Revista Veja censura seu próprio colunista

Rodrigo Constantino afirmou que, mesmo torturada, era Miriam Leitão quem deveria pedir desculpas ao País. Texto foi apagado logo em seguida Por Redação...

1670 11

Rodrigo Constantino afirmou que, mesmo torturada, era Miriam Leitão quem deveria pedir desculpas ao País. Texto foi apagado logo em seguida

Por Redação

rodrigo constantino2
Foto de capa: Facebook/Reprodução

O colunista da Veja Rodrigo Constantino teve um texto tirado do ar pela própria revista. Na coluna da última quarta-feira (20), ele ironizou o depoimento da jornalista Miriam Leitão ao portal Observatório da Imprensa, em que relatava as torturas sofridas durante a ditadura militar.

Membro do PCdoB nos anos 1970, ela descreveu momentos de terror passados em uma prisão do Espírito Santo. Miriam contou que, grávida, foi submetida a sessões de espancamento, ameaças de estupro, além de ser trancada com uma cobra em uma sala escura, em uma espécie de tortura psicológica. Ao final do relato, a jornalista pede uma retratação das Forças Armadas. “Gostaria de ouvir um pedido de desculpas, porque isso me daria confiança de que meus netos não viverão o que eu vivi. É preciso reconhecer o erro para não repeti-lo”, afirmou.

Esse foi o gancho usado pelo colunista da Veja, que, em tom de deboche, disse que era Miriam quem deveria pedir desculpas ao País por sua atuação durante a oposição ao regime. Nas palavras dele, a então militante não era uma heroína, mas uma comunista que pretendia transformar o Brasil em uma “imensa Cuba”. As ideias de Rodrigo duraram pouco na rede e logo foram retiradas pelo editor.

No Twitter, Constantino confirmou a interferência em sua publicação e reforçou o ataque à jornalista. “A pedido do editor da Veja.com, retirei do ar (…) Ainda acho que ela deveria fazer um reconhecimento público de que não lutava por uma democracia e não era uma heroína, mas faço isso em outra ocasião”, escreveu.

 Parece que, até para a Veja, Rodrigo dessa vez passou de todos os limites.

 



No artigo

11 comments

  1. vanda Responder

    É muito fácil falar que foi torturado porque as a maioria das pessoas acreditam em quem se diz vítima de um sistema. Acraditemos então nesses bandidos encapuzados que colocam fogo em ônibus e dizem que é manifestação. Assaltar, roubar banco sequestrar só não é crime para este bando que diz que lutava por democracia. Não prendamos mais ninguém pois cada luta pelo seu. Isso é Brasil. Para sermos justos deveríamos estudar os dois lados com o mesmo interesse e ver quem é que manipula a situação para tirar proveito.

    1. Romeu Responder

      Volta a ler veja e tenta n vir + aqui escrever besteira

    2. MM Responder

      Vanda, nesse caso específico vc tem alguma dúvida de quem manipulava a situação para tirar proveito? A Miriam Leitão ou o exército?
      Estudar os dois lados é o que a Comissão da Verdade tenta fazer, mas o exército continua se esquivando.
      E não, não é nada fácil falar que foi torturado. Deve ser extremamente difícil relembrar, reconstituir e admitir a dor, a humilhação e a indignidade pela qual se passou.

  2. Dubois Responder

    Esta imprensa fascista é capaz de tudo, ela de certeza sera derrotada mais uma vez! Os brasileiros de hoje sabem o valor da democracia.

  3. joão henrique Responder

    O cara pra ser censurado pela Veja, sem ser do PT, tem ser muito é do BABACA mesmo.

  4. Catia Responder

    A falta de conhecimento pela história do nosso país ė deprimente. É essa falta de conhecimento que está levando babacas a escutar o que um idiota como esse “economista” diz. Quem não conhece a propria história esta fadado a repetir os mesmos erros. Não sejamos burros ao ponto de defender torturadores, movidos por um odio cego e ignorante contra uma suposta esquerda com planinhos demoniacos.
    Gente como vocês votam no Aecio e no Alckimin. Que dó desse país caso ele tivesse chance. Mais dó desse estado sem agua, com as 3 universidades estaduais em greve, reelegerem um cara que atira em trabalhador. Se informem tucanada! Antes ser esquerda caviar do que direita chuchu.

    1. Felipe Responder

      Conhecer a história não é viver no passado, dar uma de coitado ou herói. Infelizmente aconteceu as torturas, mas o que muitos esquecem é que isso não era um peculiaridade do regime militar, isso acontecia desde o estado novo, assim como aconteceu em vários regimes de esquerda em uma proporção muito mais violenta; contudo só os militares são demonizados e os grandes ditadores de esquerdas idolatrados por fazer ainda pior.

      Eu particularmente não sou eleitor do Aecio, mas é muito fácil culpar desastres naturais no governo, quer o quê deles? Que contratem índios para fazer dança da chuva? Racionamento? Isso é algo que todos deveriam contribuir, não delegar a responsabilidade para o governo.Universidade em greve também não é algo exclusivo dos tucanos, isso é recorrente no governo petista, é algo bem complicado que só pode ser resolvido a longo prazo num governo democrático com algumas medidas paliativas.
      As pessoas votam em quem os representam, não nos que compartilham de interesse público porque esses não existem.

    2. Felipe Responder

      Conhecer a história não é viver no passado, dar uma de coitado ou herói. Infelizmente aconteceu as torturas, mas o que muitos esquecem é que isso não era um peculiaridade do regime militar, isso acontecia desde o estado novo, assim como aconteceu em vários regimes de esquerda em uma proporção muito mais violenta; contudo só os militares são demonizados e os grandes ditadores de esquerdas idolatrados por fazer ainda pior.

  5. Renê Ruas Responder

    Caramba! Rodrigo Constantino, Miriam Leitão, Veja, muito bom. Que coisa hem?

  6. Pompeu Teles Responder

    Percebi que tem uns dois perfis repetitivos nos comentários defendendo o Constantino, provavelmente trata-se do próprio Constantino utilizando-se de perfis fakes para criar uma reação em sua defesa, depois ele mostra para o chefe dele: “olha, tinha uns me defendendo”. Ele usava este expediente quando entrava nas comunidades do Olavo de Carvalho no velho orkut e era exculachado pelos comentaristas e pelo próvio Olavo…é um coitado!!!

  7. juan Responder

    E deveria mesmo, que vergonha para a Veja, comunista é safado até se defendendo


x