Marina Silva cobra R$ 100 mil em jantar com banqueiros

Grandes nomes do setor financeiro se reuniram, na segunda-feira (15), para ouvir as propostas da candidata do PSB à Presidência. Segundo coordenador, a cobrança foi feita para financiar “a luta de Davi contra Golias”.

536 1

Grandes nomes do setor financeiro se reuniram, na segunda-feira (15), para ouvir as propostas da candidata do PSB à Presidência. Segundo coordenador, a cobrança foi feita para financiar “a luta de Davi contra Golias”

Por Redação

Na última segunda-feira (15), a candidata à Presidência pelo PSB, Marina Silva, organizou um jantar para grandes nomes do setor financeiro do País. Entre eles, José Berenguer, do JP Morgan, Luiz Stuhlberger, do Credit Suisse, José Roberto Moraes, do Grupo Votorantim, Ana Maria Diniz, ex-Pão de Açúcar, Tito Alencastro e Anis Chacur, do Banco ABC, Andrea Pinheiro, do BR Partners, e Jair Ribeiro, do Indusval.

A cota mínima para participar do evento era de R$ 100 mil reais. Segundo o banqueiro Álvaro de Souza, que coordena a arrecadação da campanha de Marina, essa cobrança foi necessária para financiar “a luta de Davi contra Golias” na sucessão presidencial. De acordo com os presentes, a candidata, que promete a independência do Banco Central e a adaptação do modelo do pré-sal, com menos espaço para a Petrobras, foi aprovada pelos investidores.

Foto de capa: Facebook / Reprodução



No artigo

1 comment

  1. José Carlos Vieira Filho Responder

    Essa grana entrou em qual caixa: 1, 2 ou 3?


x