Com violência, TRE tenta impedir ato de lançamento da Frente Popular no RJ

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro alega que o evento configura campanha eleitoral antecipada

280 3

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro alega que o evento configura campanha eleitoral antecipada

Por Redação

Pouco antes do início do Ato de Lançamento da Frente Popular, previsto para às 18h na Via Show, em São João de Meriti, dezenas de agentes do Tribunal Regional Eleitoral do RJ cercaram o local com intuito de impedir a entrada de milhares de militantes do PCdoB, PSB, PT e PV.

Com a presença de Lindberg Farias, candidato a governador do Estado, e Romário, candidato ao Senado, o ato de lançamento da Frente Popular está reunindo dezenas de deputados estaduais e federais da frente para marcar a unidade por mudanças profundas no Estado do Rio. O ato concluiria a Convenção Eleitoral do PCdoB, que iniciou às 14h no mesmo local.

O TRE/RJ alega que o ato configura campanha eleitoral antecipada. Segundo Jandira Feghali, deputada federal e presidenta estadual interina do PCdoB, “nós podíamos ter uma atitude burocrática, mas não, nós peitamos na política porque não há base legal nenhuma para o que o TRE está fazendo”.

A deputada também lembrou que recentemente o atual governador, Luiz Fernando Pezão, reuniu mais de 60 prefeitos na convenção do seu partido e o TRE não se manifestou. “Isso é uma agressão política. A guerra política já começou. O ato vai acontecer de qualquer jeito”.

O clima segue tenso dentro e fora do Via Show. Há relatos do uso de gás de pimenta e violência policial contra os militantes que tentam entrar no Via Show. Muitos já furaram o cerco e estão dentro do local. O TRE também está ameaçando cortar o som e apreender todos os equipamentos se o ato ocorrer.

No entanto, Jandira avisa: “ato vai acontecer de qualquer jeito, nem que seja no gogó. Lindberg e Romário já estão aqui e vamos seguir em frente”.

Acompanhe ao vivo o que está acontecendo dentro do Via Show.



No artigo

3 comments

  1. Fabio Responder

    O Rio é tão corrupto q até o TRE está envolvido. Bando de safados!

  2. vander Responder

    A justiça brasileira tem mesmo dois pesos e duas medidas


x