Ministra britânica renuncia por oposição à política do governo em Gaza

A oposição, liderada pelo Partido Trabalhista, afirma que o primeiro-ministro David Cameron é “complacente” com as mortes causadas pelos ataques na Faixa de Gaza

321 0

A oposição, liderada pelo Partido Trabalhista, afirma que o primeiro-ministro David Cameron é “complacente” com as mortes causadas pelos ataques na Faixa de Gaza

Por Redação

Sayeeda Hussain Warsi, secretária de Estado e primeira mulher muçulmana em um governo do Reino Unido, renunciou nesta terça-feira (5) ao seu cargo por discordar da política do governo britânico em torno do conflito na Faixa de Gaza.

Em seu perfil no Twitter, Sayeeda declarou que deixava o cargo com “profundo pesar”. Secretária de Estado desde 2010, quando David Cameron assumiu como primeiro-ministro, Warsi entregou a sua carta de renúncia na manhã de hoje (5).

O jornal The Guardian declarou que a secretária de Estado para Fé e Comunidades do Ministério das Relações Exteriores estava “infeliz” com a posição de Cameron em não condenar os ataques de Israel na Faixa de Gaza.

A oposição, liderada pelo Partido Trabalhista, afirma que o governo conservador-liberal de David Cameron é “complacente com Israel e sua ofensiva militar”.



No artigo

x