Neonazistas atacam clube gay na Ucrânia; assista

Na última semana, a parada gay de Kiev teve que ser cancelada, pois o governo não deu garantias de segurança

886 1

Na última semana, a parada gay de Kiev teve que ser cancelada, pois o governo não deu garantias de segurança

Por Redação

Um grupo com cerca de 20 neonazistas tentaram invadir um clube gay em Kiev, na Ucrânia, no último final de semana. Um vídeo de segurança obtido pelo portal LGBT do Reino Unido Pink News mostra o momento exato do ataque.

No vídeo é possível notar a chegada de algumas pessoas à discoteca Pomada Club, momentos depois um dos rapazes olha para trás e sai correndo, quando é perseguido por um dos integrantes do grupo. Logo em seguida cerca de 20 homens aparecem e tentam invadir o clube.

De acordo com o portal The Advocate, rojões foram disparados no interior da boate. Pouco depois da tentativa de invasão e ataque, o grupo sai correndo. Porém, não fica claro se fugiram ou simplesmente foram embora.

O Ministério de Assuntos Internos da Ucrânia declarou que o grupo atirou uma bomba de fumaça e fogos dentro do Pomada Club. O Ministério também afirmou que é possível identificar no vídeo adornos neonazistas como a cruz celta e tatuagens.

O ataque acontece logo depois que as atividades do orgulho gay de Kiev tiveram de ser canceladas, pois o governo declarou que não poderia garantir a segurança dos participantes e que temia por ataques.

 Foto: Reprodução/ YouTube



No artigo

1 comment

  1. Gabi Responder

    Esse tipo de gente tem que ser presa! Não sei como as coisas funcionam na Ucrania, mas ao nao criminalizar a homofobia o estado brasileiro tbm permite que praticas assim sejam aceitas, ja que é de se esperar que nada ocorra com esses crimonosos violentos – como nos inúmeros casos de agressao a homossexuais no nosso país.


x