Em São Paulo, faixas exclusivas aumentam velocidade média de ônibus em 45%

Relatório da CET aponta que os coletivos estão conseguindo escapar da lentidão do trânsito paulista, que tem uma frota de 80% de veículos, 15% de motocicletas e 3% de ônibus

312 0

Relatório da CET aponta que os coletivos estão conseguindo escapar da lentidão do trânsito paulista, que tem uma frota de 80% de veículos, 15% de motocicletas e 3% de ônibus

Por Igor Carvalho

A Pesquisa de Monitoração da Fluidez, produzida anualmente pela Companhia de Engenharia e Tráfego (CET), aponta que a implantação das faixas exclusivas para ônibus em São Paulo já surtem efeito na vida do paulistano. De acordo com o estudo, em 2013 a velocidade média dos ônibus aumentou 45% em relação a 2012.

As faixas exclusivas para ônibus, em São Paulo, começaram a ser implantadas pelo prefeito Fernando Haddad (PT) em janeiro de 2013. A capital paulista, desde então, ganhou 355 quilômetros de corredores para os coletivos.

A pesquisa da CET também aponta um crescimento da participação dos automóveis na frota de São Paulo, saindo de 78%, em 2012, para 80% em 2013. Bicicletas (15%), ônibus urbano (3%), caminhões (2%) e ônibus fretados (1%) completam a lista.

Ao priorizar o transporte público e a mobilidade nas periferias, a utilização das faixas impactou o congestionamento para os veículos particulares, que viram um aumento de 16% na lentidão no período da manhã e 7% no horário de pico da tarde.

O levantamento, que está disponível desde a semana passada no site da CET, foi realizado em 220 quilômetros de vias paulistanas.



No artigo

x