EUA: idosa de 90 anos e jovem grávida são presas em protesto

As duas mulheres foram presas enquanto protestavam contra a decisão do governo do estado do Missouri de usar tropas da Guarda Nacional e pela morte de adolescente negro por policial branco Por Redação, com informações do...

430 0

As duas mulheres foram presas enquanto protestavam contra a decisão do governo do estado do Missouri de usar tropas da Guarda Nacional e pela morte de adolescente negro por policial branco

Por Redação, com informações do The Nation

O oficial de polícia Darren Wilson, o jovem Michael Brown e manifestantes levantando as mãos - supostamente, a última ação de Brown antes de ser morto (Reprodução)
O oficial de polícia Darren Wilson, o jovem Michael Brown e manifestantes levantando as mãos – supostamente, a última ação de Brown antes de ser morto (Reprodução)

Em mais uma semana de protestos por conta do assassinato do adolescente Michael Brown, a polícia metropolitana do estado do Missouri prendeu mais nove manifestantes, entre eles, Hedy Esptein, de 90 anos e sobrevivente do Holocausto judeu durante a Segunda Guerra Mundial.

“Eu tenho feito isso desde que sou adolescente. Eu não achava que precisaria continuar fazendo aos 90 anos de idade”, disse ela. “Nós temos que tomar posição hoje para que as pessoas não o tenham de fazê-lo quando estiverem com seus 90 anos”, afirmou. A polícia também prendeu Ebony Williamns, de 22 anos, que está grávida, e se juntou aos protestos por “não querer criar um filho perto de policiais que poderiam alvejá-lo por conta de sua raça”.

Autópsia mostra que Michael Brown foi alvejado seis vezes pelo policial (Reprodução)
Autópsia mostra que Michael Brown foi alvejado seis vezes pelo policial (Reprodução)

A prisão dos manifestantes ocorreu em frente ao prédio da administração do governo, na capital St. Louis, onde mais de cem manifestantes protestavam e exigiam a retirada de tropas da guarda nacional na cidade de Fergunson, onde Darren Wilson, um policial branco, atirou seis vezes contra o jovem Brown, que era negro. Dois tiros foram na cabeça e quatro no braço direito – Michael Brown estava desarmado.

A escalada de tensão racial e as violentas manifestações resultaram em inúmeras prisões, incluindo dois repórteres, e policiais feridos. De acordo com a imprensa local, grupos cometeram saques noturnos em lojas como a da rede de supermercados Walmart e também atearam fogo em estabelecimentos menores. A prefeitura anunciou toque de recolher para a população, mas os manifestantes ignoraram a decisão e continuaram protestando.

Foto de capa: Steven Hsieh/The Nation



No artigo

x