Uma explicação para a postura imperial de William Bonner diante de candidatos

A postura supostamente independente de Bonner, igualmente agressivo com todos os candidatos, faz parecer que as Organizações Globo pairam sobre a política, que nunca apoiaram a ditadura militar, nem tentaram “ganhar” eleições no grito

4122 50

A postura supostamente independente de Bonner, igualmente agressivo com todos os candidatos, faz parecer que as Organizações Globo pairam sobre a política, que nunca apoiaram a ditadura militar, nem tentaram “ganhar” eleições no grito

Por Luiz Carlos Azenha, no Viomundo

Trata-se de um simulacro de jornalismo, que nem original é. Nos Estados Unidos, muitos âncoras se promoveram com agressividade em suposta defesa do “interesse público”. Eu friso o “suposta”. Lembro-me de um, da CNN, que fez fama atacando a invasão do país por imigrantes ilegais. Hoje muitos âncoras do jornalismo policial fazem o mesmo estilo, como se representassem a sociedade contra o crime.

William Bonner está assumindo o papel de garoto-propaganda da criminalização da política. Ao criminalizar a política, fazendo dela algo sujo e com o qual não devemos lidar, ganham as grandes corporações midiáticas. Quanto mais fracas forem as instituições, mais fortes ficam as empresas jornalísticas para extrair concessões de todo tipo — do Executivo, do Legislativo, do Judiciário.

A postura supostamente independente de Bonner, igualmente agressivo com todos os candidatos, faz parecer que as Organizações Globo pairam sobre a política, que nunca apoiaram a ditadura militar, nem tentaram “ganhar” eleições no grito. Que os irmãos Marinho não fazem politica diuturnamente, com lobistas em Brasília. Que os irmãos Marinho não tem lado, não fazem escolhas e nem defendem com unhas e dentes, se preciso atropelando as leis, os seus interesses. Como em “multa de 600 milhões de reais” por sonegar impostos na compra dos direitos de televisão das Copas de 2002 e 2006.

A agressividade de Bonner também ajuda a mascarar onde se dá a verdadeira manipulação da emissora, nos dias de hoje: na pauta e no direcionamento dos recursos de investigação de que a Globo dispõe. Exemplo: hoje mesmo, no Bom Dia Brasil, uma dona-de-casa do interior de São Paulo explicava como está fazendo para economizar água.

A emissora não teve a curiosidade de explicar que a seca que afeta milhões no Estado não é apenas um problema climático, resulta também de falta de investimentos do governo de Geraldo Alckmin, que beneficiou acionistas da Sabesp quando deveria ter investido o dinheiro no aumento da capacidade de captação de água. Uma pauta complicada, não é mesmo?

A não ser que eu esteja enganado, a Globo não deslocou um repórter sequer para visitar o aeroporto de Montezuma, que Aécio Neves mandou reformar quando governador de Minas Gerais perto das terras de sua própria família. Vai ver que faltou dinheiro.

Tanto Alckmin quanto Aécio são tucanos. Na entrevista com Dilma, Bonner listou uma série de escândalos. Não falou, obviamente, de escândalos relacionados à iniciativa privada, nem em outras esferas de governo. Dilma poderia muito bem tê-lo lembrado disso, deixando claro que a corrupção é uma praga generalizada, inclusive na esfera privada, envolvendo entre outras coisas sonegação gigantesca de impostos. Mas aí já seria coisa para o Leonel Brizola.



No artigo

50 comments

  1. Carlos Responder

    Bonner tinha razão, militantes tratam corruptos como guerreiros salvadores de alguma coisa, são meros bandidos condenados, Marina pode ser uma salvação.

  2. anarquista Responder

    Marina salvação da lavoura? Essa mulher é a praga da lavoura! Busquem no tempo seu período de ministério
    … Um desastre!

  3. helena Responder

    A imponência dos dois jornalistas foi chocante. A postura física da Patrícia Poeta estava tremendamente agressiva, passando a impressão que se ela pudesse teria cuspido no rosto da presidenta.
    Eles deveriam ter vergonha de estarem se expondo como bonequinhos de Olinda.

    1. Maria Responder

      E qm disse q essa moca tem postura???

    2. Sula Barreto Responder

      Parabéns, imprensa tem que ser imprensa.Imparcialidade é importante e gera respeito.

    3. Carla Responder

      Só vejo uma coisa: Entrevistador e Entrevistado.
      Bonner está fazendo o trabalho dele e muito bem feito.

    4. Monteiro Responder

      Triste mesmo o desempenho dos jornalistas. Cheguei querendo ver uma entrevista, acabei vendo um debate.

  4. EDDY de Paula Responder

    quanta gente ingênua… URNA ELETRONICA! nossas eleições são uma fraude!! vamos parar de achar que existe situação e oposição…acabou a inocência! são todos republicanos e democratas!!!!!!

  5. ryan santos Responder

    Os Jornalistas do JN demoravam a formular perguntas e interrompia a Presidente nas respostas, tanto que o tempo da Presidente Dilma foi menor do que a dos entrevistadores, sempre abordando tema que não tinha participação direta da Presidente, ao contrário do critério utilizado na entrevista do Aécio onde o único tema abordado foi o do AecioPorto de Claudio, (ficando de fora o de Montezuma), mesmo assim de forma superficial, já que não houve questionamento ao: (superfaturamento, utilização familiar, necessidade), ficaram de fora da entrevista, também, várias perguntas ao candidato tucano,, tais como: 1) Pq a recusa do bafômetro; 2)Se usa Drogas; 3)Pq arrumou emprego público sem concurso, para parente do Cachoeiro a pedido do Demostenes; 4)Pq a censura dos opositores em MG, levando inclusive a prisão jornalista que o criticou; etc, todas estas perguntas que seriam de cunho pessoal, amplamente divulgado na internet, (apesar de serem omitidas nesta Mídia). seriam necessárias o eleitor saber as respostas do candidato que pleiteia governar o País.

  6. Isabella Responder

    O texto reflete o típico pensamento que tem dominado o discurso público em nosso país; o de não lidar com a coisa em si. Gravita- se em torno da questão, mas não a tocam. Quem então pode se dizer isento de má fé? Perde o país por permitir virar regra aquilo que ele tem de pior.

  7. Juliana Bovo Responder

    O negócio é o seguinte se o William Bonner fez o papel de garoto-propaganda ou não isso não vem AO caso, ele fez o que muitos brasileiros gostaria de fazer, fazer perguntas que estão engasgado a muito tempo, e ela se sentiu encurralada estava visível o nervosismo dela…Vamos acorda Brasil olha o que foi gasto nessa copa gastos desnecessários, hospitais e educação deixados de lados, não precisava ser gasto tanto em uma copa a assim poderia ter economizado um pouco e gasto em saúde e educação, não vamos deixar o PT acabar com o Brasil como disse Dilma que a crise não afetou nos empregos? acho que ela não anda prestando atenção direito pq na cidade vizinha da minha foram 400 pais de família mandado embora resultado da tal crise, será q terá essa melhoria no 2° semestre??
    Ressaltando a entrevista que vamos continuar a ser o pais de classe média ou seja não vamos nunca sair disso se o PT continuar na presidência. #ACORDABRASIL #ÉHORADEMUDAR #FORADILMA …. #BONNERVCFOINOTA10 ;)

  8. Ânderson Luís Responder

    Para comentar,assisti as entrevistas simultaneamente,achei uma falta de educação danada do senhor W.Bonner para com a presidente,estava ansioso em dar um desfecho constrangedor a candidata,interrompendo-a em suas respostas,na entrevista com o Aécio foi muito tranquilo é notório é só olhar as mãos dele.o Aécio que se diz ético não respondeu se achava ético pousar seu jatinho num aeroporto não liberado pela infraero e disse que o problema é da infrero que não liberou,ta certo,aeroporto em meu quintal é de meu uso é meu fizeram em mueu terreno e não pagaram ainda.

  9. Diva Responder

    Chega ser cômico a forma que as pessoas postam aqui, todos vocês idolatram a Rede Globo e quisá a Dilma, o Bonner faz um jornalismo arroz com feijão para o povo, ele próprio já disse isso, e daí? Ele fez o que tinha que fazer, perguntou o que tinha que perguntar, algo que ele questionou não foi notícia no mandato dessa mulher, claro que foi, ela não soube se comportar como uma “candidata”. Aliás ela não estava na bancada, e????????? Alguém tem que fazer o trabalho sujo, e ele fez, o povão precisa ouvir…

  10. Luciano Responder

    Muito engraçado é um texto desse … criticando a mídia que fez as perguntas. Ohhhhh imprensa corrupta essa do nosso país, inclusive essa que escreveu esse texto.

    Se a entrevista fosse fraca, com perguntinhas sem importância, iriam escrever que a Globo está a favor desse ou daquele, como não foi fraca as perguntas, agora escrevem à procura de “curtidas e comentários” que a emissora quer esconder algo.

    Não defendo a globo, afinal, ela não tem nada para ser defendido, mas um texto desse é lamentável.

  11. Carlos Responder

    Acho que as perguntas que ele fez são as mesmas que o povo brasileiro gostaria de fazer para ela.

  12. LUIZ CARLOS VALIM Responder

    Para isso tudo é um golpe, agora aparece esse bando de metido a sabidões para dizer a Dilminha foi agredida, outros a dizer que foi um tratamento diferenciado e etec e tal. No golpe esta visivel que todos os petralhas dirão que é uma coitadinha, que foi um ataque, porque, tem bando de babaca e cegos, que não enxergam a nossa situação. Exemplo: Vejam os aposentados que aposentaram ganhando 4 salarios e hoje estão as minguas de 1 e meio salario. Enquanto isso os ladrões estão se deliciando com o nosso dinheiro.

  13. Henrique D. Responder

    Muitos criticam a postura das entrevistas realizadas no Jornal Nacional aos candidatos.
    Porém, acho valido sim, cobrar o que os mesmos candidatos foram capazes de realizar durante suas gestões em cargos públicos, mostrando o resultado de seus trabalhos, do que somente escutar promessas vazias, que todos os debates sempre realizam…
    Por exemplo de promessas que foram feitas e até hoje nada: ampliação do metrô, construção de hospitais regionais ( cadê o Hospital do Barreiro? ) , investimento em saúde, educação, segurança pública e transparência nas contas da União… Será que as coisas andam tão bem, para tratarmos esses políticos como cordeiros… #acordabrasil

  14. Jefferson Responder

    É uma opinião interessante..mas só!

  15. Alberto Responder

    Eles fizeram postura igual p/ todos os candidatos que já participaram então não tem nada errado!

  16. Eduardo Responder

    Comparativo interessante. Mesmo tema abordado com Aécio e Dilma, duas perguntas, dois tons diferentes.
    Analisem a transcrição:
    Pergunta feita ao Aécio: “Candidato, o seu partido é crítico ferrenho de casos de corrupção que envolvem o PT. Mas o seu partido também é acusado de envolvimento em escândalos graves de corrupção. Como é o caso do mensalão mineiro e também do pagamento de propina a funcionários públicos pelo cartel de trens e metrôs de São Paulo. Isso para citar dois exemplos. Toda vez que escândalos como esses vêm a público, tanto o PT quanto o PSDB usam o mesmo discurso. Um discurso óbvio e correto. Que tudo tem que ser investigado, que se houver culpado tem que ser punido. Por que o eleitor iria acreditar que exista diferença entre os dois partidos quando o assunto é esse: corrupção?”

    Pergunta do mesmo assunto feita a Dilma: ” Candidata, no seu governo houve uma série de escândalos de corrupção e de desvios éticos. Houve escândalo de corrupção no Ministério da Agricultura, houve escândalo de corrupção no Ministério das Cidades, no Ministério dos Esportes, houve escândalo de corrupção no Ministério da Saúde, no Ministério dos Transportes, houve escândalo de corrupção no Ministério do Turismo, no Ministério do Trabalho. A Petrobras acabou se tornando objeto de duas CPIs no Congresso. A senhora sempre diz que todos esses escândalos foram revelados pela Polícia Federal e estão sendo investigados pela Polícia Federal, que é um órgão do governo federal. A questão que eu lhe faço é a seguinte: qual é a dificuldade de, desde o início, se cercar de pessoas honestas, que lhe permitam formar uma equipe de governo honesta e que evite esta situação que nós vimos de repetidos casos de corrupção? Não há uma sensação, não pode haver uma sensação no ar de que o PT descuida da questão ética ou da questão da corrupção?”

  17. Silvio pereira da silva Responder

    caros Sr.todos vcs…perdem tempo digo todo o tempo dos Sr…com vai é vem de quem não tem nada para fazer.um mostra que é um homem politizado…outro que em tende muito de politica mas digo que vcs todos vcs não manga nada de Brasil…bom o cara que fica,apertando parafusos em uma fabrica de pneus é que só recentemente fraquenta uma instituição de ensino superior é fica falando em tom jurídico é defendendo toda há direita deste pais…bom meu nobre vc não sabe nada de brasil é nem tão poco de história mostra que vc pesquisou poco do governo do Collor,Itamar, é FHC…mas vc é um mestre em história do brasil um estudioso da constituições deste pais.é fica cuspindo, no brasil que vc vive hoje mas vc é muito sábio é consegue ver toda há diferença do brasil de antes para o dia gora…vc já perguntou para o seu vizinho-se ele tem filhos na fac…é se na era FHC… o filho dele poderia frequentar uma fac..meu nobre colega quem não lembra de sua história estar fadado há repeti-la…bom recomendo que vcs tome leitura do seguinte livro…do Contrato Social de jean-jacques Rousseau.boa sorte.

  18. Marcio Responder

    Acabo de ler uma série de comentários e na verdade se fosse um leigo no assunto continuaria sem saber em quem votar. Vejo que a política no país deixou de ser interesse coletivo transformando-se em uma luta por interesses individuais, cada um faz o que pode nesse momento para que o vencedor seja aquele que mais te favoreça e não o que melhor represente os interesses de toda uma nação.

  19. Marta Responder

    Para os Petistas foi um terremoto,mas para milhões de brasileiros foram perguntas perfeitas,necessárias e precisas.Me rendo aos dois jornalistas de peso que tiveram peito para perguntar tudo que os brasileiros desejaram perguntar nestes anos de governo Dilma.

  20. Sapo Boi Responder

    Esse povo é impressionante! Se a impressa fica calada, fazendo perguntas sem pressionar, é porque é omissa e condecendente com o governo ou com X candidato! Mas se pressiona, e faz um candidato se perder nas proprias falas, TAMBÉM ESTÃO ERRADOS E MANIPULASO. Nao consigo entender!

  21. Gonçalves Responder

    Vejo que todos aqui já tem seu lado politico definido , e cada um defende seus interesses …
    Apenas venho deixar minha opinião , tentando deixar mais clara possível.
    O JN FOI IMPONENTE E AGRESSIVO SIM , E AINDA PUDE PERCEBER UM POUCO DE SARCASMO E FALTA DE TEMPO, SENDO QUE A PRESIDENTA ESTAVA NA CADEIRA DOS RÉUS ELA SIM DEVERIA TER MAIS TEMPO QUE OS DEMAIS CANDIDATOS POIS NOS ELEITORES PRECISAMOS DE RESPOSTAS E EM 15m é TORNA-SE IMPOSSÍVEL FALAR SOBRE TUDO QUE ESTA ACONTECENDO NO NOSSO PAIS .
    DILMA NÃO RESPONDEU AS PERGUNTAS POIS NÃO ESTAVA PREPARADA PARA FALAR A VERDADE , E ACABA SENDO ALVO PRINCIPAL POR SER A PRESIDENTE DA REPUBLICA BRASILEIRA !! EM QUESTÃO DA MELHORA DEPOIS DE 12 ANOS COM O PT NO COMANDO ERA DE SE ESPERAR QUE TIVÉSSEMOS UM RETORNO POSITIVO , TALVEZ SEJA A HORA DE MUDAR , PRECISAMOS DE TRANSPARÊNCIA E VERDADE ONDE TODA A CORJA CORRUPTA SEJA DE UMA VEZ POR TODAS BANIDA DA POLITICA E DO DOS CARGOS DE PODER .

  22. julio Responder

    nao ofendamos
    os bonecos de olinda

  23. José Angi Junior Responder

    Tratar corruptos como heróis é indefensável. Ponto. Todo esse discurso sobre a Globo torna-se vazio diante dos fatos. Esse governo é inoperante, o PT só sabe “estar no poder”, e não tem a mínima capacidade de governar, porque seu objetivo jamais foi esse.

  24. Marcio Carneiro Responder

    Melhor seria se houvesse controle da imprensa como na Venezuela e em Cuba (este absurdo!, ao qual o texto acima se refere, não aconteceria e a classe operaria poderia dormir tranquila em meio ao conforto do pensamento único); quem escorrega neste discurso de Diretório Acadêmico da década de 80 e se recente certamente com o poder das elites e o imperialismo americano é assinante do Granma e aficionado pelo sistema bolivariano de comunicacíon e informacíon (?!?!). É uma pena.

  25. ZALUAR Responder

    Honestamente, diante da pressão do tempo e da postura do entrevistador considero que a presidenta Dilma se saiu muito bem, mostrando-se centrada e até ensinando um pouco o que é postura de presidenta e não de membro de um partido, que foi a tônica do entrevistador….

  26. Guilherme Responder

    “Não falou, obviamente, de escândalos relacionados à iniciativa privada, nem em outras esferas de governo”
    O problema é que a Dilma não é presidente de nenhuma empresa privada. Ela é chefe de governo e tem que responder por corrupção no seu governo.

  27. Gissele Responder

    Eu não gosto da globo e não assisto ela também, mas a entrevista do Bonner foi excelente, estava nos representando e é uma pena que tinha apenas 15 minutos porque temos tantas coisas pra perguntar diretamente pra ela. Ela como sempre se saiu muito mal e isso é não querer se comprometer com aquilo que fala e pra mim isso não serve.

  28. Pensador Responder

    Pimeira consideraçao a lembrar é que a Dilma é candidate e portanto num processo democrático ela tem que se submeter a várias perguntas, por mais “delicadas” que sejam. Mais ainda quando dizem respeito ao suas ações e posicionamento perante causas públicas. Criticar o Bonner e sua companheira de trabalho e tentar defamá-los devido o relacionamento com a Globo ou tentar justificar a corrupção governamental por também existir a corrupção privada é absolutamente uma attitude muito mais pobre em jornalismo do que foi tentado se mostar nessa material. Lembre-se também que quando mensionar alquém que lembra. Como o caso “de um, da CNN” mensione nomes, seja claro! Algo tem que ser feito para este país cujo governo insiste em manter relaçoes com a Venezuela e Cuba. Países com modelos de governo que fogem do conseito democrático tanto almejado pelo nosso povo. E mais buscar conselhos com países falidos como esses mostra mesmo a determinacao de se criar e suportar uma ditadura no país. Vamos apoiar essas açoes que expoem mais de frente nossos politicos ou aqueles que almejam essa posiçao.

  29. Carlos Responder

    Independentemente de quem quer que fosse o entrevistado ou entrevistada, os jornalistas foram grosseiros, rudes, deselegantes, inábeis para obter as respostas e esclarecer como pensa a candidata sobre assuntos relevantes. Além da figura da Presidencia do País, agrediram e foram desrespeitosos com a figura da mulher e mãe brasileira. Espero que não se repita com Marina Silva, estas atitudes de moleques.

  30. Braz Vieira da Costa Responder

    Não é de hoje que as grandes redes de televisão, interferem no processo político, como donos da verdade, basta lembrar que a Rede Globo, elegeu o caçador de marajás, Collor de Melo, em em seguida, como ele exagerou na dose, ela mesmo tratou de perpetrar uma campanha que acabou com seu reinado.
    Depois foram as campanhas anti Lula, até que não masi obtiveram exito, mas aí investiram no analfa/juridico JB, apoiado pelo Gurgel, para transformar patriotas que lutaram contra a Ditadura que eles apoiaram em bandidos, agora querem trasformar em vilã a Presidente que transformou o Brasil, protegeu o Brasil da crise mundial, mantendo a renda da população em um patamar nunca visto na história. Em que pese ser a imprensa considerada o quarto poder , não é o único, e não está acima da verdade real, inclusive desqualifica a boa qualidade dos profissionais de verdade desse país, prejudicando a Democracia, lembrando a esses “atores” que estão muito longe de serem jornalistas de verdade, e que denigrem o verdadeiro espirito informativo da imprensa, quando tentam impor sua ideologia Kelsiana de extrema direita.
    Dr. Braz Vieira da Costa
    Advogado.

  31. Calvin Responder

    Platitudes quem quer vê horário eleitoral. Debates e entrevistas devem apontar incongruências, e felizmente ainda não foram emasculados pela lei eleitoral como até a internet foi.

  32. Eduardo Responder

    Não se faz uma entrevista que se preze nesse tempo dado. A verdade é que o brasileiro quer respostas imediatas, soluções prontas e acabadas, resumíveis em poucas palavras. O político é o profissional para falar (o que não deveria ser uma novidade para ninguém), e novamente apenas se ouviu a auto-promoção, desvinculada da base partidária, baseada em fatos isolados. Não se pode ouvir nada dos planos porque a candidata foi incessantemente interrompida. Tamanhos foram os equívocos na condução, do entrevistador e do entrevistado, que não vale a pena fazer menções ao conteúdo do que foi exposto.

  33. Claudia Responder

    A Própria Globo com esse jornalismo de quinta e programação obsoleta está acelerando seu processo de decadência. Não percam tempo com ela…. A audiência não ta batendo nem o programa Silvio Santos.

  34. Abimael Responder

    A globo como qualquer outra emissora deve sim ter a postura de questionar os candidatos. Gostei muito da posição dos jornalistas, mostrou claramente que a Dilma nem sabia que era Presidente, acho que ela vive no mundo da fantasia de Cuba. Ela é mentirosa e cara de pau, mentiu sobre a CGU, quem criou foi FHC. Cria estatística fantasiosa, por sinal destruiu o IBGE para manipular e favorecer os interesses do PT. O próprio Lula deu entrevista que quando era candidato ficava inventando estatísticas falsas para enganar as pessoas e chamar atenção da mídia internacional para o Brasil. Quem é conivente com bandido e corruptos pra mim é igual.

  35. Edson Lobato Responder

    Pessoal; é lamentável tudo isso; realmente as perguntas do Bonner e da Patricia foram tendenciosas, perguntas que em cinquenta anos de vida nunca houvi na rede globo, pois a mesma sempre se posicionou para um lado, percebo que tudo isso tem cunho de mídia hibope, gostaria que tivessem pessoas com a coragem do Leonel Brizola para baixrar bola da globo; agora, se tendenciosas ou não a verdade é que diante do que eu ouvi de todos os candidatos eu resumo dizendo que se juntar todos não dá meio, todos muitos evasivos em suas respostas, é certo que qualquer um que ganhe, nosso pais continuara essa sujeira que sempre foi, um pais corrupto; sem os serviços básicos de saúde, educação, segurança e sem falar no alto índice de desemprego que é camuflado. no senado se legisla a favor de interesse partidários, é partido que defende os Gays e os mesmos defendem os planos de saúde e que são os mesmos que defendem tantos outro interesses e que para tanto recebem tantos outros benefícios de outros que se beneficiaram com as suas ações ou seja é um ciclo vicioso é uma corrente, eu te ajudo hoje e você me ajuda amanha com os meus interesses e assim segue.

  36. margarida Gomes do Vale Responder

    Acho que embora tenhamos resalvas com mandato da presidente Dilma , ela é a maior autoridade do país. É uma demonstração de falta de educação trata-la da maneira que o Bonner e Patricia vem tratando os candidatos. Se não tem tempo para tal entrvistas então não os faça , pq não acrescenta nada ao telespectador a não ser uma baita decepção dos apresentadores do JN , não própriamente dos canditados.As entrevistas não estão bem direcionadas. .A presidente Dilma estava quase e arrastando na mesa pra poder terminar o que ela queria falar e o Bonner a impedia. Não gostei.

  37. Ricardo Responder

    E daí? O que foi que Lula, Dilma e o PT fizeram efetivamente, no plano da realidade, para limitar, combater de alguma forma (ou sei lá o quê) o poderio da Globo (e outros grupos manipuladores das comunicações)? As concessões de rádio e TV no país continuam praticamente inalteradas/restritas e nas mãos de políticos conservadores/elitistas (ou representantes de interesses econômicos regionais/setoriais). Ainda por cima, gastam muito em publicidade nesses mesmos grupos. É piada e burrice!!! Faltou coragem…

  38. jose luis Responder

    E lamentavel como nos vemos o ódio do WILLIAN BONNER , ele ja fez isso com o Ex presidente Lula, lamentavel porque ele nao sabe o que e pobreza vive num mundo irreal quer ser sincero perguntasse sobre os escandalos dos outros partidos metendo o dedo na feridas de todos eles ele so cutuca o PT por isso voto na DILMA porque se a GLOBO ta querendo o Aécio boa coisa nõa vem por ai . Detesto ele como jornalista eh péssimo e autoritário no meu entender e um fantoche a mando da globo .PARLAMENTARISMO JÁ

  39. Renato Responder

    Muito boa análise.

  40. Edes Responder

    Joguinho de cena bem barato…

  41. Elizabete Alves de Freitas Monteiro Responder

    Adorei a entrevista,achei a postura do Willian e Patrícia simplesmente maravilhosa,nota 100000000000000

  42. Luciano Responder

    Texto fraquinho. Não tá com nada. Fala mal da suposta parcialidade do Bonner. Mas esse texto é totalmente anti PSDB. Ou seja: fraco!!!!

  43. Regina Tenorio Responder

    Fala sério, quem tem que ser julgado pela opinião pública não são os entrevistadores e sim os candidatos.
    Quem tem competência não se estabelece

  44. kathia Responder

    Olha, isso provavelmente eh verdade sim, mas o que importa eh que o Bonner personificou a grande maioria da populacao brasileira e disse e tratou presidencia como tds queriam ter feito !! Eu amei !! E digo mais: o tempo foi pouco ! Queria que ele tivesse destruido mais ela !!

  45. Luiz Leoni Responder

    Aquelas perguntas tinham que ser feitas. E também já esperava aquelas respostas. A maneira de que foram feitas, sem isenção, imparciais, é que não faz o feitio do William Bonner e Patrícia Poeta. Realmente me surpreendi com aquela postura. Parecia que a qualquer momento eles ir baixar o cacete na Marina Silva. Antes de falarem mal desta candidata, leiam sua biografia.


x