Câmera de segurança revela agressão a travesti no RS

Vítima foi atacada por um grupo de 10 pessoas, armadas com facões e pedaços de pau; relatório da ONG Transgeder Europe mostra que o Brasil lidera o número de assassinatos de travestis e transexuais em todo o mundo.

714 0

Vítima foi atacada por um grupo de 10 pessoas, armadas com facões e pedaços de pau; relatório da ONG Transgender Europe mostra que o Brasil lidera o número de assassinatos de travestis e transexuais em todo o mundo

Por Redação

Em Passo Fundo (RS), uma travesti foi internada em estado grave após ser espancada por um grupo de 10 pessoas na noite de quarta-feira (3). Imagens de câmeras de segurança instaladas em um local próximo a onde o crime ocorreu ajudaram a polícia a identificar os envolvidos, mas até agora ninguém foi preso.

O vídeo mostra que a vítima tenta fugir dos agressores, mas é derrubada e espancada com uso de pedaços de pau e facões. O grupo foge e, em seguida, a polícia chega ao local. O caso está sendo acompanhado pela Delegacia de Homicídios de Passo Fundo. De acordo com testemunhas, a travesti, que permanece internada no Hospital São Vicente de Paulo, vinha sofrendo ameaças recentemente.

Segundo relatório da ONG Transgender Europe, o Brasil lidera o número de assassinatos de travestis e transexuais em todo o mundo. Entre 2008 e 2013, foram 486 mortes, quatro vezes a mais que o México, que está na segunda posição entre os países com mais casos registrados.

Assista:



No artigo

x