Luiza Erundina na presidência?

Ex-prefeita de São Paulo passa a ser considerada como o nome para substituir Eduardo Campos, face à resistência de alas do PSB e partidos da coligação à Marina Silva como candidata Por Redação...

604 1

Ex-prefeita de São Paulo passa a ser considerada como o nome para substituir Eduardo Campos, face à resistência de alas do PSB e partidos da coligação à Marina Silva como candidata

Por Redação

Boatos de que a deputada federal Luiza Erundina poderia ser a escolhida como candidata à presidência pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB), tendo Marina Silva como vice, começaram a circular no final dessa semana, na esteira da morte trágica de Eduardo Campos e das apostas-análises sobre o futuro da candidatura do partido nas eleições marcadas para outubro.

A deputada e ex-prefeita de São Paulo já está há muitos no partido, desde que deixou a sigla do PT em 1997. Em 2012, Erundina aceitou participar a indicação como vice-prefeita de São Paulo, na chapa do atual prefeito Fernando Haddad (PT-SP), mas desistiu quadro dias depois após Haddad e o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva anunciarem o apoio do deputado federal Paulo Maluf – inclusive posando para fotos no jardim da casa do também ex-prefeito de São Paulo. À época, foi o próprio Eduardo Campos quem anunciou a desistência do PSB de participar da chapa com o PT

Apesar de não ter sido reeleita, muitos avaliam como boa a administração de Erundina no final de década de 1980 e os primeiros anos de 1990 e, de acordo com análises, o nome da ex-prefeita serviria para unir a legenda socialista a outros partidos da coligação – uma vez que o nome da Marina Silva como candidata ainda não é bem recebido por estes e também por certas alas do PSB.

Todavia, Eduardo Suplicy (PT-SP), senador e candidato à reeleição pela quarta vez, afirmou nesse sábado (16) que o inverso também poderia vir a acontecer, com a possível candidatura de Marina Silva tendo Luiza Erundina como vice pelo PSB: “Eu certamente tenho feito e vou fazer campanha para a presidente Dilma Rousseff. Tenho na Marina Silva e na Luiza Erundina duas companheiras e amigas, e acho que é uma chapa forte se for assim constituída”, analisou Suplicy.

 



No artigo

1 comment

  1. Sandra Responder

    A candidatura de Erundina é uma questão de coerência ideológica interna do PSB, que não deve aos olhos da população passar de protagonista a mero coadjuvante num processo iniciado e sustentado por ele. Erundina excelente candidata pela sua história e dignidade no exercício da política brasileira.


x