Gaza: Ataque à escola é uma “vergonha universal”, diz representante da ONU

Pelo menos 19 crianças morreram nesta quarta-feira quando uma escola da Agência das Nações Unidas foi bombardeada por Israel

731 0

Pelo menos 19 crianças morreram nesta quarta-feira quando uma escola da Agência das Nações Unidas foi bombardeada por Israel

Por Redação

O representante da Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina (UNWRA), Pierre Krahenbuhl, declarou que o ataque de Israel a uma escola mantida pela ONU no campo de refugiados Jabaliya é uma “vergonha universal”.

“Ontem à noite, crianças foram mortas enquanto dormiam ao lado de seus pais no chão de uma sala de aula em um abrigo da ONU em Gaza. Crianças mortas enquanto dormiam; isso é uma afronta para todos nós, uma fonte de vergonha. Hoje o mundo está em desgraça”, declarou Krahenbuhl sobre o ataque que matou 19 crianças.

Ainda de acordo com a agência da ONU, este é o sexto ataque contra uma escola da entidade. O exército de Israel não confirma a ação, mas, para a UNRWA, não restam dúvidas de que o país é o responsável.

Este não foi o único ataque ao campo de refugiados de Jabaliya – outros vitimaram ao menos 23 pessoas. Até o momento, já se contabiliza mais de 1240 palestinos mortos por conta dos ataques desferidos por Israel nos últimos 23 dias.

Foto de capa: Divulgação



No artigo

x