Fazenda: Dilma entre Meirelles e Barbosa; Tombini gera especulações

Segundo agência, ex-presidente do Banco Central e ex-secretário executivo da Fazenda são os favoritos; convocação de Tombini de última hora para acompanhar Dilma em viagem ao G-20, entretanto, levanta nova possibilidade

666 0

Segundo agência, ex-presidente do Banco Central e ex-secretário executivo da Fazenda são os favoritos; convocação de Tombini de última hora para acompanhar Dilma em viagem ao G-20, entretanto, levanta nova possibilidade

Por Redação

Reportagem da Agência Bloomberg, publicada da última terça-feira (11), revela que a presidenta reeleita Dilma Rousseff (PT) já tem definidos os candidatos a ministro da Fazenda para seu próximo mandato, que se inicia em 1º de janeiro de 2015. De acordo com fontes que pediram para não ser identificadas (“um representante do governo e outras duas pessoas a par das discussões”, conforme o texto), o ex-presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, e o ex-secretário executivo da Fazenda, Nelson Barbosa, encabeçam a disputa. Ontem, entretanto, Alexandre Tombini, atual comandante do BC, entrou no páreo, ao ser convocado por Dilma a integrar a comitiva para a cúpula do G-20, na Austrália.

Segundo a Bloomberg, Lula aprovaria Barbosa, mas teria recomendado Meirelles como substituto de Mantega. Suas chances de assumir a pasta cresceram, pois a presidenta sabe que a “indicação do ex-BC poderia ajudar a elevar a confiança dos investidores”, afirmou uma pessoa que teria conversado com ela sobre o assunto. Contatadas, a presidência da República e a assessoria de imprensa de Lula não responderam ao pedido de comentários por e-mail e telefone sobre o processo de decisão.

Paralelamente, analistas acreditam que o convite de Dilma a Tombini é sinal de que a petista o prestigia. “Ou ele foi chamado para discutir nomes para a Fazenda ou para assumir o cargo”, avaliam os especialistas, de acordo com o jornal O Globo. A decisão oficial do governo, contudo, não foi tomada ainda.



No artigo

x