Veja pesquisa Ibope por religião, renda, idade, região e escolaridade

Marina perde pontos com evangélicos, Dilma cresce entre os mais velhos e Aécio estagnou em vários dos índices observados no último levantamento.

802 4

Marina perde pontos com evangélicos, Dilma cresce entre os mais velhos e Aécio estagnou em vários dos índices observados no último levantamento

Por Redação

Na disputa entre os presidenciáveis, a pesquisa Ibope divulgada na última terça-feira (23) mostrou a candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT) com 38% das intenções de voto, Marina Silva (PSB) com 29% e Aécio Neves (PSDB) com 19%. Pastor Everaldo tem 1% e os demais candidatos não atingiram 1%.

Veja abaixo o desempenho dos principais candidatos a partir de critérios como religião, renda, faixa etária e escolaridade dos entrevistados.

Religião

De acordo com o levantamento, a presidenta Dilma cresceu entre os eleitores evangélicos. Ela tinha 27% da preferência deles e passou para 32%. Marina Silva, pelo contrário, perdeu pontos com esse público, passando de 41% para 38%. Aécio apresentou ligeira melhora, de 15% para 17%.

Renda

Entre os eleitores com renda familiar de até um salário mínimo, Dilma foi de 46% para 51% e Marina, de 24% para 20%. Aécio permaneceu com 28% entre os com renda superior a cinco salários mínimos.

Região

No Sudeste, Dilma foi de 30% para 29%, e Marina, de 31% para 33%. No Norte e Centro-Oeste, Aécio foi de 20% para 21%. Na região Nordeste, ele passou de 9% para 11%. Dilma foi de 48% para 51% e Marina, de 29% para 22%.

Faixa etária

Marina caiu um pouco nas intenções de voto entre eleitores jovens, de 16 a 24 anos, e passou de 34% para 32%. Nessa faixa, Dilma tem 31%, e Aécio, 21%. Entre os com 55 anos ou mais, Dilma foi de 42% para 47%, Aécio manteve 18%, e Marina passou de 24% para 22%.

Escolaridade

Entre eleitores com ensino superior completo, Marina está na frente, mas apresenta queda de 37% para 32%. Dilma foi de 22% para 25%, e Aécio manteve 26%. Na faixa com ensino médio completo, Dilma subiu de 32% para 35%, Marina de 32% para 31%, e Aécio permanece nos 19%.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal O Estado de S.Paulo. O Ibope ouviu 3.010 eleitores em 206 municípios do país entre os dias 20 e 22 de setembro. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-00755/2014.



No artigo

4 comments

  1. Pedro Responder

    Não consigo entender essa gama de pessoas que votam na Dilma. Votar nela significa que estamos satisfeitos com os serviços públicos prestados em nosso país, é mostrar que gostamos de encontrar um PA de um Hospital Público cheio de macas em corredores, gente sofrendo e falta de materiais básicos . Votar nela, é acreditar que a escola pública é boa ( e continuar achando que se matar de trabalhar pra pagar uma escola particular é normal), que os professores recebem bem e estão felizes. É ir no mercado e saber que metade do que você esta gastando vai pro bolso dela e fica por isso mesmo. É pensar que agora o pobre não morre de fome, mas morre na fila do hospital ou no assalto em qualquer esquina. Reflitam bem antes de votar, até porque reclamar durante mais 4 anos não vai adiantar de nada.

    1. fenix Responder

      Votamos pelo que ela fez, infelizmente falta muito pra estar bom. Mas os outros nunca fizeram o pouco que ela fez e nunca farão.

    2. George Responder

      Aí vc vota em Aécio, já que no governo FHC o Brasil era tudo perfeito.

    3. Luiz Carlos Responder

      O Pedro esqueceu como eram as coisas em 2002 ou antes. Nosso povo não tinha a menor perspectiva de melhora. Claro que falta muita coisa mas achar que a Marina ou o Aécio, que só está com 30% no seu estado, serão melhores é engano. Além disso escolas e saúde pública não são atribuições federais. Nem a segurança. Esses itens devem ser cobrados do governador e prefeito.


x