Transexual assume secretaria de turismo em Bogotá

Prefeito de Bogotá, Gustavo Petro, declarou que Piñeros Laverde foi nomeada por suas qualidades políticas e não por ser transexual

807 0

Prefeito de Bogotá, Gustavo Petro, declarou que Piñeros Laverde foi nomeada por suas qualidades políticas, e não por ser transexual

Por Redação

O prefeito de Bogotá, Gustavo Petro (Partido Progressista), nomeou, na última quinta-feira (3), a ativista transexual Tatiana Piñeros Laverde como diretora do Instituto de Turismo (IDT). Essa é a primeira vez que uma mulher transexual assume uma entidade pública na Colômbia.

Apesar do fator da transexualidade de Piñero Laverde ter sido muito comentado, o prefeito de Bogotá declarou que ele não foi decisivo na nomeação, mas sim o “preparo, a qualificação política e a experiência em administração”.

“Trabalhar em ambos os setores público e privado permitiu-me reconhecer e identificar todo o processo administrativo adequado do serviço civil. Ser uma mulher transexual não deve pôr de lado as minhas qualidades profissionais e pessoais”, declarou Tatiana Piñero Laverde.

A gestão de Gustavo Petro na cidade de Bogotá é reconhecida pelas iniciativas em torno das questões LGBT, entre elas, a criação de casas de proteção e os Conselhos Consultivos LGBT. Considerado progressista, Petro retomou o cargo de prefeito recentemente, depois de uma polêmica cassação que envolveu disputa política com setores conservadores da Colômbia.

Foto de capa: El Universal



No artigo

x