Dilma defende Marta: “As pessoas têm direito de dar opinião”

Presidenta negou qualquer mal-estar com a ex-ministra da Cultura Marta Suplicy, que entregou ontem (11) sua carta de demissão. Após reunião no Qatar, Dilma segue para encontro do G-20 na Austrália.

353 0

Presidenta negou qualquer mal-estar com a ex-ministra da Cultura Marta Suplicy, que entregou ontem (11) sua carta de demissão. Após reunião no Qatar, Dilma segue para encontro do G20 na Austrália

Por Redação

dilma e marta
Presidenta afirmou que soube da saída de Marta logo após a reeleição

Nesta quarta-feira (12), a presidenta Dilma Rousseff minimizou as polêmicas em torno do pedido de demissão da ministra da Cultura Marta Suplicy, realizado ontem. Ela destacou que soube com antecedência do teor da carta publicada pela ministra e que foi avisada sobre a saída logo após a reeleição.

Em seu perfil no Facebook, Marta escreveu que espera que a presidenta escolha uma equipe econômica independente e experiente para resgatar a credibilidade do governo e garantir o crescimento do país. Sobre o assunto, Dilma ressaltou que a ministra da Cultura não fez nada de errado e seria uma injustiça criticá-la. “As pessoas têm direito de dar opinião”, observou.

A presidenta disse que não deu prazo para os demais ministros entregarem seus cargos e, em entrevista concedida depois do encontro com autoridades em Doha, no Qatar, afirmou que a reforma ministerial não será feita imediatamente, mas ‘por partes’. Ela negou ainda a influência do ex-presidente Lula na escolha de sua nova equipe. Dilma passou a noite de terça-feira no Qatar, de onde segue para a Austrália para participar do encontro do G20, grupo que reúne as maiores economias do mundo.

Foto de capa: Agência Brasil



No artigo

x