dúbia 

Por Redação

Em reportagem sobre os xingamentos que a presidenta Dilma Rousseff recebeu na abertura da Copa do Mundo (12), na Arena Corinthians, o jornal Folha de S. Paulo utilizou um poema de Augusto de Campos, que se chama VIVA VAIA. Mas, de acordo com Campos, a utilização foi indevida e sem a sua autorização.

Augusto de Campos disse em sua carta-resposta ao jornal que a “brutalidade de conduta de alguns torcedores, que configura até crime de injúria, mereceria pronta e incisiva condenação e não dubitativa cobertura, abonada por um poema meu publicado fora de contexto”.

A seguir, leia o texto de Augusto de Campos na íntegra:

“Prezados Senhores

Esse jornal utilizou, em 14 de junho de 2014, com grande destaque, o poema VIVA VAIA, de minha autoria, como ilustração de matéria ambígua sobre os insultos recebidos pela presidente Dilma, na partida inicial da seleção.

Utilizou-o, sem minha autorização e sem pagar direitos autorais: sem me dar a mínima satisfação.

Poupo-me de comentar a insólita atitude da FOLHA, a quem eu poderia processar, se quisesse, pelo uso indevido de texto de minha autoria.

A matéria publicada, composta de três artigos e do meu poema, cercado de legendas sensacionalistas, deixa dúvidas sobre a validade dos xingamentos da torcida, ainda que majoritariamente os condene, e por tabela me envolve nessa forjada querela.

A brutalidade da conduta de alguns torcedores, que configura até crime de injúria, mereceria pronta e incisiva condenação e não dubitativa cobertura, abonada por um poema meu publicado fora de contexto.

Os xingamentos, procedentes da área vip, onde se situa gente abastada e conservadora, evidenciam apenas o boçalidade e a truculência que é o reverso da medalha do nosso futebol, assim como a inferioridade civilizatória do brasileiro em relação aos outros povos.

Escreveu, certa vez, Fernando Pessoa: “a estupidez achou sempre o que quis”. Como se viu, até os candidatos de oposição tiveram a desfaçatez de se rejubilarem com os palavrões espúrios.

Pois eu lhes digo. VIVA DILMA. VAIA AOS VIPS.

Augusto de Campos.”



No artigo

9 comments

  1. Oscarlinda Krüger Responder

    Esse grande poeta jamais usaria suas palavras de modo tão grotesco!

  2. Rodrigo Xavier Responder

    Às vésperas das eleições esse site está se mostrando muito parcial em todas as suas reportagens.
    Não aprovo os xingamentos direcionados a senhora Presidente. Ela, naquele momento, não é a governante que desaprovo. Ela é chefe do Estado brasileiro em face de outros que também estavam ali representados.
    Mas, devemos entender o motivo do brasileiro ser tão ignorante em todas as formas de manifestação, seja ela física (por exemplo Black Block) ou verbal.
    Nossa educação é de péssima qualidade. Pouco, ou quase nada, é ensinado no que diz respeito ao tratamento com os demais.
    Os veículos de comunicação de massa somente ensinam métodos perversos de interação social.
    Então, no geral, o brasileiro somente se manifesta violentamente. Seja essa manifestação física ou verbal. É só ver no que se transformaram as redes sociais. Ofensas proferidas diariamente por questões mínimas.
    Quem tem o dever de formar os cidadãos civicamente e educacionalmente é o Estado. E este se omite descaradamente e se esquiva de qualquer responsabilidade dos atos praticados por seus cidadãos. Esse Estado é o responsável por seu povo estar agindo dessa forma. Já são 12 anos e poucas ações no sentindo de construir uma educação forte capaz de levar o país ao patamar que esse povo merece. Na verdade, todos os governos eleitos “democraticamente”deixaram nossa educação um caos.
    Então, Excelência, comece a priorizar aquilo que é importante. Não cola mais o argumento de herança maldita dos governos anteriores. A única maldição são esses governantes corruptos que estão disponíveis para a votação dentro de uma sistema eleitoral viciado que não deixa margens para uma disputa realmente democrática.
    Chega de corrupção. Seja ela de esquerda ou de direita.
    Se são VIPS nos estádios é porque a população mais carente não teve condições de pagar pelos ingressos.
    Não tenho pena da Presidente. Tenho pena do nosso País deixado às moscas!

    1. Huri Ferreira Responder

      Rodrigo Xavier, que tal ilustrar seu comentário com números e suas respectivas fontes?

    2. Yolete Responder

      Queria publicar seu texto no meu face. Posso? Falou muito claramente sobre todos os aspectos do texto acima publicado.

    3. Marcio Responder

      Há uma grande incongruência em seu comentário. Alí não se encontrava o “povo”, a grande massa que não têm acesso aos mecanismos educacionais e culturais. Alí se encontrava os abastados e filhos de abastados, que sempre tiveram a “melhor” educação que o dinheiro pode pagar.

    4. Vicente Responder

      Caro Rodrigo:
      Somos 200.000.000 de almas espalhados por 8.500.000 km² e mais de 5000 cidades, de muito pobres a muito ricos ( infelizmente a grande maioria são os do primeiro grupo) .
      Quando falar Brasil e brasileiro é de todo (todo mesmo) este conjunto que se fala.
      Com suas opiniões e ações, parte ( sempre e democraticamente parte) da população não pode tomar para si o direito de achar que é todo esse universo.

  3. Elias Responder

    http://lucianoayan.com/2014/06/16/os-10-principais-estratagemas-vistos-no-comportamento-petista-na-questao-dos-vtnc-merecidos-a-dilma/

    6. RESPEITO À AUTORIDADE FINGIDO

    Quem é de direita tem uma maior tendência à valorizar a autoridade formal, incluindo o respeito às leis. Claro que respeito às leis é uma coisa e desrespeito à autoridade formal é outra. O fato é que o PT, assim como no jogo anterior, quer usar essa valor da direita para beneficiar a esquerda, pois eles também não acreditam que devemos respeitar a autoridade. Todas as manifestações que eles sempre defenderam são baseadas em desrespeito extremo à autoridade. Na ótica de partidos como PT, PCdoB e PSOL, policiais e bandidos devem ser tratados no mesmo nível. Se um batalhão policial for proteger uma propriedade de invasão, ele deve dar satisfação aos invasores. É claro que o respeito à autoridade não existe para o PT. Por que eles estão fingindo “resgatar” esse valor? Pois, assim como no jogo anterior, eles sabem que podem enganar algumas das pessoas da direita com isso. Portanto, sempre que algum petista (ou aliado) disser que “não se pode vaiar uma autoridade assim”, chame-o de hipócrita, pois ele não acredita nisso. E a ofensa de Lula contra Itamar Franco, como vimos há pouco, serve como evidência de que “autoridade não pode ser ofendida” é uma expressão totalmente vazia para eles.

    1. Laura Responder

      Quem é de direita não fura fila e nem sonega impostos? Ok.


x