Campanha de Aécio reconhece que tucano utilizou aeroporto de Cláudio

Documento da assessoria de imprensa do senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB) afirma que Aécio utilizou a pista em "operação ocasional"; Anac contesta argumento

593 3

Documento da assessoria de imprensa do senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB) afirma que Aécio utilizou a pista em “operação ocasional”; Anac contesta argumento 

Por Redação | Foto de capa: Vinicius Gomes 

Reportagem publicada nesta quarta-feira (30) pelo jornal O Estado de S. Paulo indica que a campanha de Aécio Neves, candidato do PSDB à Presidência da República, admitiu ontem que o tucano já utilizou o aeroporto de Cláudio, no interior de Minas Gerais, embora a pista ainda não tenha sido homologada pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

“Os voos realizados pelo presidenciável Aécio Neves para a pista de Cláudio/MG foram feitos totalmente em conformidade com a legislação vigente. Trata-se operações denominadas operação ocasional”, afirma o texto interno, intitulado como “Voos ocasionais para a pista de Cláudio/MG; Aspectos da Legalidade”.

De acordo com a norma mencionada, o operador de helicóptero poderia usar a pista desde que tivesse “tomado as providências cabíveis para garantir a segurança da operação da aeronave”. A Anac, no entanto, contestou o argumento. “Esse trecho do regulamento só é válido para operações realizadas exclusivamente por helicópteros (aeronaves de asa rotativa), e em helipontos ainda não homologados”, comunicou. O órgão informou, ainda, que aeroportos não homologados só podem receber pousos e decolagens em caso de “emergência em voo, para evitar incidente/acidente”.

Segundo a matéria, o comunicado foi produzido a pedido do senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB), candidato a vice de Aécio, e enviado por sua assessoria de imprensa ao Estado. A medida teria sido tomada na tentativa de retirar dos noticiários o caso, revelado pela Folha de S. Paulo no último dia 20.

A assessoria de Aécio não respondeu qual o tipo de aeronave ele utilizou em Cláudio. Ontem, em Brasília, o candidato se recusou mais uma vez a se pronunciar sobre o assunto. “Vou responder quando achar adequado”, declarou.

Leia mais:

O mistério de Cláudio

Tancredo Neves já teria colocado dinheiro público no aeroporto de Cláudio



No artigo

3 comments

  1. zeca chabude Responder

    Moral da historia, fez o aeroporto para ele.

  2. anderson Responder

    Se pousou ou decolou é o de menos …. Ninguém vai falar do ROUBO de 14 milhões de reais (19 hoje) numa pista que não custou mais de 360 mil ???? Descaradamente um assalto. Rastrear o pagamento feito pelo Estado /MG é urgente. Não é possível ninguém falar do roubo e destacar questões menores como pousos, desapropriação, dono do terreno, etc. Investiguem o crime antes que desapareçam provas.

  3. Valquíria Responder

    Mas não vai aparecer nenhum repórter corajoso para ir em Cláudio e no tal ‘Palácio de Versailles’ da roça, para tirar a limpo esta história? Vai apenas ficar no diz que me diz? Principalmente, mostrando fotos e depoimentos… e etc e tal, com todos os detalhes dessa história sórdida e mesquinha…. Fica a dica aí, galera !…


x