Repercussão internacional sobre a morte de Eduardo Campos

A morte de Eduardo Campos na manhã dessa quarta-feira (13) repercute nos veículos internacionais de comunicação; Bovespa já passa a sentir os efeitos da incerteza das eleições Por Redação...

424 0

A morte de Eduardo Campos na manhã dessa quarta-feira (13) repercute nos veículos internacionais de comunicação; Bovespa já passa a sentir os efeitos da incerteza das eleições

Por Redação

Os portais de notícias de diversos jornais estrangeiros já repercutem a morte do candidato à presidência Eduardo Campos em um acidente aéreo na cidade Santos (SP), na manhã desta quarta-feira (13).

A maioria desses veículos abordaram superficialmente a questão, atentando a um breve histórico de Eduardo Campos, que tinha 49 anos, era ex-governador do estado de Pernambuco e estava em terceiro lugar nas pesquisas para a eleição presidencial do país em outubro.

O único que já iniciou as análises sobre o impacto que a morte do pessebista pode gerar sobre a disputa eleitoral foi o Bloomberg. O índice de equidade da Bolsa de Valores de São Paulo chegou a cair até 2,1%: “O mercado está agindo com um misto de cautela e nervosismo”, disse Silvio Campos Neto, economista da Tendência Consultoria Integrada.

Campos saiu do Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, rumo ao município de Guarujá, onde tinha um compromisso de campanha. Seu atraso gerou estranhamento na equipe que o aguardava no local. Minutos depois, veio a confirmação de que a aeronave em que ele viajava havia se envolvido em uma acidente.

Foto de capa: Reprodução



No artigo

x