HOJE! #BrasilPerifa debate “Mobilidade Urbana”

Cidades pra quem? A rápida e, na maioria das vezes desordenada expansão dos centros urbanos causam grande parte dos problemas enfrentados pelos habitantes destes espaços. Nas periferias, então, as dificuldades são multiplicadas Por...

308 0

Cidades pra quem? A rápida e, na maioria das vezes desordenada expansão dos centros urbanos causam grande parte dos problemas enfrentados pelos habitantes destes espaços. Nas periferias, então, as dificuldades são multiplicadas

Por Redação 

Cidades pra quem? A rápida e, na maioria das vezes desordenada expansão dos centros urbanos causam grande parte dos problemas enfrentados pelos habitantes destes espaços. Nas periferias, então, as dificuldades são multiplicadas.
O alto número de baldeações, o enorme tempo gasto diariamente e a qualidade dos serviços prestados são alguns dos empecilhos que impedem ou dificultam o acesso dos moradores das comunidades e periferias às suas cidades e seus espaços públicos.
Como ocupar locais e opções que deveriam ser acessíveis a toda a população quando não se tem meios práticos e funcionais para tal?

Quando limitamos à população periférica o direito de ocupação da cidade e de locomoção, uma espécie de segregação social e étnica é imposta. O pobre não consegue ou consegue com muita dificuldade acessar serviços de educação, saúde e entretenimento. Instauramos uma prática de limpeza social nos centros expandidos, quase obrigando o povo da periferia a não sair de suas comunidades.

Por meio de ações inclusivas podemos mudar este panorama. Daí a importância de pressionarmos o poder público e cobrar estas iniciativas. Para oxigenar a discussão sobre o acesso à cidade, o programa #BrasilPerifa debaterá nesta quinta-feira (11) o tema “Mobilidade Urbana”. Contaremos com a presença de Luz Ribeiro, integrante do coletivo Poetas Ambulantes, que realiza intervenções artísticas no transporte público de São Paulo, Tiarajú Pablo, sociólogo e pesquisador das questões de acessibilidade e a relação das periferias com as cidades, o Sindicato dos Metroviários de São Paulo, órgão representante da respectiva classe trabalhadora, Argus Caruso, arquiteto e coordenador do Programa Niterói de Bicicleta (RJ) e Cinco Euzebio, membro do coletivo Nuvem Móvel, que organiza pedaladas e ocupações públicas para a realização de festas e ações culturais de forma independente na cidade do Rio de Janeiro.

O debate será transmitido ao vivo pelo SPressoSP (www.spressosp.com.br), a partir das 20h, com mediação de Marcelo Hailer e Ivan Longo.
Acompanhem! Enviem suas perguntas e opiniões por meio das redes sociais com a hashtag #BrasilPerifa.



No artigo

x