Jovem gay é brutalmente assassinado em Goiás

Corpo do adolescente foi encontrado em Inhumas, região metropolitana de Goiânia, com bilhete: "Vamos acabar com essa praga"

2140 2

Corpo do adolescente foi encontrado em Inhumas, região metropolitana de Goiânia, com bilhete: “Vamos acabar com essa praga”

Por Redação

O adolescente João Antônio Donati, de 18 anos, foi encontrado nesta quarta-feira (10) em um terreno baldio na cidade de Inhumas, região metropolitana de Goiânia (GO). Segundo a polícia, o garoto teve as duas pernas e o pescoço quebrado. Dentro de sua boca foi encontrado um bilhete que continha os seguinte dizeres: “Vamos acabar com essa praga”.

A família de João Donti declarou que ele saiu na terça-feira (9) e não voltou mais. O delegado Humberto Teófilo, responsável pelo caso, disse que vai investigar as motivações do crime, mas trabalha, principalmente, com a hipótese de crime com conotação homofóbica.

No Facebook, amigos e parentes prestam homenagem ao garoto brutalmente assassinado e se mostram estarrecidos com o fato.



No artigo

2 comments

  1. Leonardo Teixeira Responder

    São esses tipos de violência que me fazem sentir nojo de ser um ser humano; tenho vergonha da minha própria espécie.

  2. Rodrigo Xavier Responder

    Muitas pessoas morrem todos os dias por motivos diversos. Matam-se por 20 reais, o marido mata a mulher por que ela reclamou que chegou bêbado em casa, mata-se pela escolha sexual, mata-se porque torce para outro time, mata-se por qualquer coisa no Brasil.

    Não é culpa da religião. É muita ignorância atribuir essas atitudes a uma determinada doutrina religiosa. O problema do Brasil é o ódio cultural que se estabeleceu a muito tempo. E isso de nada tem haver com as religiões.

    Tem um artigo nesse site incrível que fala sobre a cultura do ódio no brasil. Foi realmente esclarecedor.

    http://www.revistaforum.com.br/blog/2014/02/a-historia-do-odio-no-brasil/

    A nossa luta deve ser contra o Estado que retira de nós aquilo que faria um povo mais justo e respeitoso que é a educação. Uma população consciente que discute as questões de forma racional. Se entendêssemos que estamos todos em um “Navio de Tolos” (procurem também esse texto fantástico) mudaríamos o rumo para todos, independentemente de qualquer característica peculiar de cada um, que enfatizo serem válidas, mas não serão alcançadas buscando-se direitos específicos para essa parcela da população. Lutemos por educação de qualidade e teremos todos esses reflexos na nossa sociedade.

    Nenhuma ideologia justifica essa monstruosidade. Não existe religião que pregue esse tipo de coisa. Só tem outro ponto de vista a respeito da questão.


x