Presidenta da Apeoesp responde Reinaldo Azevedo: “O senhor é mal informado e mente”

“Quanto ao senhor, é assalariado de uma empresa jornalística e sua função, que o senhor executa com muito gosto por ordem de seus patrões, é achincalhar pessoas”, afirma Maria Izabel Azevedo Noronha em resposta...

8540 11

“Quanto ao senhor, é assalariado de uma empresa jornalística e sua função, que o senhor executa com muito gosto por ordem de seus patrões, é achincalhar pessoas”, afirma Maria Izabel Azevedo Noronha em resposta à nota publicada na última quinta-feira (25) pelo colunista da Veja

Por Redação

A presidenta do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp), Maria Izabel Azevedo Noronha, conhecida como Bebel, escreveu uma carta de resposta à nota publicada por Reinaldo Azevedo em sua coluna na revista Veja na última semana.

No texto, Azevedo se refere às manifestações realizadas pela APEOESP e pelo MTST em São Paulo na quinta-feira (25). Chama Bebel e Guilherme Boulos, coordenador nacional do MTST,  de “esbirros do PT”. Diz que a líder sindical, em 2010, coordenou uma greve na qual pela primeira vez se pediu “extinção de benefícios” –  e classifica, ainda, as reivindicações como “boçais”.

Em resposta, Bebel afirma que Azevedo é “mal informado e mente” e que sua função é “achincalhar pessoas”.

Leia a carta na íntegra:

“Senhor Reinaldo Azevedo,

Vergonha deveria ter a imprensa brasileira por dar abrigo a um pseudo-jornalista como o senhor.

Não me surpreende que a Revista Veja o mantenha como um de seus colunistas, porque o senhor e essa revista se merecem, tal o baixíssimo nível de vossos textos.

Sou líder, sim, reconhecida e reconduzida pelos professores e professoras à Presidência da minha entidade, o maior sindicato da América Latina, pela quarta vez.

Quanto ao senhor, é assalariado de uma empresa jornalística e sua função, que o senhor executa com muito gosto por ordem de seus patrões, é achincalhar pessoas.

O senhor é mal informado e mente. Luto por um plano de carreira justo para a minha categoria. Luto por salários dignos e não por bônus. Luto por formação continuada em serviço, no próprio local de trabalho e me opus, sim, a um curso de formação que criava mais um obstáculo desnecessário para a aprovação dos professores em concurso. Graças à nossa luta, hoje o curso de formação está no local correto, dentro do período de estágio probatório.

Tanto tínhamos razão em nossa greve de 2010 que o Secretário Voorwald, tão logo tomou posse, retirou as restrições para que os professores pudessem assumir aulas, tornando a prova de seleção de professores temporários classificatória. Fez também outras modificações na rede, muitas delas negociadas, porque lutamos para isso.Hoje continuamos lutando por novos avanços. Mas o senhor não sabe disso porque nada entende de educação e não conhece nada da rede estadual de ensino.

Não perderei mais meu tempo polemizando com uma pessoa como o senhor. O Poder Judiciário, ao qual recorro, tomará as providências cabíveis para recolocar as coisas em seu devido lugar. Se o senhor não sabe, recentemente venci disputa judicial contra seu grande amigo José Serra.

Desejo que o senhor permaneça em sua insignificância e eu me manterei na minha luta.

Maria Izabel Azevedo Noronha – Bebel
Presidenta da APEOESP (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial de São Paulo)

Foto de capa: Brasil247



No artigo

11 comments

  1. José Responder

    Pau-mandado estar torcendo para Dilma vencer porque se não vai perder o emprego nessa revistinha que não tem mais nenhuma credibilidade.

  2. Wesley Silva dos Santos Responder

    Bebel, estamos com vc, pessoa íntegra e lutadora, contra este energúmeno e servil Reinaldo Azevedo.

  3. placido figueira Responder

    Não VEJA a (IN)VEJA

  4. Mauro Assis Responder

    Essa nota da professora não contesta nenhuma informação escrita na nota do Reinaldo e ainda por cima espanca a Língua Portuguesa. Que coisa!

  5. José César Responder

    Ouvi o comentário do jornalista Reinaldo Azevedo pela rádio Jovem Pan. E parte concordo quando se diz respeito a representante do sindicato, porém discordei quando o jornalista cita de forma horrorizada quanto ao aumento desejado pelos professores.
    Bem, caso não saiba Reinaldo, o governo nunca respeitou o dissídio da categoria e o salário do professor está (PASMEM, como disse o senhor Reinaldo) 40% abaixo de outras profissões de curso superior. E se acha pouco, gostaria de ver como as pessoas que criticam a categoria se sentiriam ao trabalhar com baixo salário, condições péssimas e violentas. Alguém sabe qual é a sensação de entrar em uma sala de aula com alunos armados? Então, caro Reinaldo, não PASME, já que seu salário bem ganho é merecido… mas os professores (os quais sem estes você não teria uma profissão) também merecem um salário digno!

  6. Henrique Responder

    Não vou comentar o conteúdo desta matéria, mas, lamentar o erro crasso.
    Este artigo está assinado pela redação, e não por um jornalista específico. Com certeza não foi um jornalista que escreveu. Não acredito que um jornalista possa cometer tamanho assassinato do português.
    ‘Presidenta’ é uma palavra que não existe no nosso alfabeto. Foi inventada pela presid-Anta.

    1. Rodrigues Responder

      Palavras não existem no alfabeto. O que existe no alfabeto são letras. Já no dicionário – lugar onde há palavras -, você certamente encontrará o termo “presidenta”.

  7. Valquíria Responder

    A-POI-A-DÍS-SI-MA ! A vós , queridos Mestres , o meu respeitoso e carinhoso abraço . Alías , apoiados em todas as suas mais que legítimas reivindicações . Fé !

  8. pedro flores de oliveira Responder

    esse é tercio é um baita genio só que nos ultimos tempos tem tomado muito volume morto á coitado do geniozinho só ele é inteligente

  9. Paulo Nunes oliveira Responder

    Parabéns Bebel, mas será que vale a pena dar “audiencia” para um fascista do porte R. Azevedo ? ele tem poder de barganha, ele gosta de “por palavras” nas bocas de seus oponentes, ele se faz de “vitima” quando é criticado, ele usa um suposto jornalismo para que, em nome de uma suposta “liberdade de imprensa” , possa atacar e destruir a democracia…mas de qualquer forma estou torcendo muito pelo sucesso da ação contra esse VERME R.Azevedo….PS. não sou Professor (fiz geografia na USP sonhando em ser Professor, mas por causa de minhas críticas ao Psdb, não consegui me formar, ainda que tenha concluido todas as obrigatórias e optativas)mas tenho familiares Professores.

  10. Gilberto Pereira Responder

    Este Reinaldo Azedo, deve ter algum ressentimento mal resolvido com o PT, por que ele já militou na esquerda.
    Cara, é vergonhoso a subserviência dele para com os Tucanos.
    Se ele realmente é jornalista de formação, ele esqueceu a disciplina de ética.
    Falei!!!!!!!!!!!!!!


x