Em 12 dias de ofensiva, 410 palestinos já perderam a vida em Gaza

Apenas neste domingo, bombardeiro realizado por Israel matou ao menos 50 pessoas, dentre as quais há 17 crianças, 14 mulheres e 4 idosos  Por Redação...

235 2

Apenas neste domingo, bombardeiro realizado por Israel matou ao menos 50 pessoas, dentre as quais há 17 crianças, 14 mulheres e 4 idosos 

Por Redação

Durou pouco o cessar-fogo humanitário promovido pela Cruz Vermelha (CICV), neste domingo (20), para evacuar palestinos do bairro de Shajaya, no leste de Gaza.

Hamas e Israel haviam anunciado que respeitariam as duas horas trégua (entre 10h30 e 12h30), mas o acordo ruiu e depois de cerca de trinta minutos novos ataques ocorreram. Durante o bombardeio israelense, morreram ao menos 50 pessoas, dentre as quais há 17 crianças, 14 mulheres e 4 idosos. Israel responsabiliza o Hamas pelo rompimento do cessar-fogo.

Desde o dia 8 de julho, quando começou a ofensiva militar de Israel, foram mortos 410 palestinos em Gaza, a maioria civis, conforme anunciou o chefe dos serviços de saúde locais, Youssef Abou Reesh. O número de feridos supera os 3 mil.

* Com informações da Agência Brasil / Foto de capa: Reprodução



No artigo

2 comments

  1. Franco Responder

    Esquerda mode on:

    É uma guerra injusta! Morreram 2 Israelenses, deveria ter morrido 300 Israelenses ai taria tudo bem.

    Esquerda mode off.

    Se cada foguete do HAMAS atingisse 1 pessoa teríamos mais de 1000 Israelenses mortos a diferença que Israel protege seu povo enquanto terroristas colocam eles na frente.

    1. Rodrigo Responder

      E se cada foguete israelense atingisse? E os fósforos brancos que os israelenses jogam?

      Protegem com grana bilionária recebida desde o confisco de terras e com chantagens a governos e empresas europeias usando o holocausto como uma indústria. Todo dia toma terras, áreas pesqueiras, entrepostos comerciais e água dos palestinos, além de seus recursos fiscais, e nazistas vêm aqui falar de foguete do Hamas.

      Modo direita on: Roma também estava só se defendendo dos terroristas judeus quando assolou a judeia.

      modo direita off


x