Dilma Rousseff: Israel faz ataque desproporcional contra a Faixa de Gaza

Presidenta lamentou a morte de crianças e mulheres por conta dos ataques israelenses e defendeu criação de Estado palestino

707 0

Presidenta lamentou a morte de crianças e mulheres por conta dos ataques israelenses e defendeu criação de Estado palestino

Por Redação

A presidenta Dilma Rousseff declarou nesta quinta-feira (17) que o ataque de Israel à faixa de Gaza é “desproporcional”. O Brasil é contra a violência nas duas, tanto de Israel, quanto da Palestina. Agora, o Brasil reconhece como sendo “desproporcional esse ataque israelense à Faixa de Gaza com a morte de mulheres e crianças, civis em geral”, disse a presidenta.

Dilma Rousseff também defendeu a criação de um Estado palestino. “Estamos vivendo uma situação muito triste, para não dizer lamentável, com o que está ocorrendo na Faixa de Gaza. Estamos vendo pessoas perderem a vida, saírem de suas casas. O Brasil defende que tenha dois Estados: um palestino e um israelense”.

As declarações da presidenta acontecem no mesmo dia em que Israel deu início a uma incursão por terra na Faixa de Gaza, com a justificativa de eliminar túneis que, de acordo com o governo de Israel, são “utilizados para atividades terroristas”.

 



No artigo

x