Churracão parte 2: Quanto mais exposições e metrôs, melhor para São Paulo

Evento no Facebook já conta com cerca de 6 mil confirmações. Os organizadores querem “defender a cultura em São Paulo de forma pacifica, animada e bem-humorada” e convidam os participantes a levarem “farofa, pandeiro, bloco de carnaval, água, cerveja, bicicleta, amor à cidade e...

1397 0

A agilidade das redes em organizar protestos é fantástica. Depois da edição do “Churrascão da Gente Diferenciada”, de 2011, em Higienópolis, na capital paulista, agora está marcado para o próximo sábado (28), às 16h, o churrascão – parte 2.

É um repúdio ao abaixo-assinado dos moradores do Jardim Europa, outro bairro nobre paulistano, contra o Museu de Image e Som (MIS). O motivo: a programação cultural do local perturbaria o descanso e a rotina dos cidadãos, gerando filas, barulho, congestionamento no trânsito e presença de vendedores ambulantes.

O que está tirando o sono dos moradores é o sucesso da exposição do Castelo Rá-Tim-Bum, em cartaz no MIS, que tem atraido várias crianças chegando de ônibus escolares todos os dias para visitar a mostra. É impressionante como alguns paulistamos preferem viver fechados em bolhas, cercados de grades e muros.

Na primeira edição do “evento, o protesto foi uma resposta aos moradores do bairro que se colocaram contrários a construção de uma estação de metrô na região. Na época, uma moradora disse em entrevista à Folha de S. Paulo que uma estação ali atrairia “drogados, mendigos, uma gente diferenciada…” Foi a deixa.

A edição de Higienópolis reuniu centenas de pessoas (foto). E este ano, o evento no Facebook já conta com cerca de 6 mil confirmações. Os organizadores querem “defender a cultura na cidade de São Paulo de forma pacifica, animada e bem-humorada” e convidam os participantes a levarem “farofa, o pandeiro, o bloco de carnaval, a água, a cerveja, sua bicicleta, seu amor a cidade de São Paulo e o que mais de bom que você quiser”.

(Foto Capa: Reprodução/Facebook)

 



No artigo

x