Lula diz que Marina Silva usa “inverdades” e não precisa chorar por ele

Após reportagem relatar que candidata do PSB chorou ao falar sobre as críticas que recebia de Lula, o ex-presidente se manifestou a respeito: "Dona Marina não precisa contar inverdades a meu respeito para chorar"

949 0

Após reportagem relatar que candidata do PSB chorou ao falar sobre as críticas que teria recebido de Lula, o ex-presidente se manifestou a respeito: “Dona Marina não precisa contar inverdades a meu respeito para chorar”

Por Redação

Durante ato de apoio ao candidato petista a governador de São Paulo, Alexandre Padilha, em Sapopemba, São Paulo, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva comentou na manhã deste sábado (13) a suposta declaração de Marina Silva de que se sentia injustiçada por conta das críticas que teria recebido do petista. De acordo com reportagem do jornal Folha de S.Pauloa pessebista teria chegado a chorar ao comentar o assunto.

“Primeiro, dona Marina, não precisa contar inverdades a meu respeito para chorar”, afirmou Lula. “[Ela] pode chorar por outros motivos. Nunca falei mal de dona Marina e vou morrer sem falar mal dela.” Em seguida, o petista mencionou que diversos nomes de seu partido poderiam ter sido escolhidos como seu sucessor em 2010, mas que Dilma era a melhor preparada. “Então, se alguém ficou chateada porque não foi escolhida, paciência”, disse, em referência velada a sua ex-ministra.

No comício, Lula estava acompanhado também de outras figuras da sigla, como o prefeito da cidade, Fernando Haddad, e o senador Eduardo Suplicy, a quem o ex-presidente, ainda sem citar Marina, se referiu como um “líder”. “Um verdadeiro líder não muda de partido, não muda de opinião. Ele evolui”, afirmou.

É possível ouvir abaixo o discurso de Lula, o momento em que Marina é citada, está por volta dos dez minutos no áudio.

Foto de Capa: Ricardo Stuckert, Instituto Lula



No artigo

x